lecuona-grupo-corpo

 

O projeto O Boticário na Dança traz a BH o Grupo Corpo em um programa duplo - Benguelê e Lecuona -, que celebra o encerramento das apresentações em 2016. As apresentações acontecem entre os dias 13 e 18 de dezembro no Cine Theatro Brasil Vallourec com ingressos a preços populares.

Lecuona (2004): o Grupo Corpo rendia-se à genialidade do maior ícone da música cubana de todos os tempos e decidia abrir uma exceção à regra, estabelecida em 1992, de só trabalhar com trilhas especialmente compostas para colocar em cena o balé que leva seu nome: Lecuona. Uma vertiginosa sequência de 38 minutos de pas-de-deux e uma única formação de grupo, criadas por Rodrigo Pederneiras sobre doze doridas canções de amor e uma valsa do célebre autor de Siboney, emprestam a Lecuona um caráter absolutamente singular e diferenciado das demais criações do grupo. Esbanjando sensualidade, a tradução visual e cênica das canções de Ernesto Lecuona ganha com cada casal de protagonistas a sua própria cor.

 

Benguelê (1998): É uma exaltação ao passado africano e às suas marcantes e profundas raízes na cultura brasileira. Riscando do palco, sem nenhum pudor, qualquer vestígio da técnica clássica – que, no entanto, presente na formação dos bailarinos, dá suporte à complexa coreografia -, o coreógrafo evoca, do início ao fim, ritmos afro-brasileiros como o maracatu, o candomblé e o congado. Anarquia e frenesi substituem a simetria e a ordem dos bailarinos em cena. Pas-de-deux e fouettés dão lugar a batidas de pé, remelexos de quadril, ombros e pélvis. A diversidade rítmica ganha vida ao som da música inspirada do compositor, cantor e violonista João Bosco. São onze temas – especialmente criados como a música-tema Benguelê, ou recriados como o chorinho 1×0 de Pixinguinha, ou Tarantá e Carreiro Bebe, do folclore. Ora festivos, ora ritualísticos, os movimentos sugerem danças tribais, onde a representação de figuras humanas, vergadas pelo tempo, ou animalizadas, pontuam o espetáculo.

 

Sobre O Boticário Dança
O Boticário na Dança é um programa de patrocínios a projetos culturais voltado exclusivamente para a área da dança e estruturado com a finalidade de contribuir para a preservação, a valorização e o acesso à dança e às suas diversas manifestações; fortalecer a produção cultural de grupos, criadores e artistas; e estimular a formação de público e talentos para a área. Se você se interessou e quer o apoio de O Boticário em seu projeto, acesse a página do projeto.

Grupo Corpo: Benguelê e Lecuona

Onde? Cine Theatro Brasil Vallourec

Quando? 13 a 18 de dezembro

Quanto? R$20,00 (inteira), R$10,00 (meia)

Os ingressos estão à venda na bilheteria do teatro (Avenida Amazonas, 315, Centro) ou pelo site www.compreingressos.com.


tarde-palavra

Oferecer uma pausa para se distanciar da correria da semana e se aproximar dos prazeres que alimentam a alma. Foi a partir desta proposta que a Inventiva – Sorvetes com Imaginação – se uniu à Evas – Experimentações Verdes Afetivas -, para criar o Palavra Paladar, evento que acontece no dia 11 de setembro a partir das 15 horas na sorveteria localizada na regional leste da cidade (Rua Grão Pará, 553).

Em comum, ambas as marcas se utilizam de inspirações poéticas e cotidianas para desenvolver seus produtos, preservando as características artesanais em todas as etapas da produção. A Inventiva Sorvetes elabora os sabores de seus gelatos sempre com a intenção de conduzir o cliente a uma experiência sensorial. Já a Evas tem como premissa o uso das técnicas da jardinagem e do paisagismo acessível, unindo-os ao reaproveitamento de material, à palavra e ao uso de estêncil e ilustrações. Um de seus produtos são os vasos produzidos com latas reaproveitáveis onde são aplicados estêncil e ilustrações que remetem a obras literárias, ícones da música e cenas nacionais.

O evento homenageia a poesia e a literatura, tendo o poeta Manoel de Barros como o representante dessa categoria literária. Assim, os sorvetes foram rebatizados: ao pedir um sorvete de flocos, o cliente vai saborear “o sorvete para comer formiguinhas”, por exemplo. “Todos os detalhes foram pensados para transportar o visitante para um lugar mais acolhedor, longe do estresse que nos cerca as atividades diárias”, afirma Carlos Sia, sócio-fundador da Inventiva.

O ambiente receberá um móbile literário produzido pela designer e parceira Dea Souza. No objeto, fragmentos de frases suspensas do poeta mato-grossense ganham novas composições de acordo com os arranjos de quem com ele interage. Por fim, Evas vai expor e vender seus vasos poéticos, que recebem ilustrações inspiradas nos desenhos produzidos por Manoel. Haverá plantio ao vivo, bem ao estilo do já muito difundido live painting, ou seja, os vasos serão montados no ambiente da sorveteria para que o cliente possa participar do processo e escolher a planta e o desenho que deseja levar para casa.

Sobre a Inventiva Sorvetes com Imaginação

Inaugurada em 2010, no bairro Santa Efigênia, zona leste de Belo Horizonte pelo designer Carlos Sia e Teresa Sia, a Inventiva desenvolve seus produtos de um modo conectado às tendências gastronômicas. Entre os diferenciais dos já reconhecidos sabores desenvolvidos, ressalta-se o uso do creme de leite fresco ao invés da gordura hidrogenada, comumente utilizada na produção de sorvetes.

O espaço não se limita à venda e já produziu outros eventos, sempre em parcerias com marcas ou pessoas ligadas à criatividade, caso do “Living Painting” da fachada da loja criada pelos designers do coletivo Vorko e o “Tarde Efigênia” que articulou sorvete, fotografia e tramas em torno de questões ligadas ao bairro Santa Efigênia a partir do trabalho da designer Dea Souza e da crocheteira Marcela Melo.

A elaboração dos produtos é pensada como uma narrativa, que pode ser articulada por meio dos sabores.  Para o inverno, por exemplo, os sócios focaram no desenvolvimento de sabores que utilizam ingredientes do universo das quitandas mineiras. Assim, sabores como bolo com café e casadinho podem ser apreciados.

Sobre Evas

 

Evas surgiu em 2014 como resultado da união da paisagista Carolina Cabral e da jornalista Valéria Prochnow. No ano seguinte, a artista Angélica Sant’Ana e a psicóloga Izabela Beraldo completaram o coletivo. A proposta de Evas é desenvolver produtos que articulam o micro paisagismo a soluções sustentáveis e criativas. Para tanto, todos os objetos são produzidos artesanalmente, sempre com o uso de pinturas, desenhos e da palavra.

A marca desenvolve linhas personalizadas para batizados, casamentos, aniversários e outros eventos comemorativos. Além da produção dos produtos, o coletivo se encarrega da produção dos textos, feitos a partir da história dos personagens que darão e receberão os presentes.

 

 

Serviço:

Tarde Palavra Paladar

Data: 11 de setembro

Período: das 15h às 20h

Endereço: Rua Grão Pará, 553 – Santa Efigênia 


ilovejazz-bh

 

A Praça do Papa é palco de mais um I Love Jazz nesse final de semana com atrações nacionais e internacionais. Confira a programação completa do festival: ilovejazz.com.br

Onde? Praça do Papa

Quando? 20 e 21 de Agosto (de 15h às 22h)

Quanto? Entrada gratuita

 

feira-fresca-the-plant

 

A Feira Fresca, iniciativa do The Plant, reúne o que há de melhor em produtos culinários locais e artesanais, fabricados em pequena escala. A ideia é fortalecer o conceito de alimentação consciente, mais saudável e contribuir para a economia local e a preservação do meio ambiente.

Onde? The Plant, Rua Grão Mogol 662
Quando? 20 de Agosto de 9h às 15h
Quanto? Entrada Gratuita

Mais informações aqui!

expoente-tardes-musicais-na-casa-do-baile

Domingo (21) acontece a última edição do festival Expoente – Tardes Musicais na Casa do Baile com shows de Laura Lopes e Ligalingha. A organização do evento avisa que dessa vez não vai rolar bar e recomenda que você leve seu isopor e sua canga para curtir num clima de piquenique boa música e o visual lindo da Casa do Baile. :)

Onde? Casa do Baile, Av. Otacílio Negrão de Lima, 751 – Pampulha

Quando? 21 de Agosto, a partir das 15h

Quanto? Entrada gratuita

Mais informações aqui!

 

mostra-martin-scorsese-cine-santa-tereza

 

Até 10 de Setembro, o Cine Santa Tereza sedia a mostra “Martin Scorsese: Cinema Indomável”. Nesse final de semana, serão exibidos os filmes:

20 de agosto, sábado: 17h Os Bons Companheiros (1990) e 19h Cassino (1995)

21 de agosto, domingo: 17h O Rei da Comédia (1983) e 19h30 Os Infiltrados (2006)

Onde? Cine Santa Tereza, Rua Estrela do Sul, 89 – Santa Tereza

Quando? Até 10 de Setembro

Quanto? Entrada gratuita. Distribuição de ingressos meia hora antes de cada sessão

Programação completa: http://migre.me/uHhx8

exposicao-restaurante-do-ano

Até o dia 15 de setembro, o Restaurante 2016 em parceira com a diretora artística Emmanuelle Grossi, apresenta a exposição DO QUE É NOSSO da artista plástica mineira Carolina Cordeiro.

A exposição apresenta duas séries de trabalhos. A série “Sobre o que nos concerne”, 2016, realizada na residência Red Bull Station em São Paulo, apresenta espelhos com imagens fixadas através de oxidação controlada. As imagens escolhidas são retiradas da internet e mídia em geral e trazem temáticas políticas do nosso cotidiano mais atual, como a catástrofe de Mariana até o dia seguinte à votação do impeachment, etc.

O segundo trabalho é a série de fotos de 2009 entitulada “Diário cego”. Nele a artista convidou diversas pessoas que viviam em cidades diferentes para fotografarem um dia de suas vidas. Ao receber o material transformou todas as imagens de cada pessoa em uma só através de sobreposições das mesmas. A imagem final é quase uma não imagem, mas é possível identificar um elemento ou outro.

De domingo a quarta das 12h às 17h
De quinta a sábado das 12h às 01h
Rua Levindo Lopes 158 Savassi


13178035_1016836161734160_1854630745868337047_n

“Uma oficina de produção gráfica colaborativa no Centro de Referência da Cultura Popular e Tradicional da Lagoa do Nado. Nosso olhar parte do parque da Lagoa do Nado em direção a seu entorno, a cidade, a vizinhança e as áreas verdes remanescentes. Como resgatar e tornar visíveis memórias importantes para o bairro e para a cidade? Como imaginar novas relações? Como construir uma nova perspectiva de futuro?

Tentaremos materializar nossas questões e investigações em cartazes, zines, e outros produtos gráficos impressos em Risografia”.

DATAS:
10/5 terça feira, das 19 as 22h.
12/5 quinta feira, das 19 as 22h.
14/5 sábado, das 8 as 12h, das 14h as 17h.

A oficina Vias Gráficas é parte do Projeto Reboque, uma iniciativa do J A C A – Centro de Arte Jardim Canadá/Jardim Canadá Art Center, viabilizada pela Lei Municipal de Incentivo à Cultura de Belo Horizonte, em parceria com o Centro de Referência da Cultura Popular e Tradicional Lagoa do Nado

 

As inscrições para a oficina “Vias Gráficas” podem ser feitas no link abaixo:

PARA SE INSCREVER:
http://goo.gl/forms/o6Qrs5FfLJ

Mais informações sobre a oficina:
https://www.facebook.com/viasgraficas/info/?tab=page_info