festival-japao-em-minas

Desde 2012, Belo Horizonte é palco do Festival do Japão em Minas, o maior evento sobre a cultura japonesa do Estado, e que hoje integra o calendário oficial de eventos da cidade. O evento tem a proposta de divulgar a cultura japonesa e promover o intercâmbio social, cultural e econômico entre esses dois países. Durante três dias, haverá uma programação de palestras, apresentações de artes marciais, atividades culturais, concurso de cosplay, dentre outros. Além de oficinas de ikebana, pipamodelismo, mangá, oshiê e origami, o festival também contará com cursos de culinária no SenacMóvel.

A programação do SenacMóvel contempla cinco oficinas conduzidas pelo orientador de cursos de gastronomia do Senac Adair Candeiras. No dia 17, às 19h, a receita será Cogumelos Frescos no Óleo de Gergelim com Costelinha Marinada no Sakê. No dia 18, estão programados o preparo de Guyosa com Molho Taré, às 17h, e de Shoyo Lamen, às 19h. No último dia também serão preparadas duas receitas: Nitsuk (bovino cozido à japonesa) com Tofu, às 15h, e Tempura de Legumes e Frango e Dorayaki, às 17h. As inscrições para as oficinas serão realizadas no local, com uma hora de antecedência. As vagas são limitadas.

tempura-curso-festival-japao-em-minas

Programação do SenacMóvel

17 de fevereiro: 19h às 20h - Cogumelos Frescos no Óleo de Gergelim com Costelinha Marinada no Sakê

18 de fevereiro: 17h às 18h - Guyosa com Molho Taré

19h às 20h - Shoyo Lamen

19 de fevereiro: 15h às 16h – Nitsuk (bovino cozido à japonesa) com Tofu

17h às 18h - Tempura de Legumes e Frango e Dorayaki

 

Os ingressos para o Festival do Japão em Minas podem ser adquiridos no local, sendo R$ 16 a inteira e R$ 8 a meia-entrada para menores de 12 anos, estudantes e idosos. Informações sobre a ação do Senac nowww.mg.senac.br. Informações sobre o evento no www.festivaldojapaominas.com.br

 


Separamos 5 peças para você assistir na 43a Campanha de Popularização do Teatro e da Dança! As três primeiras peças são adultas e outras duas para os pequenos.

 

oratorio-campanha-teatro

Uma releitura do clássico de Miguel de Cervantes. A renomada trama espanhola “Dom Quixote De La Mancha” ganha elementos da cultura mineira no espetáculo “Oratório – A Saga de Dom Quixote e Sancho Pança”, idealizada pela Cia. Burlantis. A apresentação única será dia 10 de fevereiro, sexta-feira, às 20h30, no grande teatro do Palácio das Artes. A peça faz parte da Campanha de Popularização do Teatro & Dança, e o valor do ingresso é R$15, nos postos de venda do SINPARC.

Oratório – A Saga de Dom Quixote e Sancho Pança
Data: 
10/02/2017
Horário: 20h30
Local: Palácio das Artes – Grande Teatro
Valor do Ingresso: R$15 (Campanha de Popularização do Teatro e da Dança)

HeroisUmaPausaParaDavid_campanha-popularizacao

“Heróis: Uma Pausa Para David” é um espetáculo idealizado, escrito e dirigido por Paulo Azevedo e interpretado e colaborado pela atriz Samira Ávila (ambos fundadores e ex integrantes do premiado Grupo Espanca!). Inspirado livremente nas muitas vidas e músicas de David Bowie, David Gilmour, Bob Dylan e outros astros da cultura rock dos anos 70, a montagem toca a sensibilidade do espectador ao abordar valores submersos no cotidiano contemporâneo, como a busca da identidade, a anestesia dos afetos e o respeito pelas diferenças.

Heróis: Uma Pausa Para David
Data:  
25.02 a 07.03
Horário: 20h
Local: CCBB-BH
Valor do Ingresso: R$10 (inteira) e R$5 (meia)

 

DE TEMPO SOMOS – UM SARAU DO GRUPO GALPÃO

Em “De Tempo Somos – Um Sarau do Grupo Galpão”, a companhia de teatro mais renomada de Minas realiza um sonho antigo de celebrar, com o público, o encontro da música e do teatro. Em cena, o grupo foge ao rótulo de espetáculo e experimenta um formato de sarau com cantoria, festa e poesia.

De Tempo Somos – Um Sarau do Grupo Galpão

Data: 4 e 5 de fevereiro
Horário: Sábado – 20h30 e Domingo – 19h
Local: Grande Teatro do Palácio das Artes
Valor Ingresso: R$12

 

magico-de-oz-jojo-e-palito-campanha-popularizacao

Um vento forte levou Dorothy, seu cachorro e sua casa para onde existia O Reino de Oz. Longe, descobre que não há melhor lugar que o seu lar e sai em busca do grande Mágico de Oz, para que ele a mande de volta para o Kansas. No caminho encontra com o Espantalho, que segue com ela para pedir ao Mágico que lhe dê um cérebro, em seguida com o Homem de Lata que se junta aos dois para pedir para si um coração e, finalmente, com Leão que vai em busca de coragem.

Jojo e Palito em O Mágico de Oz

Data: Até 29 de Janeiro
Horário: 16h (sexta a domingo)
Local: Teatro da Assembléia
Valor Ingresso: R$15
Armatrux

 

“Armatrux, a banda” é uma banda de bonecos composta por quatro personagens vindos de universos distintos e uma convidada especial, a Pianista Mafalda Jackson.Com uma interpretação vibrante, os bonecos ganham vida e arrebatam o público em um show com muitas luzes, fumaça e efeitos, construindo um universo musical cheio de surpresas.

Armatrux, a banda

Data: 11 e 12 de Fevereiro
Horário: 17h
Local: Rua Himalaia, 69 – Vale do Sol
Valor Ingresso: R$15

 Clique aqui para ver a programação completa da 43a Campanha de Popularização do Teatro e da Dança


feira-das-autoras-bh

A Quintal Edições e a Casa Imaginária se uniram para realizar a Feira de Autoras: uma oportunidade de conhecer em um só lugar várias mulheres que publicam seus livros de forma independente ou com suporte de uma editora, um dia inteiro dedicado à mulher no mercado editorial, com direito a oficina de escrita, roda de conversa e lançamentos de livros. Tudo isso nos cômodos e jardins da Casa Imaginária, com boa música, comidinhas gostosas e bar à beira da piscina.

► A entrada é gratuita, é só chegar e aproveitar!

// AUTORAS CONFIRMADAS
Ana Carolina Macedo Barbosa
Betzaida Mata
Bruna Kalil Othero
Clarissa Nacif
Flávia Péret
Gena Albinati
Jussara Santos
Leila Brito
Lourdes Oliveira
Luana Simonini
Luiza Fainblat
Nirlene da Consolação Oliveira

// EDITORAS CONFIRMADAS
Outubro Edições
Relicário Edições
Impressões de Minas Editora
Quintal Edições

// PROGRAMAÇÃO DO DIA

10h às 13h: Oficina com Carina Goncalves:
SELFIE PERO NO MUCHO – o autorretrato ficcional
Por meio da análise de obras de artistas, escritoras e escritores, vamos discutir o autorretrato na literatura e nas artes plásticas. A partir disso, as participantes serão convidadas a produzirem seus autorretratos ficcionais: literários ou fotográficos.
Carina é formada em Publicidade e Propaganda, pós-graduada em Processos da Imagem e da Palavra na PUC-MG e participou do curso de Cinema Autorreferencial na EICTV em Cuba. Seu primeiro livro, Seu Vicente, está em fase de preparação para publicação no primeiro semestre de 2017.
Inscrições: bit.ly/2g0NelS
Valor: 40,00 reais
Mínimo 5 e máx. 10 participantes

13h: Música com DJ Pat Manoese
Com influências de música urbana, latinidades, africanidades, funk e brasilidades, seu set é fruto de pesquisa sobre a representação e o protagonismo das mulheres na música.

16h: Roda de Conversa #leiamulheres
O projeto Leia Mulheres chama atenção para a falta de visibilidade das mulheres no mercado editorial. Aqui em BH ele funciona como um clube de livros e discussão e nesta roda vamos entender como o projeto tem se desdobrado e seus impactos.

// MAS POR QUE FAZER UMA FEIRA DE AUTORAS?
As mulheres têm reivindicado seu lugar ativo em várias esferas da sociedade. E essa força também chegou ao mercado editorial. A pouca representatividade feminina na literatura vem sendo questionada e surgiram, além das muitas discussões sobre o tema, várias iniciativas práticas que ajudam a promover e a valorizar o lugar da mulher autora. Queremos fazer parte dessa construção e abrir mais espaço para as mulheres autoras no cenário de BH.

 

Feira de Autoras

Onde? Casa Imaginária – Rua Cristina, 1261, Santo Antônio

Quando? 18 de Dezembro, de 10 às 17h.


lecuona-grupo-corpo

 

O projeto O Boticário na Dança traz a BH o Grupo Corpo em um programa duplo - Benguelê e Lecuona -, que celebra o encerramento das apresentações em 2016. As apresentações acontecem entre os dias 13 e 18 de dezembro no Cine Theatro Brasil Vallourec com ingressos a preços populares.

Lecuona (2004): o Grupo Corpo rendia-se à genialidade do maior ícone da música cubana de todos os tempos e decidia abrir uma exceção à regra, estabelecida em 1992, de só trabalhar com trilhas especialmente compostas para colocar em cena o balé que leva seu nome: Lecuona. Uma vertiginosa sequência de 38 minutos de pas-de-deux e uma única formação de grupo, criadas por Rodrigo Pederneiras sobre doze doridas canções de amor e uma valsa do célebre autor de Siboney, emprestam a Lecuona um caráter absolutamente singular e diferenciado das demais criações do grupo. Esbanjando sensualidade, a tradução visual e cênica das canções de Ernesto Lecuona ganha com cada casal de protagonistas a sua própria cor.

 

Benguelê (1998): É uma exaltação ao passado africano e às suas marcantes e profundas raízes na cultura brasileira. Riscando do palco, sem nenhum pudor, qualquer vestígio da técnica clássica – que, no entanto, presente na formação dos bailarinos, dá suporte à complexa coreografia -, o coreógrafo evoca, do início ao fim, ritmos afro-brasileiros como o maracatu, o candomblé e o congado. Anarquia e frenesi substituem a simetria e a ordem dos bailarinos em cena. Pas-de-deux e fouettés dão lugar a batidas de pé, remelexos de quadril, ombros e pélvis. A diversidade rítmica ganha vida ao som da música inspirada do compositor, cantor e violonista João Bosco. São onze temas – especialmente criados como a música-tema Benguelê, ou recriados como o chorinho 1×0 de Pixinguinha, ou Tarantá e Carreiro Bebe, do folclore. Ora festivos, ora ritualísticos, os movimentos sugerem danças tribais, onde a representação de figuras humanas, vergadas pelo tempo, ou animalizadas, pontuam o espetáculo.

 

Sobre O Boticário Dança
O Boticário na Dança é um programa de patrocínios a projetos culturais voltado exclusivamente para a área da dança e estruturado com a finalidade de contribuir para a preservação, a valorização e o acesso à dança e às suas diversas manifestações; fortalecer a produção cultural de grupos, criadores e artistas; e estimular a formação de público e talentos para a área. Se você se interessou e quer o apoio de O Boticário em seu projeto, acesse a página do projeto.

Grupo Corpo: Benguelê e Lecuona

Onde? Cine Theatro Brasil Vallourec

Quando? 13 a 18 de dezembro

Quanto? R$20,00 (inteira), R$10,00 (meia)

Os ingressos estão à venda na bilheteria do teatro (Avenida Amazonas, 315, Centro) ou pelo site www.compreingressos.com.