d0b51785-46e8-4d37-8585-53f21c9e09dc

Nem só de bolo e valsa se faz uma festa de debutante. A Mostra Permanente de Cinema Curta Circuito completa 15 anos em 2016 e prepara várias surpresas. Começando pela direção, que agora é assinada por Daniela Fernandes, da Le Petit Comunicação Visual e Editorial. O resto da equipe também está de cara nova e é composta predominantemente por mulheres.

Destaque para os novos parceiros, como a ilustradora Anna Cunha, que desenhou personagens especialmente para a mostra, representando a memória emotiva e o cinema de afeto, tema deste ano. As ilustrações ganharam vida com a ajuda de modelos – caracterizadas como os personagens – e do figurino, cópia fiel dos desenhos, criado pela estilista Amanda Monteiro. A make ficou por conta da super maquiadora Andrea Alencar.

O resultado estará na vinheta da mostra, que foi filmada Casa Ateliê, pela produtora de vídeo Par Filmes em parceria com a Val Wander Fotografias. A primeira sessão do Curta Circuito 2016 é no dia 21 de março.

Untitled design (31)

Sobre a Mostra

O Curta Circuito – Mostra de Cinema Permanente completa 15 anos de exibições este ano e é uma das referências em Minas e no Brasil como ação de formação qualificada de público, espaço de reflexão, debates sobre a cultura audiovisual e todos os aspectos que a envolvem, sejam técnicos, narrativos, estéticos, culturais e políticos.

Procuramos garantir a exibição regular de filmes exclusivamente brasileiros, de qualquer ano, sempre com entrada franca, resgatando obras importantes da filmografia brasileira em Belo Horizonte.

Nossa “casa”, o Cine Humberto Mauro, é hoje uma das melhores salas de projeção de BH, atuando com exibições nos formatos de 35 mm, 16mm, digital e DCP. São 129 lugares de um charmoso cinema de arte situado no principal complexo cultural da cidade e atualmente único cinema que exibe em película na cidade.

Além das exibições, o Curta Circuito se preocupa com a memória e preservação do cinema brasileiro. Dessa forma, há alguns anos começamos um trabalho em parceria com a Cinemateca do MAM RJ de restauro de filmes que estavam se perdendo (ganhamos Mention do D’Hounner em Milão em 2013 pela restauração do filme Tostao a fera de Ouro da decada de 70). Fizemos copias de difusão das obras de Aloysio Raulino, Joao Batista de Andrade e Leon Hirszman. Publicamos livretos com informações dos filmes exibidos, críticas, fotos e cartazes, num intuito de formar um material para consulta e acervo. Além das cópias físicas, possuímos as digitais em nosso site e você pode conferir acessando: www.curtacircuito.com.br/publicacoes

 

Por Bárbara Prado, amiga do Ameixa e integrante da equipe Curta Circuito. Babee, o Ameixa está sempre aberto para você trazer novidades desse projeto tão bacana! <3

Deixar uma Resposta