Enxergar o cotidiano por outro ângulo e a partir de um processo diferente do habitual. Esse é o propósito da designer Mariana Guedes ao ministrar a Oficina de Sensibilidade, na Livraria Corre Cutia, na próxima quinta, 20. A oficina tem como principal objetivo despertar e por em prática esse novo olhar sobre as coisas, a partir de experimentações de materiais do universo da arte e design. São apenas 10 vagas e as inscrições custam R$100,00.

oficinadesensibilidade_correcutia_mariguedes_quinta20

Serviço: Oficina de Sensibilidade com Mariana Guedes
20 de junho, de 19h30 as 21h30.
Livraria Corre Cutia – Rua Outono 579, Cruzeiro
(31) 2516-0883 www.correcutia.com.br

 

Sensibilidade compartilhada – entenda melhor a proposta da oficina

foto_leonardo_dias4

 Como designer, Mariana tem um processo de criação peculiar que passa por identificar, analisar, organizar e transformar informações de todo o tipo em referências visuais. Convivendo com amigos de outras profissões, Mariana descobriu que essa forma de criar despertava muito interesse. “As pessoas que não são da minha área sentem falta desse processo e o consideram interessante e relaxante”, explica ela. Ao identificar a demanda, chegou a montar propostas para algumas empresas, que seguem em análise. Em paralelo, Mariana aceitou o convite da amiga Beatriz Horta Neves para promover encontros entre amigas na casa da homeopata. Uma vez por mês Mari Guedes e a médica Beatriz Horta Neves recebem 14 mulheres, de idades e formações diferentes para “falar do que é bom”.

Beatriz define esse encontro para “falar do que é bom” como uma reunião afetiva de mulheres ao redor de uma grande mesa, para compartilhar sentimentos, exercitar o lado criativo através de pintura, desenho, recorte, colagens ou qualquer outra técnica que a Mariana ou uma convidada queira apresentar. O resultado são criações belíssimas, muito diferentes umas das outra e convidadas felizes despertas para outra forma de expressão.

Na quarta edição, esse encontro já é um sucesso. Uma dezena de mulheres interessadas procurou a dupla para participar. A partir disso, a designer retoma o projeto original, estendendo a proposta da oficina para público em geral, na Livraria Corre Cutia.

 

Quem é? Mari Guedes foi assistente do estilista Ronaldo Fraga, por três anos, desenvolvendo estampas e peças gráficas. Atuou em agências de publicidade Belo Horizonte e em Torino, na Itália. Hoje, é dona de sua própria empresa de design, também possui uma marca de produtos infantis, além de manter uma parceria com cronista de moda mineira Cris Guerra. Mari assina a capa e projeto gráfico do novo livro de Cris Guerra, “Moda Intuitiva”, e ainda é responsável pelas ilustrações da linha de chinelos da escritora, da Amazonas Sandals.

Deixar uma Resposta