Gente. Tem um tempinho já que o dj e produtor Larry Tee veio aqui em BH para tocar no Velvet Club (foi óoootemo!!! e, sendo mais precisa, ele veio no carnaval) e estamos devendo demais a entrevista com ele. Correrias à parte, blah – eis a conversa que tivemos com ele, sobre música, moda, cultura e o seu novo álbum, que será lançado daqui a pouco. Bom humor e piadinhas = Larry Tee!

Ameixa: Música e moda são inseparáveis e extremamente complementares. Como você vê essa conexão?

Larry: É impossível separar essas duas coisas. Porque música representa a época em que você está vivendo, e, se é boa música, provavelmente tem algum cantor bacana, que, com certeza, será uma pessoa “fuckable” (não precisamos traduzir, né, people? Hahah). Também dá para perguntar: “Como você separa o sexo da música? Ou da moda?” Porque você não consegue separar os três – são temáticas sensuais e muito ligadas entre si.

A: Como você define sua música e seu estilo hoje?

L:
Eu amo cultura. Tenho roupas de muitos anos atrás, roupas de brechós, e também gosto de marcas tipo a Lacoste – o que tem que ter é uma espécie de estilo punk-despojado, uma mistura. E a mistura atinge também a minha música. Como por exemplo no set que fiz no Velvet Club, toquei desde uma mpb ótima chamada “Belo Horizonte”, até Satisfaction, do Rolling Stones, no meio das minhas músicas. Aho que hoje em dia alguns djs estão se tornando meio entediantes, tocando o mesmo tipo de música a noite toooda. Acho que a nova geração de pessoas quer mudanças, novidades, como o Obama! Mudanças, mudanças, mudanças! Diferente, diferente, diferente!

Nest, dj residente fervo querido e fashion, e Larry no Velvet! Foto: Luiza Ferraz

A: Como você percebe a cultura, o comportamento das pessoas, as tendências futuras, no mundo? E o que você achou de Belo Horizonte dessa vez? A moda na cidade, as pessoas, as festas…

L:
Bom, não sou um especialista em moda, mas, pra mim, em BH e no Brasil como um todo, a moda é usar o mínimo de roupas que você puder! Hahaha, gostaria que isso fosse uma super coisa de NY, mas nós não podemos! Mesmo a internet tendo globalizado o mundo, é muito diferente a questão da moda lá e aqui, claro. Eu, por exemplo, gosto de usar roupas que ninguém mais tem. Em NY, pra cada lugar que você vai, é um outfit diferente. É uma coisa de regiões, né? Cada caso é um caso, tipo o pessoal de Santa Catarina. Nas praias, eles usam um determinado tipo de roupas que difere de quem mora em BH, uma cidade sem praia. Percebemos a diferença cultural até mesmo pelos turistas, não? Hahaah, todo mundo reconhece um. Agora sobre tendências… não sei muito sobre isso, acho que tudo virou uma grande mistura!

L: E o seu novo álbum? Fale para a gente um pouco sobre ele!

A: Ah, estou muito empolgado! É super dedicado à internet, e muito fashionista também. Escrevi muitas músicas sobre moda, tipo a “Supermodel”, “Louis Vuitton”… O álbum é dedicado também às estrelas da internet, como Jeffree Star, que tem milhões de acessos às suas músicas no MySpace; o Perez Hilton

, blogueiro-celebridade que tem 9 milhões de acessos diários – na faixa “My Penis” – e Kelly, outra música fashion, aquela que diz “shoes.. oh, my God, shoes…” (*Mais música fashion pra esse álbum: A top incrível Agyness Deyn é vizinha dele, e terá uma música em sua homenagem, sobre o tanto que ela é cool, etc!). Então, nesse novo álbum, quis mesmo fazer algo diferente. Quis achar pessoas que ninguém nunca gravaria algo, como a minha nova música que tem uma meninininha de 7 anos, muita fofa, que canta sobre as coisas que ela gosta, tipo ficar acordada até tarde, comer bolo de chocolate… muito “estúpido”, mas muito gracinha! Tem também citações aos transexuais mais famosos do mundo (pausa para o Larry saber como se fala travesti em português, hehe). E tem ainda algumas sexy rappers, tipo a Princess Superstar e a Roxy Cottontail – acho que vocês ainda não ouviram falar dela – é uma menina nova, sexy – ela inclusive podia ser brasileira, porque ela tem uma bunda óotima, ahahah.. Então, mas se eu tivesse uma única coisa pra falar pra indústria de moda brasileira, seria: ARRASAA!!

Nossa música favorita!

Larry em ação no Velvet!



Vídeo: Nest

2 Respostas para “Ameixa Entrevista!”

  1. Hoje: Larry Tee no Velvet Club! « Ameixa Japonesa

    [...] Confira o vídeo da apresentação do Larry no Velvet em fevereiro do ano passado.  Na mesma época, fizemos uma entrevista com ele, que contou sobre música, moda e cultura com muito… [...]

  2. sac a main louis vuitton

    Excellent blog post. I absolutely love this site. Stick with it!
    sac a main louis vuitton

Deixar uma Resposta