Acho que listas de filmes são boas por dois motivos: para te guiar e para você discordar. Baseado nessa premissa, postarei mensalmente listas dos mais diversos temas de filmes, como os melhores para chorar, para assistir a dois, aqueles que a gente diz para todo mundo que a fotografia é linda, mas na verdade só assiste por causa do ator/atriz e por aí vai.

A primeira lista é de filmes sobre casamento. Por isso, não vai faltar arroz, lenço, festas e muito drama. Afinal casamento de filme que é casamento de filme tem que ter choro, um barraco ou até mesmo um funeral.

 

1) Quatro casamentos e um funeral (1993) | Clássico britânico

Hugh Grant está novinho neste filme e interpreta um solteirão convicto que, junto com sua turma, vai a diversos casamentos. Ele se apaixona por uma mulher americana e vê sua vida mudar por causa deste sentimento. Em meio a tudo isso, muita confusão com o ácido humor britânico.

 

2) O casamento de Rachel (2008) | Drama

Voltar a uma realidade que te faça se sentir rejeitada por seus vícios é muito complicado. Ainda mais quando você está voltando de um período de reabilitação para o casamento de sua irmã. Essa é a história de Kym, vivida pela recém ganhadora do Oscar, Anne Hathaway.

 

3) Missão Madrinha de Casamento (2011) | Para rir

Dar gargalhadas em filmes vem ficando cada vez mais raro, não acha? O que sempre ajuda é ter ex-atores de Saturday Night Live no elenco como Kristen Wiig. Ela protagoniza o besteirol que é bem honesto no que se propõe: te fazer rir.

 

4) Casamento de meu melhor amigo (1997) | Clássico americano

O “Casamento de meu melhor amigo” tem todos os ingredientes de uma comédia romântica, porém o principal deles está ao contrário: o casal não se odeia no início e se apaixona no final, como de costume. Será essa a grande sacada do filme?

 

5) Sex and the City (2008) | Pena que fizeram o segundo

Nova Iorque não foi mais a mesma depois de Sex and the City. As desventuras de Carrie, Samantha, Charlotte e Miranda foram para telonas quatro anos depois do fim da série para contar a história do casamento de Carrie e Big com muito glamour, sofrimento e histórias paralelas. Mesmo previsível, o filme levou mais um gostinho do finado seriado aos fãs de todo o mundo.

 

Apaixonado pela profissão que escolheu, o jornalista Vinícius Lacerda trabalha como produtor cultural e acha que a literatura e o cinema são, além de entretenimento, um prazeroso meio de autoconhecimento.

Deixar uma Resposta