operação red sparrow

Operação Red Sparrow é mais uma tentativa de ampliar para as telonas um livro de sucesso – Red Sparrow, de Jason Matthews. Com estreia nacional para o dia 01/03, direção de Francis Lawrence (Jogos Vorazes) e estrelado por Jennifer Lawrence (Dominika Egorova), o filme promete muita ação e conflitos políticos.

O enredo é o melhor que o filme tem a oferecer. Ele vai além do tema repetitivo de conflitos de interesses entre EUA e outros países. Tem traições, inúmeras reviravoltas e muita espionagem. Aliás, o ponto alto do filme são as reviravoltas. São tantas que você se empolga. A mesma sensação e evolução dos filmes de Dan Brown, o que é ótimo. A leve diferença entre os dois é que os filmes de Brown têm finais previsíveis, já Red Sparrow pode te surpreender.

Com cenas chocantes bem dirigidas e produzidas (como todo o filme), há em contrapartida cenas estranhas (para não falar mal feitas) da bailarina Dominika Egorova (Lawrence) dançando no palco. Mesmo com alta tecnologia, temos a sensação de que estamos assistindo a um filme da Barbie bailarina. Ok, a história te distrai daquilo, no entanto as cenas destoam de tudo.

É muito claro que Jennifer Lawrence e parte do elenco principal estão ali apenas para alavancarem o nome do filme. Suas atuações são tão medianas que, se fosse para alcançar aquele resultado, poderiam ter sido interpretadas por qualquer artista. Uma pena, porque sabemos que muita gente vai ao cinema apenas pelos atores, ou até mesmo pela propagada nudez de Jennifer Lawrence. O que não impede de serem fisgados pelas tramas.

Filme que vai atrair muito público. E espero que, apesar de seus problemas, atraia você também.

Cinema: Operação Red Sparrow

Deixar uma Resposta