9c94aa18-d0fd-4ebf-b79f-6a3c54437012

A Maria-Fumaça que circula entre São João del-Rei e Tiradentes ganhará novos horários durante o Carnaval. As saídas extras buscam atender a demanda de turistas e foliões nas tradicionais festividades das cidades históricas. O trem proporciona um passeio imperdível para quem deseja aproveitar os dias de folga viajando pela história e cultura de Minas Gerais.

A Maria Fumaça que faz o trajeto entre as cidades do Campo das Vertentes é uma das poucas locomotivas a vapor no mundo que ainda rodam em bitola de 76 cm. No passeio de 12 quilômetros, a composição, com capacidade para transportar até 280 passageiros, passa pela antiga Estrada de Ferro Oeste de Minas (EFOM). Cada percurso dura cerca de 50 minutos.

A rota foi inaugurada em 1881 por D. Pedro II, cruzando rios, montanhas e estações que preservam a arquitetura do século XIX. No trajeto é possível avistar belas paisagens, como o Rio das Mortes e a Serra de São José, área de preservação ambiental também conhecida como Serra de Tiradentes.

A estação de São João del-Rei é uma atração à parte. No prédio, também construído no século XIX, funciona o Museu Ferroviário inaugurado em 1981, ano do centenário da Estrada de Ferro Oeste de Minas. O acervo reúne objetos que contam a história da ferrovia no Brasil e na região, como a EFOM nº 1, a primeira locomotiva da ferrovia. Pela riqueza de materiais, o Complexo Ferroviário da Estrada de Ferro Oeste de Minas é um dos maiores do Brasil.

Um dos principais atrativos da região, a locomotiva a vapor roda normalmente nas sextas-feiras, sábados e domingos. Desde 2001, a Ferrovia Centro Atlântica (FCA) é responsável pela manutenção e operação das estações de São João del-Rei e Tiradentes. Somente no ano passado, mais de 135 mil pessoas visitaram a estrutura histórica.

Quadro de horários

Durante o Carnaval, a locomotiva a vapor partirá de São João del-Rei e Tiradentes nos seguintes horários:

Sexta – 05/02
São João del-Rei: 10h e 15h
Tiradentes: 13h e 17h

Sábado – 06/02
São João del-Rei: 10h e 15h
Tiradentes: 13h e 17h

Domingo – 07/02
São João del-Rei: 10h, 12h, 14h e 16h
Tiradentes: 11h, 13h, 15h e 17h

Segunda-feira – 08/02
São João del-Rei: 10h, 12h, 14h e 16h
Tiradentes: 11h, 13h, 15h e 17h

Terça-feira – 09/02
São João del-Rei: 10h e 13h
Tiradentes: 11h e 14h

As tarifas do passeio custam R$ 50 somente ida e R$ 60 para ida e volta. Estudantes, crianças de 6 a 12 anos e adultos com mais 60 anos têm direito à meia entrada. Mais informações sobre a Maria Fumaça em São João del-Rei/Tiradentes: Tel. (32) 3371- 8485 / www.trilhosdeminas.com.


marie-kondo-livro

Quando comprei esse livro não sabia que já era um sucesso mundial e que tinha virado um hit. Me interessei pelo título e pelo que li na orelha. Sim, sou dessas que compra livro pelo título hahaha. Aí, comentei em um grupo de amigos que estava lendo e a Mônica do Ameixa me pediu uma resenha. Mas não queria simplesmente fazer uma crítica do livro, queria testar se as dicas da autora davam certo mesmo, qual era a tal mágica! E para minha surpresa não é que funcionou demais?

Quando você começa a ler o livro as coisas que ela fala não fazem muito sentido. Mas quando coloca na prática é surreal. Como a Marie diz não dá para organizar um guarda-roupa se não tem espaço para colocar as coisas no lugar. Então, antes de organizar tem que rolar um super desapego. Comigo foi difícil porque sempre acho que tenho pouca coisa, mas descobri que não tenho, sou praticamente uma acumuladora hahaha..

Não fiz fotos de antes e depois (sorry), mas segue a minha lista gigante de desapego:

- 2 sapatos de salto (um me aperta e o outro detesto porque não combina com meu estilo);

- 10 batons (descobri que tenho maquiagem demais e muitas estavam vencidas! No meio da bagunça não conseguia perceber. Tirando o Studio Fix da MAC (que uso diariamente) acho que posso comprar make só em 2017 e olha lá. Juro que não sou mega consumista de maquiagem, mas como ganho muita coisa de presente  fui acumulando..)

- 7 blusas (todas foram pouco usadas, mas percebi que foram compras erradas);

- 4 biquínis (meu corpo mudou e eles não me servem mais; dois quase não foram usados);

- 2 pijamas (um não me serve e o outro ganhei e nunca usei);

- 2 blusas de academia;

- Vários chinelos (no último ano várias amigas se casaram e TODAS deram chinelos. Sinceramente, havaianas demora demais para acabar, então please, pensem em outros brindes mais criativos).

- 9 livros – vários livros que não leio mais e não tenho apego nem vontade de ler. Ela diz que o que a gente compra e não lê é para jogar fora. Tenho uns dez livros que ainda não li, mas não tive coragem!

- 3 jaquetas/ casacos – uma o tecido está puído (apodreceu), a outra ganhei de presente e não tem nada a ver comigo e a outra da Adidas tá tão surrada que não dá para ir nem na academia!

- Brindes de empresas, lembrancinhas de aniversário, formaturas, batizados etc…joguei tudo fora! O que vou fazer com a taça de champagne que ganhei na formatura de Medicina do meu primo ou o que fazer com as 5 lembrancinhas do aniversário da minha sobrinha? Ninguém tem lugar para guardar isso e é um dinheiro que acaba no lixo! Puro desperdício!

- Cintos e lenços – tirei fora os que não uso e que estão estragados.

- Bijuterias – tirei todas que são muito antigas, as que não combinam comigo mais ou estão fora de moda. Deixei só as que uso mesmo!

 marie-kondo-fran-dornellas

 

Dicas da Marie que merecem nosso respeito:

- Forma de dobrar as roupas! Ajuda a otimizar espaço demais e faz milagres nas gavetas;

- Maneira de organizar os cabides – ela fala para separar por categorias: primeiro peças pesadas, blazers, vestidos, calças…. Outra coisa que dá certo é sempre colocar as peças mais pesadas da direita para esquerda.

- Avaliar o valor sentimental de cada peça– parece uma viagem louca, só que fez muito sentido para mim. Tem muita coisa que guardamos que está velha, não tem a ver com seu estilo mais, simplesmente não faz parte da sua vida…precisa desapegar!

- Organizar meias e meia-calça numa caixa! Ideia sensacional e mega prática!

- Livros por tema – sei que muita gente já faz isso e é o normal, né?

- Criar setores para as roupas, sentir o que é de cabide e o que é de gaveta. Meu guarda-roupa vivia bagunçado porque eu misturava as peças e colocava em lugares errados. Agora tudo tem seu lugar!

- Separar gavetas para blusas, calças, shorts e saias. Essa dica já aplicava, mas não funcionava porque ficava tudo embolado. Agora dobrando direito tudo se encaixa.

- Com toda a arrumação consegui mais espaço para sapatos uhuuu. Como tenho vários pares, sempre tive dificuldade em guardá-los. Então, coloquei todas as botas numa parte, sandálias de festa e saltos nas caixas e usei o sapateiro de porta para colocar os que uso no dia a dia.

*Dica da Fran: como moro sozinha e tudo fica no meu guarda-roupa aproveitei para organizar roupas de cama também. Usei uma dica da Santa Ajuda do GNT de colocar as peças de cada jogo de cama dentro da fronha. 

A Marie fala no livro que quando você organiza suas coisas a energia flui. Enquanto arrumava tive essa sensação a todo momento. Meu guarda-roupa ficou tão lindo que abri as portas, deitei na cama e fiquei admirando por horas. Parecia sonho! Como sempre fui meio desorganizada, achava que tinha nascido assim e nunca ia conseguir colocar as coisas no lugar.

Não sei se ela é uma bruxa, mas sei que seu método é realmente transformador. Ainda falta terminar de organizar a parte de papéis e fotografias. Ufa!! Ela fala que a gente não pode parar no meio do caminho, mas é muita coisa. Então, coloquei na cabeça que essa será uma segunda parte, que farei em breve!

 

Saiba mais:

Marie Kondo – A mágica da arrumação

Editora Sextante – 158 páginas

À venda nas melhores livrarias.

 

Por Fran Dornelas, jornalista e amiga querida de longa data. <3

 

 


Dizem que o ano-novo só começa depois do Carnaval, não é? Desta vez a gente resolveu antecipar e voltar de férias antes do combinado já que a folia está chegando (aliás, chegou né?), os bloquinhos de rua já estão rolando. Agora é a hora perfeita para aprender a fazer aquela make repleta de cor e brilho pra curtir.

Em vez de investir em uma fantasia completa, que tal se destacar com maquiagens e penteados ousados? As inspirações dos looks abaixo foram realizados por Ramiro Cerqueira, cabeleireiro e consultor de imagem.

make_carnaval_baile

make_carnaval_onça

Quer mais inspirações? Confira as que selecionamos, feitas com muito brilho, purpurina e tudo o mais que a gente encontra naquelas lojinhas de aviamento no centro da cidade.

make_6

inspira_make_1

inspira_make_2

 

inspira_make_3


Algumas pessoas aceitam muito bem essa tradição de se vestir com alguma peça branca para o réveillon, outras não. Eu sou um adepto das cores neutras. Sempre tive muito apreço por peças brancas, pretas e cinzas. Para mim, a virada de ano, é um momento de reflexão, de auto-estima elevada, de mudanças, novos ares, novas metas e é um momento para que possamos dar um novo “start” em nossas vidas.

05
Se você vai passar o réveillon na praia ou em alguma cidade pequena com um clima mais tropical, uma roupa mais folgada, com alguma calça em algodão, ou uma bermuda de sarja ou linho e uma boa camiseta lisa ou uma camisa de botão (abotoada até o colarinho ou não), podem ser uma boa pedida.

A cor branca é pura, é suave, combina com tudo e transmite tranquilidade e paz (que é o que ela representa realmente nesta ocasião de fim de ano). 

Pensando nisso tudo e no meu amor pelas festas de fim de ano, trouxe um painel de inspirações para que os meninos que seguem o Ameixa, possam se inspirar e fazer o look que mais lhe deixar confortável, afinal de contas, depois de meia-noite é que a festa começa de verdade. Porém, sem perder o estilo.

04
Usar a barra da calça dobrada está super em alta e valoriza o look, principalmente se estiver com um sapato ou tênis de cano baixo. A gola polo mais decotada combinada com um colar + relógio + anéis e uma calça mais justa, pode trazer um ar mais sério ao look. Experimente levantar a gola também, o resultado pode ficar bem bacana e ajuda a dar mais atitude ainda ao look.
03
Se sua pegada é o minimalismo e a alfaiataria, dê preferência aos shapes retos.
02
Se quiser ousar um pouco é só combinar seu look com uma estampa um pouco mais chamativa. Pode ser uma bolsa, um casaco, uma bermuda ou até mesmo um sapato ou chapéu. Deixe sua imaginação fluir. Lembra do ditado que diz que “branco e preto combinam com tudo”? então, use-o a seu favor.
01
E não menos importante, a pegada street que rodeia todo o nosso dia-a-dia. Peças largas e com tecidos mais leves dão um conforto a mais pro seu passeio. O jeans rasgado é uma ótima dica para quem quer ousar sem ficar muito espalhafatoso com estampas e mil cores no look.

Célio Alves tem 23 anos, é fotógrafo de moda e retrato. Cinéfilo, ama tecnologia, sushi, pipoca e Heineken. Ah, e escreve aqui no Ameixa sobre moda masculina, é claro! (@celiooalves)


 

Nhoque ao Sugo, do restaurante Maurizio Gallo
Nhoque ao Sugo, do restaurante Maurizio Gallo

Hoje é um dia bem típico de comer o nhoque da fartura e a nossa sugestão é a receita do chef Maurizio Gallo, proprietário do restaurante de mesmo nome. Uma das simpatias deste dia (29) garante que, quem comer em pé as sete primeiras unidades de nhoque, tem direito a fazer um pedido para cada unidade ingerida.

Em outra versão, ao invés de comer em pé, deve-se colocar uma quantia qualquer de dinheiro embaixo do prato e mentalizar seus maiores desejos com um pensamento positivo. Há quem acredite que o dinheiro usado na simpatia deve ficar guardado até o próximo dia 29 para que a mandinga dê certo. b

A última das versões diz que deve se unir todas as citadas antes: separar 7 pedacinhos de nhoque e, de pé, com uma nota de qualquer valor debaixo do prato, fazer um pedido para cada pedaço ingerido. Depois de saborear o restante do prato, deve-se guardar o valor até o próximo dia 29.

INGREDIENTES:

Massa
2 batatas
250 g de farinha de trigo
1 ovo

Molho
5 unidades de tomate sem casca
1 dente de alho amassado
2 colheres sopa de manjericão
Orégano a gosto
Açúcar
Sal
2 colheres sopa de azeite extra virgem
1 doses de suco de tomate

MODO DE PREPARO:
(Tempo: Aproximadamente 35 minutos)
Massa
Descasque as batatas e coloque-as para cozinhar em água fervendo. Cozinhe até que fiquem moles, mas não a ponto de desmanchar. Você consegue esse ponto em aproximadamente 15 minutos. Tire as batatas da água e amasse-as com um garfo ou passe-as em um espremedor de batata. Em um recipiente, junte a batata espremida com a farinha de trigo e o ovo. Mexa a massa até formar uma bola. Polvilhe uma superfície com farinha e abra a massa em tiras compridas. Corte as tiras em pequenos pedaços de 1,5 cm cada. Numa panela grande, coloque água para ferver com um pouco de sal. Quando a água estiver fervendo, coloque os pedaços de nhoque e deixe cozinhar de 3 a 5 minutos ou até que a massa comece a boiar. Escorra e reserve.

Molho
Em uma panela, coloque o azeite e o deixe em fogo médio de 30 segundos a 1 minuto. Depois acrescente o alho e mexa até dourar. Coloque o suco de tomate e em seguida os 5 tomates sem pele restantes. Deixe ferver por 3 minutos com a tampa fechada (mexendo sempre). Adicione o manjericão e deixe ferver por 5 minutos com a tampa fechada, mas, mexendo a cada 30 segundos.
Coloque o sal e o açúcar à gosto. Se preferir, adicione uma pitada de orégano.

Serviço:
Restaurante Maurizio Gallo
Lourdes: Rua Aimorés, 2305 – Telefone para reservas: (31) 2514-3020
São Pedro: Av. Nossa Senhora do Carmo, 860 – Telefone para Reservas: (31) 2555-5432
Funcionamento: Segunda-feira:
Congelados: 8h as 16h20
Almoço: 11h30 às 15h
Terça a sábado:
Congelados: 8h até 0h
Almoço e jantar: 11h30 a meia noite
Domingo:
Congelados: 8h às 18h
Almoço e jantar: 11h30 às 18h