Já ouviram falar de rosácea? É uma doença na pele que provoca vermelhidão e erupções, principalmente na área do rosto. Fui diagnosticada há uns três anos. Muita gente pode me achar dramática por usar o termo “diagnóstico”, mas hoje falo desta forma com toda a propriedade que me cabe. risos.

Esse instagram da @talontedlex foi o que mais me ajudou a entender a rosácea. Acessem!
Crédito pro Blog da @talontedlex (foto), que me ajuda a cada dia a entender melhor sobre rosácea

De um ano pra cá, posso dizer que minha relação com a rosácea piorou bastante. De ter dias de eu não querer sair de casa por acordar com a cara totalmente vermelha. Nem maquiagem é capaz de tapar as erupções. Mexe muito com a autoestima.

E a falta de conhecimento (nossa e das outras pessoas) piora demais as coisas. Antes, por exemplo, eu achava que era bom deixar o sol secar as inflamações. Nuh! Em janeiro deste ano, meu rosto chegou a ficar roxo e totalmente inflamado.

Depois de ler muito sobre o assunto, passei a entender melhor minha condição. Tenho limitações. Aceitei e doeu bem menos.

Beber álcool? Piora. Vinho tinto então? Destrói. Calor? É ruim. Frio? Horroroso. Comida Apimentada? Grande Inimiga. E o stress? Arregaça.

Como não vou viver em uma bolha, decidi dosar (ou pelo menos tentar).

E, claro, tem produtos que me ajudam demais. (Lembrando que esses são os que se deram bem com a minha pele…Cada caso é um caso!)

1) Água Micelar Ultra -La Roche Posay (passo pra tirar o excesso de maquiagem)

2) Água Thermal La Roche Posay – Não dá pra viver sem, pois acalma a pele em crises

3) Bioderma Sensibio AR: Passo antes de dormir, pra acalmar o rosto

4) Inneov Solar: Além de passar o filtro normalmente, tomo essas cápsulas pra reforçar a proteção solar, que é grande inimiga da rosácea.

Pessoal, é importante dizer que rosácea não tem cura. =( Quem me ajudou, e ajuda demais, nessa saga é minha dermato, Dra Lígia Colucci – (31) 3291-1035

Deixar uma Resposta