Para os apaixonados por cinema e a cultura/língua francesas, chega a BH nessa sexta, mais uma vez com uma ótima seleção de filmes, o Festival Varilux de Cinema Francês.

Em 2012, serão 32 cidades brasileiras e 45 salas de cinema participando da programação simultânea – um terço a mais do que no ano passado. A programação disponibilizará ao público 17 títulos inéditos dos mais diversos gêneros, em 30 sessões – em Belo Horizonte no Usiminas Belas Artes. Na abertura, em todas as cidades, será exibido o premiado Intocáveis (Intouchables), de Olivier Nakache e Éric Toledano. Com François Cluzet e Omar Sy, o longa foi campeão de bilheteria na França em 2011 e sagrou-se como um dos filmes mais vistos na história do cinema francês, levando aos cinemas mais de 20 milhões de pessoas.

‘Um evento feliz’, de Remy Bezançon, é um dos filmes inéditos no País (Foto: Divulgação)

A mostra traz vários filmes que foram exibidos no último festival de Cannes, como Adeus Berthe – o enterro da vovó (Adieu Berthe ou l’enterrement de Mémé), de Bruno Podalydes; Aliyah (Alyah), de Elie Wajeman;O Barco da Esperança (La Pirogue), de Moussa Touré; e filmes que serão lançados em breve no mercado brasileiro como E agora, aonde vamos? (Et maintenant on va ou ?), de Nadine Labaki; Uma garrafa no mar de Gaza (Une bouteille à la mer), de Thierry Binisti ; Um evento feliz (Un heureux événement), de Remy Bezançon; A Filha do Pai (La fille du puisatier), de Daniel Auteuil; Paris-Manhattan, de Sophie Lellouche; A arte de amar (L’art d’aimer), de Emmanuel Mouret; Polissia (Polisse), de Maiwenn ; Titeuf, de Zep; My Way, O Mito Além da Música (Cloclo), de Florent Emilio Siri; A Vida Vai Melhorar (Une Vie Meilleure), de Cédric Kahn; e O Monge (Le Moine), de Dominik Moll.

Confira a programação completa e outras informações sobre o festival em cada cidade: variluxcinefrances.com

Deixar uma Resposta