mooca-bh

Uma loja vazia na Savassi com 1001 possibilidades, assim se define o projeto idealizado pela redatora Fabi Soares. Acompanhada de quatro fiéis escudeiros, Marina Montenegro (super querida do Ameixa), Tiago Gamaliel, Francis D’Ávila e Verônica Cruz, a iniciativa tem como principal objetivo auxiliar produtores, fazedores e/ou pensadores locais, e transformar o ponto da Rua Antonio de Albuquerque, 458, ali no quarteirão das Baianas, em um ponto de encontro criativo.

Untitled design (11)

A primeira temporada da Mooca acontecerá entre outubro e dezembro e será divida entre um bootcamp de aceleração de produtores e uma loja colaborativa de natal. Será 1 mês para desenvolver ideias e produtos junto de profissionais especializados, todos voluntários, com o propósito de trocar expertise e experiências e tirar as ideias do papel. Depois, durante novembro e dezembro, uma loja popup colaborativa será aberta ao público para comercializar toda a produção desenvolvida, juntamente com outros produtores de Belo Horizonte com produtos e marcas já consolidados no mercado.

O projeto de estreia da Mooca já recebeu, através da sua página no Facebook, mais de 100 produtores e profissionais interessados em participar. Entre as parcerias já confirmadas estão a Libretto, o artista Felipe Ambrosio do Dizeres Imperfeitos, a Novecatorze, a agência Filadélfia Comunicação com os quadros do projeto Vermelho é a Cor da Esperança e o chefe Guilherme Poulain do site Moldando Afeto.

A Mooca é um projeto de cocriação focado no propósito de empoderar a criatividade local, principalmente do jovem produtor que muitas vezes não tem um capital inicial para começar. A partir deste propósito o espaço vai aplicar uma precificação colaborativa e diferenciada para os produtores participantes. “Infelizmente ainda não podemos abrir as portas e bancar com todos os custos do nosso bolso, mas não queremos deixar de fora quem realmente precisa e não pode investir. Por isso vamos trabalhar da forma mais colaborativa possível, dividindo igualmente os custos fixos do espaço, que sem o aluguel é bem baixo, e calculando uma porcentagem por venda que abrigue as taxas de cartão e outros custos”, afirma Fabi.

No dia 1º de outubro a Mooca abre as suas portas com diversas atividades de aceleração dos produtores e preparação do espaço físico para exposição dos produtos. E no dia 10 de novembro ela inaugura a sua loja popup para toda Belo Horizonte. Todas as novidades desse movimento que promete acelerar o mercado criativo local, você acompanha na página da Mooca no facebook www.facebook.com/moocabh ou através do Instagram @moocabh.

significado do nome

Mooca

O que é?
Uma loja que funciona como canvas para diferentes iniciativas criativas. A primeira delas é um bootcamp de aceleração de produtores locais + loja popup colaborativa de natal.

O bootcamp é uma forma de treinamento de guerrilha com alta intensidade em um curto espaço de tempo. Foi apropriada pela Mooca para denominar o programa de aceleração dos produtores que promete um resultado de ação em curto espaço de tempo. Já a pop up store é um conceito de lojas sazonais, com data para abrir e fechar as portas, que se aproveitam de uma data especifica ou de uma tendência de mercado momentânea.

Quando?
Entre 1º de outubro e 31 de dezembro.

Onde?
Rua Antonio de Albuquerque, 458, Savassi. No quarteirão fechado da Baiana.

Facebook www.facebook.com/moocabh
Instagram instagram.com/moocabh
Contato moocabh@gmail.com

2 Respostas para “Novidade boa em BH: MOOCA”

  1. Vânia Campos

    Trabalho com lembrancinhas personalizadas em chocolate, principalmente. Achei muito interessante a proposta de vocês. Entretanto pela especificidade da matéria prima, posso expô-las apenas já no final do mês de novembro. É possível essa participação mais tardia? Grata Vânia
    No site, veja álbum de produto NATAL

  2. Vânia Campos

    Adorei a ideia. Entretanto, devido à especificidade da matéria prima, só posso expô-la no final do mês de novembro. É possível essa participação tardia? Grata. Vânia Campos

Deixar uma Resposta