“O assunto que hoje abordo é um dos que mais me atiçam o sangue das ideias. Por isto mesmo, quero evitar a tentação e a tentativa de dizer tudo de uma só vez.” Décio Pignatari

É bem como o Décio diz, os assuntos de que irei falar são os que mais gosto e tenho verdadeira paixão: Vinho e Gastronomia. Talvez vocês me perguntarão “se gosta tanto, por que não seguiu e se dedicou plenamente a eles?”. Digo-lhes que há razões que a própria razão desconhece. Enfim, não é disso que iremos tratar aqui, nosso objetivo é levar até vocês um pouco do mundo do vinho e da gastronomia. De uma forma leve, simples e elegante.

Começamos falando de vinhos. Já adianto que não sou uma sommelier, não passo de uma enófila – apenas uma amante dessa fabulosa bebida.

O objetivo é tentar, de uma vez por todas, desmitificar a noção de que o mundo do vinho seja algo restrito a poucos (que infelizmente ainda prevalece na sociedade). Se você ainda acha isso vamos mostrar que todos podem e devem beber vinho. É claro que existem garrafas que são verdadeiras “estrelas” das quais eu desejo, um dia, deliciar-me. Enquanto esse dia não chega mostraremos que se pode beber um vinho de qualidade por um bom preço. Ah, outra coisa que queremos demonstrar é que consumir vinho é fácil e que não é preciso tantos rituais. Manoel Beato disse em um dos seus livros “que se há um motivo primordial para se conhecer, estudar e degustar vinho, não há duvida sobre qual seja: prazer! O prazer é, e deve ser, de todos, com todos e para todos”!

E por que não apreciar uma bebida que, se ingerida com moderação, nos traz tantos benefícios, faz bem até para pele? Prestaram atenção nisso, mulheres? Como não sou especialista, o objetivo é explicar o básico, assim, você conseguirá escolher o vinho e apreciar o paladar de cada taça.

“O vinho torna os corações receptivos ao amor.” OVÍDIO, ROMA, SEC. I D.C

Há vários tipos de vinho: tinto, branco, rosado, espumante, doce, fortificado. Vamos explicar cada um ao longo de nossas conversas. Além de falar de cada tipo, iremos harmonizá-los com a gastronomia. O famoso o que combina com o que! Para iniciar o nosso papo sobre vinhos e encerrar o post de hoje, vai uma breve explicação sobre os itens do rótulo da garrafa – o que você deve analisar na hora da compra:

A garrafa diz muito sobre o vinho, cada informação no rótulo é importante, até mesmo o endereço da vinícola ou o importador. São referências para escolher os melhores vinhos.

Para fecharmos o papo, deixo algumas dicas importantes do Sommelier Gustavo Giacchero para a compra do vinho:

_        Evite garrafas que foram armazenadas em pé;

_        Jamais consuma vinhos sem safra;

_        Sinta a garrafa e, se ela estiver pegajosa, descarte-a;

_        Não confie em vinhos cuja rolha estivesse como se fosse sair da garrafa;

_        Verifique o nível do vinho na garrafa: se o nível se encontrar abaixo do pescoço, não compre;

_        E o mais importante, só compre vinhos caros se tiver desenvolvido o paladar.

Ah! Para ficar completo este papo, segue uma dica de um vinho espanhol, meu preferido do momento: Campo Castillo, Garnacha, reserva 2011. Cheers!  Salud!

Ana Flávia é Relações Públicas, curte moda e cinema, tem um relacionamento sério com o Vinho e um pezinho no marketing e outro na cozinha.

11 Respostas para “O vinho torna os corações receptivos ao amor”

  1. Andre

    Legal demais Ana Flávia! Gostei das dicas no final!

    Só uma observação: A maioria dos vinhos espumantes não tem safra por serem um blend de diversos anos! Mesmo os muito bons!

  2. Faby

    Minha irmã, meu orgulho.Muito bom, Nana!
    Vou levar vinho da fronteira para ti!rs

  3. Ana Flávia

    Olá, André! Muito obrigada pela observação. Nos próximos papos vamos falar de cada tipo com mais detalhes! Tem várias outras particularidades e sempre daremos dicas! Obrigada!

  4. nathalie

    Amei as digas,se ja gostava do ameixa japonesa agora então… estou ansiosa para as próximas dicas!!! obrigada Ana flávia, e para parabéns a equipe toda!

  5. Ana Flávia

    Olá, Nathalie! Que bom que gostou das dicas. Na próxima semana, vamos falar um pouco de cada uva, assim as pessoas descobrirão a sua uva preferida e conseguirão apurar mais o paladar. Muito obrigada!

  6. ana maria

    adorei as dicas, estarei sempre atenta as novas informações, eu sou como vc uma amante desta bebidinha fabulosa….

  7. Ana Flávia

    Ei, Ana! Essa bebida é realmente fabulosa.Nos rendemos na primeira taça. O outro texto está quase pronto, está no forno!
    Obrigada!

  8. Todo o grande vinho é caro, mas nem todo o vinho caro é grande! « Ameixa Japonesa

    [...] Citamos também os tipos de vinhos: tinto, rosado, branco, espumante, seco ou doce, vocês se recordam? [...]

  9. Coisas Para Casa: Tábua de Queijos | Fast Fashion Blogs

    [...] lendo o post de estreia da Ana aqui no Ameixa sobre Vinhos (bacaníssimo, já viu?) me lembrei desse vídeo da Leaf sobre Queijos. Ou melhor, uma tábua [...]

  10. Todo grande vinho é caro, mas nem todo vinho caro é grande! | Fast Fashion Blogs

    [...] Citamos também os tipos de vinhos: tinto, rosado, branco, espumante, seco ou doce, vocês se recordam? [...]

  11. Smithc6

    Im grateful for the blog article.Much thanks again. Cool. cegkgaedfadgdfdk

Deixar uma Resposta