festival-internacional-de-curtas-bh-2014

16º Festival Internacional de Curtas de Belo Horizonte - FESTCURTASBH acontece entre os dias 19 e 28 de setembro, com exibição de filmes, debates e cursos, que vão ocupar o Cine Humberto Mauro a Sala Juvenal Dias e o Espaço Multiuso Mari’Stella Tristão.

Serão exibidos 112 filmes, selecionados entre mais de 3 mil inscritos que irão compor três mostras competitivas: Brasil, Minas e Internacional e sete mostras paralelas: Animação, Corpo, Infantil, Juventude, Maldita, Materialidades e Movimentos de Mundo. O Festival vai realizar ainda duas mostras especiais dedicadas ao reexame e reinvenção histórica do cinema.

Entre os destaques da programação está o filme francês Dialogue d’ombres, o americano Hacked Circuit, e a coprodução de Alemanha, França, Itália e Portugal, Redemption.

O público também poderá participar gratuitamente de mesas de debate, além de cabines para até duas pessoas, que estarão disponíveis para que os interessados assistam a todos os filmes inscritos, com liberdade para montar a própria programação.

Mais informações: festcurtasbh.com.br 

Via: Fundação Clóvis Salgado


mostra-indie-bh-filmes
Belo Horizonte recebe mais uma vez a Mostra Indie de Cinema, já tradicional na cidade. O festival que vai até o dia 10 de Setembro, conta com 62 filmes inéditos (de 20 países!) divididos em 5 mostras: Mostra Mundial, Indie Brasil, Música do Underground, Albert Serra e Eugène Green.

 

Onde assistir?
Belas Artes Cinema (Sala 1: 138 lugares |Sala 2: 123 lugares | Sala 3: 76 lugares)
Rua Gonçalves Dias, 1581 – Funcionários
Cine Humberto Mauro (136 lugares)
Av. Afonso Pena, 1537 – Centro
SESC Palladium – Sala Prof. José Tavares de Barros (82 lugares)
Av. Augusto de Lima, 420 –  Centro
Quando?
De hoje ao dia 10 de Setembro.
Qual a programação?
A programação completa e sinopses do filmes estão aqui: indiefestival.com.br/2014/bh
Quanto custa?
Entrada franca (ingressos disponíveis nas bilheterias dos espaços 30 minutos antes de cada sessão)
Onde encontro mais informações?

o-iluminado-mostra-stanley-kubrick-em-bh

A partir da próxima sexta (08.08), o Cine Humberto Mauro apresenta Stanley Kubrick – De olhos bem abertos, que fará uma retrospectiva completa do cineasta. A mostra começa em grande estilo: no primeiro final de semana, contará com uma maratona de 35 horas de exibição das principais obras de Kubrick.

 

35 HORAS DE KUBRICK

08 SEX

14h STANLEY KUBRICK – DE OLHOS BEM ABERTOS | O grande golpe (The killing, EUA, 1956) | DCP | 16 anos | 85’

16h STANLEY KUBRICK – DE OLHOS BEM ABERTOS| Glória feita de sangue (Paths of glory, EUA, 1957) | DCP | 16 anos | 88’

18h STANLEY KUBRICK – DE OLHOS BEM ABERTOS | Dr. Fantástico (Dr. Strangelove or: how I learned to stop worrying and love the bomb, EUA, 1964) | DCP | 14 anos | 95’

20h15 STANLEY KUBRICK – DE OLHOS BEM ABERTOS | Nascido para matar (Full metal jacket, Inglaterra, EUA, 1987) | DCP | 18 anos | 116’

22h45 STANLEY KUBRICK – DE OLHOS BEM ABERTOS | 2001 – Uma odisseia no espaço (2001: A space odyssey, EUA, Inglaterra, 1968) | DCP | Livre | 160’

 

09 SÁB

02h15 STANLEY KUBRICK – DE OLHOS BEM ABERTOS | Laranja mecânica (A clockwork orange, Inglaterra, EUA, 1971) | DCP | 18 anos | 136’

05h STANLEY KUBRICK – DE OLHOS BEM ABERTOS | O iluminado (The shining, Inglaterra, EUA, 1980) | DCP | 18 anos | 144’ + Café da manhã

09h STANLEY KUBRICK – DE OLHOS BEM ABERTOS | Lolita (Inglaterra, EUA, 1962) | DCP | 18 anos | 152’

12h15 STANLEY KUBRICK – DE OLHOS BEM ABERTOS| Spartacus (EUA, 1960) | DCP | 16 anos | 197’

16h STANLEY KUBRICK – DE OLHOS BEM ABERTOS| Barry Lyndon (Inglaterra, EUA, 1975) | DCP | 14 anos | 184’

19h30 STANLEY KUBRICK – DE OLHOS BEM ABERTOS | De olhos bem fechados (Eyes wide shut, Inglaterra, EUA, 1999) | DCP | 18 anos | 159’

 

A mostra que fica em cartaz até o dia 28 de Agosto e tem entrada gratuita. Para ver a programação completa, clique aqui!


maleficent531dfbf0eaacd_src

12abr2014---walt-disney-pictures-divulga-novas-imagens-do-longa-metragem-malevola-com-angelina-jolie-1397397364888_956x500

Não precisava nem assistir por completo para saber que o filme “Malévola”, o longa da Disney, iria enfeitiçar o público. Primeiro porque no papel de atriz principal podemos nos encantar pela beleza estonteante de Angelina Jolie, que segura a imagem caricata da personagem sem ficar forçada. E, depois, pela quantidade de lançamentos de moda e beleza a que “Malévola” emprestou o seu nome, como M.A.C, Ellus, Marisa…

De fato, o longa, embora seja da Disney, não carrega a pegada de conto de fadas e aquele final que já sabemos. Aurora, conhecida também como “Bela Adormecida” (no filme, interpretada com dose extra de doçura por Elle Fanning) não é a história que você irá assistir no cinema. O filme é muito mais que isso e conta a verdadeira (acredite se quiser) história da protagonista, revelando os fatos que endureceram seu coração.

Maleficent-(2014)-89

12abr2014---walt-disney-pictures-divulga-novas-imagens-do-longa-metragem-malevola-com-angelina-jolie-1397397369733_956x500

Vale ressaltar também a trilha sonora – em especial a final – com a bela canção “Once Upon A Dream” do clássico de 1959. A nova versão é cantada por ninguém menos que Lana Del Rey (veja abaixo).  Bom filme!


tele-gaucho

Estava ansioso para ir ao cinema quando assisti ao trailer do filme francês “Anos Incríveis” (2012) que continua como pré-estreia em Belo Horizonte. A pressa me fez concluir que o filme tratava de uma televisão clandestina formada por reacionários franceses de esquerda. Achei e interessante e resolvi ir ver.

Depois de alguns minutos de filme, vi que não estava errado, porém, percebi que havia apenas identificado o pano de fundo do longa. Na verdade, o filme é uma comédia que mostra a busca de Vitor (Félix Maoati) por seu sonho de se tornar um diretor de cinema..

Ao sair do filme me senti leve e nostálgico. A primeira sensação se deve ao fato de ter dado algumas sinceras gargalhadas durante a exibição. A segunda foi porque lembrei daquela fase no início da juventude em que os sonhos e ideais parecem tão fáceis de alcançar que a palavra obstáculo começa a não fazer sentido.

tele-gaucho_447565_21267

Em “Anos incríveis”, durante 112 minutos, o amor e crença do personagem principal são o gás do roteiro que somado as cenas hilárias – com destaque para a atriz Sara Forestier – fazem dessa comédia um bom programa para este sábado à noite – até que ele estreie definitivamente por aqui.

Apaixonado pela profissão que escolheu, Vinícius Lacerda é jornalista e acredita que literatura e cinema são, além de entretenimento, uma prazeroso meio de autoconhecimento.