Fim da espera. Saiu o line-up completo do Festival Planeta Brasil 2018, no dia 27/01/2018 no Mineirão em Belo Horizonte.

São eles: Phoenix, O Rappa, Soja, Vintage Culture, Anavitória, 1kilo, Gabriel, o Pensador (25 anos de carreira), Mayer Hawthorner, The Beautiful Girls, Zimun,  Graveola e O Lixo Polifônico, DV Tribo, Orquestra Atípica de Lhamas, Quarto Amado & Mais Dub Por Favor.

E mais, garantindo um diferencial no festival, a 7ª edição promove encontros inusitados como: Criolo e Mano Brow, Gabriel Elias e Mariana Nolasco, Oriente e Iza, Maneva e Tati Portella, Lagum e Gabriel Gonti.

Na arena eletrônica terá Cat Dealers, Chapeleiro, Ftampa, Devochka,  Manima, KVSH, Dirty Loud, Lothief, Ricci, Guido.

Vai perder?

Serviço:
7ª edição Festival Planeta Brasil – Belo Horizonte / MG;
Dia 27 de janeiro, Esplanada do Mineirão (Portão Sul);
5 palcos, +30 atrações nacionais e internacionais, 40 mil m², Food Market;
Vendas 1º lote – 16/11
Ingressos a partir de R$120
www.sympla.com/planetabrasil
Espaços:
- Pista
Acesso ao evento / Acesso aos palcos do evento / Classificação 16 anos;
- Pista Premium Open Bar
Cerveja, Vodka, Água, Refri, Suco e Citrus / Acesso à frente de palco nos Palcos Norte, Sul e HowDeep Stage / Entrada permitida apenas para maiores de 18 anos;
- Camarote Land Spirit Open Bar Premium
Whisky, Gin, Vodka Premium, Cerveja, Refri, Citrus, Suco, Água / Palco Exclusivo no Camarote / Pocket Show e Djs surpresa nos intervalos dos shows/ Espaço Exclusivo no Palco Norte e Palco Sul / Área Coberta / Entrada diferenciada / Lounges exclusivos / Acesso à pista / Classificação 18 anos.

Planeta-Brasil-2018-divulgacao


IMG_4575

 

Uma das boas surpresas da feira Superminas 2017 foi o espaço da Santa Amália com aulas shows da chef Luisa Vilarinho. Acompanhamos uma das aulas e adoramos! E como não somos egoístas, pedimos a receita para dividir com vocês.

IMG_4610

Fusilli com ragu de linguiça

Ingredientes

1 pacote de Fusilli Santa Amália

2 pacotes molho de tomate Santa Amália

1 kg de linguiça de pernil de gomo

1 colher de sopa de manteiga

Sal

Pimenta do reino

1 maço de salsinha

4 dentes de alho cortado em cubos bem pequenos

1/2 cebola roxa cortada em cubos pequenos

1/2 cenoura cortada em cubos pequenos

Modo de preparo

Em uma panela refogar a cebola, o alho, a cenoura e a linguiça fora da tripa (retirar o excesso de gordura). Depois de tudo refogado, acrescentar o molho de tomate e um pouco de água. Deixar cozinhar por cerca de 10 minutos. Acertar sal e pimenta.

Cozinhar a massa em água fervente com sal.

Assim que a massa estiver cozida, envolver ao molho e acrescentar salsinha bem picadinha.

Servir em seguida.

Dica: Você encontra mais receitas simples e saborosas como esta no canal Santa Amália no youtube!

IMG_4630

 

Fotos: Osvaldo Castro 


feira-dos-paises

Até o dia 22 de outubro, o estacionamento do piso Ouro Preto do BH Shopping recebe a Feira dos Países, com várias novidades de diferentes nações. Marcam presença representantes da África do Sul, Bolívia, Colômbia, Chile, Dubai, Egito, Equador, Grécia, Itália, Índia, Indonésia, Japão, Nigéria, Paquistão, Peru, Turquia, Rússia, Síria, Senegal. O Brasil também está lá (claro!), com produtos de vários estados brasileiros. A entrada é gratuita!

 

No local, a misturinha que a gente gosta: o stand do Egito, por exemplo, toca música típica super alta e está em frente ao do Japão, com aquele aspecto zen. As tendas africanas vibram com estampas e jóias étnicas, a maioria com pedras naturais. Os enormes doces Sírios chamam a atenção e variam entre R$8 e R$20 (100 gramas). E o da Turquia,  atrai ao expor taças, lustres e tigelas, todos minimamente trabalhados à mão com cerâmica.

E por falar em preço, a Feira traz opções para todos os bolsos.

Destaque para a tenda da Nigéria, onde se é atendido por um simpático casal do país. Muitos colares, pulseiras, turbantes, batas e braceletes incríveis! Os preços, pelo menos das bijouterias, fica em torno de R$ 30.

Serviço

Feira dos Países

Local: Estacionamento Piso Ouro Preto – BH Shopping

Entrada: Gratuita
Horário: 
segunda a sábado das 10 às 22h – domingos e feriados das 14h às 20h;
***O valor do estacionamento segue as regras do Mall.


É feriado, é fim de semana, é hora de saber os lançamentos musicais da semana.

divulgação-miltonnascimento-tiagoiorc-Maisbonitonaoha

MAIS BONITO NÃO HÁ – MILTON NASCIMENTO E TIAGO IORC - Chegou o grande dia de ouvirmos esta parceria inesperada, porém belissíma. Esta grata parceria é para preencher os ouvidos com uma das vozes masculinas mais belas da música brasileira, do Milton Nascimento, somada à voz revelação do Tiago Iorc. Teremos oportunidade de ouvi-los ao vivo em BH no dia 03 de Dezembro no anfiteatro do Mineirão. Temos mais informações.

 

divulgação-beck-colors

COLORS – BECK - O cantor que tirou um dos principais Grammy’s da Beyoncé, está com um álbum novo. É a prova que Beck quando vai lançar um álbum não brinca em serviço.

ESCUTE: I’m So Free; Colors; Dreams.

 

divulgação-st.vincent-masseduction

MASSEDUCTION – ST. VINCENT - A cantora americana St. Vincent está de álbum novo. Aclamada por boas misturas de estilos musicais, e por ser multi-instrumentista, St.Vincent lança seu novo trabalho com músicas mais dançantes, letras mais divertidas e menos rock. Contém também grandiosas baladas.

ESCUTE: Masseduction; Hang On Me; Slow Disco; Pills.

 

divulgação-p!nk-pink-beautiful-trauma

BEAUTIFUL TRAUMA – P!NK - Depois de uma excelente fase musical com o álbum anterior, The Truth About Love, muitas vezes premiado e querido por críticos, P!ink quer manter-se na crista da onda. O álbum está mais politizado, mostrando todo o seu potencial vocal maravilhoso (sem gritar demais como no álbum anterior), não muito pop para festinhas e cercado de boas baladas,

ESCUTE: Where We Go, For Now, What About Us.

 

ESCUTE TAMBÉM: Is That For Me – Alesso e Anitta; Mano Que Zuera – João Bosco; Up To Something – Naaz; Captei Você – Garotas Suecas;

 


Foto – Fabiola Volponi

Fivo (Felipe Volponi) é um artista plástico de Belo Horizonte que está com uma belíssima exposição de pinturas e instalações chamada JARDINS, na Casa do Baile, na Pampulha, até o dia 21 de outubro, com entrada gratuita. Ele é o artista destaque da atualidade na cena artística da capital mineira. Atencioso, acessível e bem-humorado, Fivo recebeu na Casa do Baile a Ameixa Japonesa para um papo descontraído no qual ele contou sobre sua arte, carreira e exposição. É só chegar e descobrir mais sobre o Fivo e seus Jardins.

ACEITAÇÃO DO PÚBLICO

Passaram mais de 900 pessoas na Casa Do Baile para ver a exposição Jardins. “O feedback está bem positivo”, disse Fivo extremamente contente.

Famosos também têm se encantado pela arte do Fivo, como Bethy Lagardère (socialite e ex-modelo de sucesso),  Olivier Anquier (chef de cozinha e apresentador de tv), Pedro Andrade (apresentador de TV no Brasil e nos Estados Unidos), Déa Lúcia Amaral (mãe do ator Paulo Gustavo) e muitos outros.

COMO TUDO COMEÇOU

A arte na vida do Fivo começo quando criança. Ele foi ator de musical, fez comerciais de TV e já teve banda de rock. Nesta fase ele arriscava alguns desenhos. No entanto, era apenas um hobby. Virou profissão quando notou que as pessoas estavam interessadas e notando algo de diferente no que ele fazia. Fez faculdade de Design de Interiores, idealizava sua profissão nos Campanas, irmãos reconhecidos mundialmente por seus design-art em móveis. Seus sonhos tomaram outros rumos.

INSPIRAÇÕES

Todas suas inspirações afloram em torno de suas emoções. A principal inspiração do Fivo é a sua avó, Julia Volponi, que sempre esteve envolvida com arte, tocando piano e pintando. Emocionado, Fivo contou que sua avó desenvolveu câncer. Para retribuir os cuidados que sua avó sempre teve com ele, largou os estudos e o estágio para dedicar-se a ela, por 7 meses. Neste período, em meio a noites e dias sem dormir, ele começou a pintar. Isto aconteceu de forma natural e o incentivou a estudar sobre a arte. Fivo é um artista nato e autodidata. Identificou neste período os artistas, obras e traços que mais o interessavam. Começou a estudá-los e a experimentar seus próprios traços. Fivo pintou uma Vênus ao seu modo. Da Vênus surgiu a sua assinatura. Usou recortes e estampas na sua tela. As estampas pintadas são inspiradas nas vezes em que via sua avó costurando. Ali sentiu que tinha jeito para a pintura. Dos grandes artistas, suas inspirações e admirações vêm de Cândido Portinari e Yara Tupinambá.

COMO O FIVO DEFINE SUA ARTE

“Eu não sei. Eu não acho que minha arte deva ser rotulada”, disse o Fivo. Uma característica que prova isto é a falta de data em suas obras. Se as pessoas definirem suas obras como Pop Art ou qualquer outra definição, ele aceita. O que ele mais preza e afirma como uma  definição de sua arte é a identificação da pessoa com sua arte. É a pessoa ver a sua obra e se identificar naquele contexto, naqueles traços, naquelas histórias pintadas.

Fivo escolhe a pintura como a melhor forma de arte para se definir.

EXPOSIÇÃO JARDINS

divulgacao-jardins-fivo

JARDINS é a terceira exposição do artista Fivo. A atual exposição é composta por pinturas de jardins que ele vivenciou das pessoas que já passaram por sua vida. São telas inspiradas no jardim da avó, das tias, da professora, de amigos e até mesmo um inspirado em Star wars, jardim que ele idealizou e no qual gostaria de ter estado. São 10 jardins em 10 telas, 2 réplicas de telas do seu próprio trabalho, que foram vendidas mas se fazem necessárias para completar a exposição, e uma instalação. A instalação constitui-se de várias esculturas pequenas que formam um jardim.

É notório nos trabalhos da exposição o uso da cor prata nos contornos de cada elemento retratado. Fivo contou que é um fio de emoção, que é a retratação da sua memória, que leva aquilo para o surreal, como uma ideia, como a alma da lembrança.

A escolha da Casa do Baile para expor suas obras deveu-se à estreita relação dos Jardins com o visual da Lagoa da Pampulha e com o próprio jardim do espaço. Ainda, Fivo privilegia uma opção de se ver arte fora dos nichos Centro e Savassi.

PREFERIDAS PELO FIVO

Sem pensar muito, Fivo escolhe a tela “Jardim de Lino e Noca”, seus bisavós, como preferida. Ele não a considera a mais bonita, mas a considera muito especial. Motivo pelo qual é a única que ele não venderá. Ele escolheu a tela “Jardim de Ione” como a obra que melhor expressa o seu trabalho.

 

PRÓXIMA EXPOSIÇÃO EM 2018

Intitulada como “Erat Olim”, que significa “era uma vez” em latim, Fivo mostrará o universo dos contos de fadas. Fivo promete uma exposição interativa. Além de ver as obras, as pessoas poderão tocar e até mesmo conversar com algumas delas. A exposição “Erat Olim” ainda não tem data definida, mas Fivo afirma que está trabalhando no novo projeto e que em 2018 todos poderão desfrutá-lo.

Seus trabalhos estão à venda e caso a pessoa se identifique com uma pintura e queira comprá-la, basta entrar em contato com o próprio Fivo nas suas redes sociais, e buscar o trabalho ao final da exposição.

SERVIÇO:

Exposição Jardins

Até dia 21 de outubro

Artista: Fivo

Contato do Fivo: perfil do instagram @fivolponi

Onde: Casa do Baile

Endereço: Av. Otacílio Negrão de Lima, 751 – Pampulha, Belo Horizonte

Horário de funcionamento: de terça a domingo, das 9h às 18h.

ENTRADA GRATUITA