how_i_met_your_mother

Imagine que, andando pela vida, você encontre alguém especial – tão especial que é com essa pessoa que você vai se casar e formar uma família. E vocês são tão especiais juntos que você vai querer contar para seus filhos, com riqueza de pessoas, sobre como conheceu seu par. E o caminho que percorreu até esse grande acontecimento se tornar real. E que sua vida tenha sido tão intensa e cheia de surpresas que você demore alguns anos para chegar ao ponto de como conheceu esse alguém especial. Demore, basicamente, nove temporadas.

Esse é o mote de How I Met Your Mother, uma série que eu amo e que vai me deixar órfã no exato momento em que acabar (os produtores já disseram que a última temporada é em 2014). How I Met conta a história de Ted Mosby (Josh Radnor), um jovem arquiteto de Nova York, que resolve contar aos filhos adolescentes a história sobre como ele conheceu a matriarca da família. Nas aventuras da narrativa, que começa em 2005, ele tem a companhia de Lily (Alyson Hannigan, de American Pie), Marshall (Jason Segel, de Eu Te Amo, Cara), Robin (Cobie Smulders, que participou de Os Vingadores) e Barney (Neil Patrick Harris, um dos bambambans da atual TV.

Um dos pontos fortes da série é que é muito difícil de se cansar dela; praticamente impossível. Com o decorrer das temporadas (que você vai querer devorar de uma só vez) você se esquece que existe um objetivo para aquilo, que é contar para as crianças como Ted conheceu a mãe deles. Mas isso não quer dizer que você vai perder totalmente o foco: o caso é que o grupo principal de atores são ótimas escadas para as deixas do protagonista, e você vai se sentir tocado a partilhar não só da vida de Ted, mas também do resto da galera.

Causei polêmica em um post uma vez dizendo que How I Met Your Mother era melhor que FRIENDS. Eu acho. O espectador se sente muito mais parte da Nova York de Mosby e cia. do que de Rachel e Ross. Enquanto FRIENDS é uma ótima comédia, marcando época e fazendo a gente rir o tempo inteiro, How I Met Your Mother pegou o vácuo deixado pela série e colocou no ar uma proposta diferente: é comédia, mas você nem sempre vai se rolar no chão de rir. Algumas vezes vai sorrir, outras se emocionar e, em outras, vai procurar desesperadamente pelos lenços de papel mais próximos.

Faz o seguinte: assista a primeira temporada, tente tirar as frases do Barney da cabeça e depois faça um apanhado das coisas legais que aconteceram em How I Met Your Mother. Não posso saber se vai fazer seu estilo ou se você vai continuar assistindo, mas uma coisa eu posso te garantir sobre a aventura de se deliciar com essa série: “it’s gonna be legen – wait for it – dary”!

.
.
.
Laís Menini é comunicóloga, “cervejóloga” e divide seu tempo livre entre o trabalho e as 43 séries que assiste. É criadora do Sérieterapia, onde compartilha seus desabafos sobre séries, livros, filmes e trilhas sonoras.

Deixar uma Resposta