mostra-do-filme-livre

Estão abertas – até o dia 25 de maio – as inscrições para a Oficina de Vivência Audiovisual durante a Mostra do Filme Livre 2015 em BH, que acontece no CCBB-BH. A oficina será ministrada pelo diretor Christian Caselli, realizador independente carioca que já dirigiu, roteirizou e editou mais de 40 curtas-metragens e videoclipes. Seus trabalhos mais conhecidos são “O Paradoxo da Espera do Ônibus”, “Proibido Parar” e “Cinco Poemas Concretos”. Também é o responsável pelas vinhetas da MFL e já ministrou oficinas em diversos estados do Brasil. Mais informações no material abaixo. Inscrições em http://bit.ly/1R3Qs0q.

Sobre Mostra do Filme Livre

A Mostra do Filme é a mais longa mostra brasileira focada na difusão da produção autoral e independente nacional, com mais de 200 filmes de todos os gêneros, formatos e durações. Confira a programação completa em www.mostradofilmelivre.com


bowie

A mostra Cinema e Rock’n Roll volta ao Cine Humberto Mauro de hoje (27.03) a 9 de abril. São 14 dias de exibições com filmes cujas temáticas permeiam o universo musical, cultural e estético de diferentes gerações do rock.

Com a curadoria de Bruno Hilário e Philipe Ratton, a mostra exibe documentários como O lixo e a fúria, de Julien Temple, retratando a história dos Sex Pistols e do movimento punk na Inglaterra dos anos 70. Além disso, estão na programação docshows como Um filme sobre Jimi Hendrix, de Joe Boyd e Ziggy Stardust and the Spiders from Mars, de D.A. Pennebaker, sobre David Bowie.

Alguns dos filmes da mostra escolhem um caminho diferente: apropriam-se da música para criar uma narrativa ficcional, como é o caso de Tommy, de Ken Russell, baseado no disco homônimo da banda britânica The Who. Todas as sessões são gratuitas.

Cinema e Rock’n Roll – III

De 27 de Março, Sexta a 09 de Abril, Quinta

Local: Cine Humberto Mauro | Palácio das Artes - Avenida Afonso Pena, 1537 

CONFIRA A PROGRAMAÇÃO COMPLETA 

SINOPES DE TODOS OS FILMES


Interior_sala_Cine_104

Depois de praticamente um mês fechado para reformas, o Cine 104 reabre nesta quarta-feira com novidades em sua sala de exibição. Agora ele está com tela nova e equipamento de som no formato Digital Cinema Package (DCP) para garantir ainda mais qualidade na exibição dos filmes. A partir das 20h30, o cinema reabre com a pré-estreia em Belo Horizonte do longa-metragem “O Fim de uma Era”, de Bruno Safadi e Ricardo Pretti. A sessão especial é gratuita, com distribuição de 50% dos ingressos para o público, 30 minutos antes da sessão. Em caso de lotação, a sessão será reprisada às 22 horas.

16863940552_294779011a_h
Filme de Bruno Safadi e Ricardo Pretti – pré-estreia no dia 25.03, no Cine 104

Além da mudança nos equipamentos de projeção da sala, o Cine 104 aposta em novos projetos para 2015, priorizando sempre a exibição de filmes brasileiros e garantindo espaço para a produção local. Um dos projetos que mais adoramos é o “Curta no Almoço”, que promoverá sessões gratuitas às terças e sextas (13h e 13h30) para quem tem aquela horinha a mais no meio do expediente e queira fazer algo legal, já que as seções são bem rapidinhas. Vale, inclusive, unir o útil ao agradável e almoçar no Café 104, que tem opções para o almoço, principalmente para quem trabalha na região.

O Cine 104 funciona de terça a domingo e fica na Praça Ruy Barbosa, 104, Centro. Confira a programação de exibição no site oficial.

Confira a programação de reabertura:

Programação Cine 104 – 25 a 01 de abril de 2015

Evento: Reabertura do Cine 104

Data: 25.03 (quarta-feira)

Pré-estreia do longa-metragem “O Fim de Uma Era”

Com a participação dos diretores Bruno Safadi e Ricardo Pretti, do montador Luiz Pretti e do fotógrafo Lucas Barbi.

Horário: 20h30

Sessão gratuita (serão disponibilizados 50% dos ingressos para o público, 30 minutos antes da sessão; em caso de lotação o filme será reprisado às 22 horas)

Programação a partir de 26.03 (quinta-feira) até 01.04 (quarta-feira)

17h15 e 19 horas – Branco Sai, Preto Fica (estreia)

20h40 – A História da Eternidade (estreia)

 

Branco Sai, Preto Fica – 17h15 e 19 horas

* Prêmio de Melhor Filme, ator e direção de arte no 47º Festival de Brasília; Melhor Filme no Festival Mar Del Plata; Menção Honrosa na 17ª Mostra de Cinema de Tiradentes e Seleção oficial dos festivais de Hamburgo, Vienna, Torino e Doc Lisboa, dentre outros.

Direção – Adirley Queirós

Brasil/ DF, 2014, 90 min

Classificação indicativa – 12 anos

Sinopse - Tiros em um baile black na periferia de Brasília ferem dois homens. Um terceiro vem do futuro para investigar o acontecido e provar que a culpa é da sociedade repressiva.

Trailer = https://www.youtube.com/watch?v=NJ_zeRJKUI4

A História da Eternidade – 20h40

* Prêmio de Melhor filme, direção, ator, atrizes e Prêmio da Crítica no 6º Festival de Paulínia; Seleção Oficial do Festival de Roterdã 2014.

Direção – Camilo Cavalcante

Brasil/ PE, 2014, 120 min

Classificação indicativa – 16 anos

Sinopse - Em um pequeno vilarejo no Sertão, três histórias de amor e desejo revolucionam a paisagem afetiva de seus moradores. Personagens de um mundo romanesco, no qual suas concepções da vida estão limitadas, de um lado pelos instintos humanos, do outro por um destino cego e fatalista.

Site oficial = www.ahistoriadaeternidade.com

Trailer - https://www.youtube.com/watch?v=8TEuLkC7I68


Pra quem teve disposição de acompanhar na TV, ontem rolou mais um red carpet – o segundo do ano, após o Globo de Ouro – o SGA Awards, que é basicamente os destaques do cinema e da TV escolhidos pelos próprios atores e atrizes. Premiações à parte, o que interessou pra gente mesmo foram os looks escolhidos pelas celebridades, não é mesmo? Então selecionamos os nossos 5 preferidos que merecem nosso destaque aqui. E aí, concordam com as nossas escolhas?

Jennifer Aniston resolveu investir na sensualidade no look dourado do John Galliano  É a segunda vez que ela aposta no decotão sexy e coloca um colar tipo body chain pra valorizar ainda mais. Parece que ela encontrou mesmo a fórmula do sucesso: sensualidade na medida e o cabelo solto, assim, básico e lindo.

250E7FF300000578-2926150-Exotic_Jennifer_Aniston_was_a_bronze_beauty_in_a_vintage_Gallian-a-26_1422260354311

Julianne Moore mais uma vez esfrega na nossa cara o quanto é bonita e maravilhosa sem envelhecer nunca no seu auge dos seus 54 anos de idade. Esse longo todo bordado verde, da Givenchy, e os cabelos levemente ondulados ficaram lindos. Aliás, ruiva fica sempre linda de verde, né?

Julianne-Moore-sag-awards-red-carpet-2015

Emma Stone é difícil de errar no tapete vermelho. Desta vez ela inovou: usou um modelito preto assinado por Dior, que é uma espécie de blazer-vestido arrematado com um tule. A peça sozinha pode não ser tão bonita, mas devemos concordar que ela conseguiu dar uma glamourizada no look e o resultado ficou bem lindo. Principalmente arrematado com esse batom vermelho.

1422240759_emma-stone-zoom

Lupita Nyong’o já deixou claro mil e uma vezes que é ícone de estilo. Seus looks no red carpet sempre são comentadíssimos e elogiados. Exceto no Globo de Ouro deste ano, em que ela abusou demais das estampas florais. De qualquer forma, desta vez ela “sambou na cara da sociedade” e usou um dos modelos de vestido que eu acho mais lindo e sexy, que é a manga comprida combinada com o decote profundo. Este é assinado por Elie Saab. Maravilhoso!

Celebrities-SAG-Awards-Red-Carpet-2015

Julia Roberts provou que red carpet não é só feito de vestidos longos. Inovou usando um pretinho básico com esse macacão lindo da Givenchy. Deixou o corpo alongado, ficou chic e lindíssima.

250E854500000578-0-image-m-79_1422237966420


A dica pro fim-de-semana é correr pro cinema pra assistir Tim Maia!

timmaiaofilmecartaz-01

Nossa equipe foi conferir e o filme é incrível. Sabe aquelas cotações de jornal que vão do bonequinho dormindo ao bonequinho aplaudindo ao filme de pé? Pois é, na cotação do Ameixa Tim Maia ganha um bonequinho em pé, cantando e dançando. É isso o que se tem vontade de fazer durante boa parte do filme.

Para quem conhece bastante a biografia do gênio Tião, o filme dá rostos e formas para os personagens em uma caracterização incrível! Para quem não conhece muito mais que as músicas, mostra o quanto o Síndico foi importante para o cenário musical brasileiro.

Desde a infância Tim Maia era encantado pela música, mas foi na adolecência que junto com Roberto Carlos, Erasmo Carlos e Jorge Ben que ele apareceu na TV. O grupo Os Sputiniks fez sua tímida estreia no programa do Impera, como era chamado o apresentador Carlos Imperial.

tim-maia-filme-01

Pra quem acha que escova progressiva é uma invenção recente, o filme mostra que os meninos da Tijuca já usavam, ou tentavam usar esse recurso desde os anos 50.

Nem só de bons momentos é o filme ou a vida do cantor, mas os perrengues dão o tom necessário de realidade.

Por ser uma biografia de uma vida e uma época agitadíssima é possível se perder com os fatos e personalidades. Como feito no filme Deserto Azul, do mineiro Eder Santos, seria maravilhoso receber pelo celular informações extras sobre os personagens, datas e curiosidades.