mirabilia05

 Luísa e Mannuella, as primas Luz

Duas primas com formações e habilidades diferentes, mas interesses e memórias que as uniu. Primavera de Mirabilia é uma coleção de peças únicas em que elas escrevem uma nova história para roupas e tecidos garimpados com olhar afetivo de quem aprendeu com vovó Lia o valor de um bom linho ou uma seda pura!

A coleção fica em exposição até dia 16 de Outono no espaço de arte Patrícia de Deus, na Rua Fernandes Tourinho ,145 - Savassi. A gente recomenda!

mirabilia03

mirabilia01

mirabilia04

 

Fotos: Studio Tertulia

Sobre Manuella

Mannuella Luz aprendeu seus primeiros pontos de bordado, ensinados pela avó, aos 7 anos. Historiadora e estudante de conservação e restauração, Mannuella descobriu em 2015 o trabalho de Maria Sybilla e começou, por lazer, a bordar desenhos da obra da alemã.

Sobre Luísa

Velha conhecida e muito querida pelo Ameixa, a Luísa Luz é designer de moda e proprietária o Estúdio Veste (clica aí para conhecer!). Foi ela quem fez o garimpo e a curadoria das peças tão bonitas da coleção.


Parece inacreditável que o vovô do rock progressivo esteja de volta a BH quase 30 anos depois da primeira apresentação na cidade, que aconteceu no Mineirinho em 1988, celebrando 20 anos de carreira. Ian Anderson, alma da banda inglesa Jethro Tull, chega à cidade no dia 11/10 para relembrar clássicos como”Aqualung”, “Thick as a Brick” e, esperamos que muito, muito mais (os fãs agradecem!).

ian01

Com uma carinha de maluco e uma flexibilidade invejável, Ian torna-se inesquecível pelos acordes e peripécias com sua flauta transversa nas mãos. A pessoa pode não curtir o som, achar que é “música de duende”, mas a sonoridade impacta e impressiona. A todos. Uma das músicas mais conhecidas da banda é “Bourée”, que, na verdade, é uma versão de uma composição clássica de Johann Sebastian Bach.

Em BH, uma das bandas responsáveis por apresentar o trabalho do Jethro Tull ao público mineiro nos anos 90 foi a banda Cálix. O flautista (compositor, cantor e multiinstrumentista) Renato Savassi não perde em nada para o flautista inglês e a banda conseguiu sair do cover e trilhar caminhos autorais bem interessantes.

mont

Desta feita, Ian Anderson (flauta, voz e guitarra acústica), se apresenta ao lado de Florian Opahle (guitarrista), Scott Hammond (baterista),  John O’Hara (piano, acordeão e voz), e David Goodier (baixo e vocais).

Os ingressos para o show em Belo Horizonte ainda se encontram disponíveis para venda. Os valores variam de 90 a 260 reais, e podem ser comprados na bilheteria do Km de Vantagens Hall, ou no site www.ticketsforfun.com.br.

Quem é Jethro Tull?*
O nome curioso da banda foi uma “homenagem” (ou um bulling) a um fazendeiro do interior do Reino Unido. Foi em 1967 que em Luton (sul de Londres), John Evan Band e McGregor’s Engine, uma formação que desapareceu assim que começou, lançou as bases para Ian Anderson, Mick Abrahams, Glen Cornick e Clive Bunker para criar Jethro Tull. Tudo começou no famoso Marquee Club London, onde se tornaram o novo rosto do blues subterrâneo britânico.

O sucesso os acompanhou e lançando-se em toda a Europa e nos Estados Unidos, deixando Abrahams, Cornick e Bunker no caminho. O Jethro Tull possui 60 milhões de álbuns vendidos e já realizou 2.500 concertos em 40 países. Conhecida por misturar diversos ritmos como blues, música clássica, hard rock, jazz e folk, criando um estilo único marcado pela sonoridade da flauta de seu líder Ian Anderson, a banda marcou seu nome na história do rock mundial.

*Em uma das cenas do filme Armaggedon (1988) durante o teste psicotécnico, um dos candidatos a astronauta que salvaria o mundo de uma colisão com um asteróide faz uma referência à banda: “A coisa que mais me deixa louco é quando as pessoas pensam que Jethro Tull é o nome de um cara da banda!”. E o psiquiatra responde: “Quem é Jethro Tull?”.

 

 

SHOW BEST Of JETHRO TULL BY IAN ANDERSON
Quarta-feira, dia 11 de outubro de 2017
 22h – Km de Vantagens Hall BH (Av. Nossa Senhora do Carmo, 230 – São Pedro)
Realização: TIME FOR FUN
Capacidade: 3.831 lugares
Ingressos: de R$ 90 a R$260
Classificação etária: De 12 a 14 anos: permitida a entrada acompanhados dos pais ou responsável legal. De 15 anos em diante permitida a entrada desacompanhados.
Acesso para deficientes | Ar-condicionado | Estacionamento (terceirizado): R$ 40
Site: www.t4f.com.br

 



estudio-nhnh-minas-trend-08

Estúdio NHNH, comandado pela Luisa Jordá, mostrou nessa edição do Minas Trend porque venceu o concurso Empresa Tendência, realizado pela Codemig em abril: sapatos veganos feitos com muita criatividade sem abrir mão da beleza, sofisticação, qualidade e conforto. Além disso são modelos atemporais! Já podemos morrer de amores? <3

estudio-nhnh-minas-trend-05

estudio-nhnh-minas-trend-01

estudio-nhnh-minas-trend-03

estudio-nhnh-minas-trend-07

FOTOS: OSVALDO CASTRO

Sobre o Estúdio NHNH

O ESTÚDIO NHNH (No Head, No Hands) nasceu a partir da criação de uma linha de produtos completamente veganos, ou seja, livres de qualquer matéria-prima de origem animal.

Para  a marca, criação, forma, conteúdo, inovação, ousadia e responsabilidade caminham em perfeita harmonia. A preocupação vem desde a escolha das matérias-primas mais adequadas até os métodos de pesquisa e produção, buscando sempre a redução na geração de impactos. A intenção é desenvolver produtos que consigam fazer a diferença e despertem um novo olhar, promovendo um mundo mais justo, humano e responsável.

Onde comprar? 

estudionhnh.com


carlos-penna-minastrend-inverno-2018

 

Carlos Penna, um dos destaques do Minas Trend, busca novos caminhos para produção de acessórios. Colapso, sua coleção Outono Inverno 2018, é marcada pela singularidade e pelo inusitado. Cada peça da coleção traz consigo uma história, como a bolsa e os brincos (abaixo) feitos com lava vulcânica ou colares feitos de brita.

carlos-penna-minastrend-inverno-2018-03

carlos-penna-minastrend-inverno-2018-05

carlos-penna-minastrend-inverno-2018-08

carlos-penna-minastrend-inverno-2018-01

carlos-penna-minastrend-inverno-2018-10

Fotos: Osvaldo Castro

 

Sobre o designer

Carlos Penna se envereda no universo de possibilidades que o mundo oferece, resignificando materiais, ampliando o horizonte de historias e criando uma relação única com o usuário.

Baseando-se no principio de que a peça não precisa ser necessariamente uma joia, a marca está sempre brincando com as possibilidades de formas, materiais, contextos e usos, criando com isso uma relação particular com os usuários. Isso se dá porque para nós a peça não se completa apenas no seu design, ela é além de tudo uma correlação entre o designer, objeto e usuário, que é parte fundamental no processo de significação da peça.

Vale a pena conhecer mais!

www.facebook.com/carlospennadesign

https://www.instagram.com/carlospenna.design


banner-feijoaria-2-4

Imagine um restaurante que transformou um prato tipicamente brasileiro em verbo. Foi isso mesmo que a Feijoaria fez ao criar o verbo feijoar!

“Estar com a família, com os amigos, ouvir boa música, ter boa comida e bebida e muita saúde para aproveitar tudo! Isso é FEIJOAR. Algo que vai muito além de saborear uma boa feijoada. Feijoar é saborear a vida!”

O restaurante fica em um amplo espaço no bairro Dona Clara. O sistema é buffet self service que vai desde a salada, passando por saborosos petiscos, feijoada servida com pertences separados e sobremesas de dar água na boca. Tudo por um preço único por pessoa.

No cardápio de bebidas são servidas cervejas artesanais e uma criação da casa: Caipetinha. Uma deliciosa caipirinha de limão capeta com mel e pimenta rosa! Impossível tomar uma só.

A equipe e o atendimento são de primeira e o espaço é ideal para reunir a família e os amigos e almoçar com calma…

No próximo domingo, dia 8/10 a casa apresenta o melhor do choro e samba em homenagem ao grande Cartola com a banda Angenor!

Curtiu? Ligue agora e faça a sua reserva. Marque a sua presença no evento do facebook e combine com os amigos. Difícil achar uma opção melhor pra domingueira.

Feijoaria
Banda Angenor apresenta Choro e Samba em Homenagem a Cartola

08/10 – domingo – 12 às 17h – show à partir das 13h

Preço: 69,00 / pessoa para servir-se à vontade no buffet
Reservas e informações: (31) 2526 5253 ou (31)99283-2306

Rua Desembargador Fernando Bhering, 244
Dona Clara, Belo Horizonte – MG
Telefone: (31) 2526-5253