Nesta edição, os filmes selecionados abordam a oposição de um ambiente conservador e a busca por liberdade individual.

curta-circuito-bh

Hoje (18) o público confere O Puritano da Rua Augusta, comédia de Amácio Mazzaropi. A sessão será comentada pelo crítico Fábio Feldman. E, no dia 25, será exibido A Viúva Virgem, de Pedro Carlos Rovai.

As exibições acontecem sempre nas segunda-feiras, às 20h, com entrada gratuita e retirada de ingressos meia hora antes do início dos filmes.

SERVIÇO
18/07 SEG

20h CURTA CIRCUITO | O Puritano da Rua Augusta, de Amácio Mazzaropi (SP, 1965) | Exibição em digital | Livre | 95’

Industrial puritano e conservador critica os hábitos modernos de seus filhos, fãs de rock’n’roll, e a rotina da esposa, uma madame que passa os dias entre encontros fúteis e chás beneficentes. Porta-voz dos bons costumes, ele adere a uma liga moralizante, mas, por conta dos conflitos com os parentes, adoece e vai parar num asilo. Tempos depois, já curado e disposto a se vingar, ele coloca em ação um plano de “modernização” pessoal para lidar com a esposa e os filhos.

Bate-papo após a sessão com o crítico Fábio Feldman
25/07 SEG

20h CURTA CIRCUITO | A Viúva Virgem, de Pedro Carlos Rovai (RJ, 1972) | Exibição em 16mm | 18 anos | 100’

Cristina fica viúva na noite de núpcias. Abalada, vai para o Rio e fica no apartamento que herdou do marido. Lá, o malandro Constantino passa a cortejá-la e o fantasma do esposo aparece e a impede de perder a virgindade.

Bate-papo após a sessão.

EVENTO
Curta Circuito

DATA
De 18 de Julho, Segunda a 25 de Julho, Segunda

HORÁRIO
20h

LOCAL
Cine Humberto Mauro

INFORMAÇÕES PARA O PÚBLICO
3236-7400


festival-liberte-bh

Até o dia 17 de julho, Belo Horizonte está em clima francês para celebrar o Festival Liberté, que reúne palestra, teatro, cinema, fotografia e encerra com música e gastronomia típica na Festa Francesa, já tradicional na capital mineira. Confira a programação!

 

12/07 - Apresentação do espetáculo teatral em francês “Mort et Vie Sévérine” (Morte e Vida Severina).

Horário: 20 horas

Local: Teatro de Bolso Júlio Mackenzie – Sesc Palladium.

Entrada franca.

13/07 a 16/07 - Mostra Liberté Brasil*

Local: MIS Cine Santa Teresa.

Entrada franca.

14/07 a 29/07 - Exposição Fotográfica Studio Harcourt/Paris.

Local: Circuito Cultural Banco do Brasil.

Entrada franca.

festa-francesa-bh-2016

17/07 - Festa Francesa

Local: Praça José Mendes Júnior – Savassi (ao lado da Praça da Liberdade).

Horário: das 10 às 21h

Entrada: Um quilo de alimento não perecível. Postos de troca: Duke ‘n’ Duke, Wals Gastropub, Tasting Roon Cervejaria Wals e Stadt Jever

 

* Programação da Mostra Liberté Brasil

DIA 13/07 – Quarta-feira

16h00 – À beira do mundo (Claus Drexel / França / 2013 / Documentário / 98 min).

20h30 – Contraplano (Leonardo Good God / Brasil / 2015 / Ficção / 13 min).

E as coisas se encostam (Fabiano Araruna / Brasil / 2015 / Ficção / 14 min).

Os olhos de Cecília (Victor Hugo Fiuza / Brasil / 2015 / Ficção / 19 min).

A moça que dançou com o diabo (João Paulo Miranda Maria / Brasil / 2015 / Ficção / 14 min).

OBS.: sessão seguida de debate com os diretores Leonardo Good God e Fabiano Araruna.

DIA 14/07 – Quinta-feira

16h00 – Landes (François-Xavier Vives / França / 2013 / Comédia dramática / 82 min).

20h30 – Jovens donzelas (Flavio Sardinha / Brasil / 2016 / Ficção / 14 min).

Deixa a chuva cair (Juscelino Ribeiro / Brasil / 2015 / Documentário / 26 min).

O céu sobre teus ombros (Luiz Maximiliano / Brasil / 2015 / 14 min).

DIA 15/07 – Sexta-feira

16h00 – O intruso (Claire Denis / França / 2004 / 119 min).

20h30 – Sorte e fortuna (Fernando Leal de Souza / Brasil / 2015 / Ficção / 15 min).

Luz Clara (Alexandre Melo / Brasil / 2015 / Ficção / 15 min).

Tudo que você ama lhe será arrebatado (Lucas Tomaz Neves e Leonardo Granado / Brasil / 2015 / Ficção / 15 min).

O canto do claustro (Gustavo Minho / Brasil / 2015 / Ficção / 12 min).
DIA 16/07 – Sábado

17h00 – Coisa-Malu (Paula Cintra Ferreira e Tobias Rezende / Brasil / 2015 / Ficção / 24 min).

Rodrigo Hermann: vida e obra (Elisa Hermann / Brasil / 2015 / Documentário / 17 min).

Domingo (Alan Leonel / Brasil / 2015 / Ficção / 13 min).

1206 (Mia Mozart / Brasil / 2015 / Ficção / 13 min).


tumblr_o4m4a2DJ741v95g8so1_1280

 

O filme em cartaz “Como Eu Era Antes de Você”, adaptado do best-seller de mesmo nome, estreou oficialmente no Brasil ontem, dia 16, e já está dando o que falar. Mais conhecido por causa da polêmica em que se envolveu ou pela choradeira que ele causou em todo mundo (já digo que, se você ainda não assistiu, vá de máscara a prova d’água!), o filme conquistou mesmo o Ameixa por causa do figurino da personagem principal, Louisa Clark (Emilia Clarke).

Lou é contratada para ser cuidadora de Will (Sam Claflin), um homem rico (e gato) que sofreu um acidente e ficou paraplégico. Will é bem mau humorado, o contrário de Lou, que é uma alegria em pessoa, e assim a história de desenrola, com ela tentando animá-lo e tudo mais. É um filme que faz a gente pensar, sabe? Vale a pena assistir, mesmo se for para ficar revoltado.

 

tumblr_o8ba2py3en1vwe3s6o1_540

 

Bom, mas vamos falar sobre as roupas. Louisa é uma moça que sonha em fazer faculdade de moda. Quando ela fala sobre esse sonho no filme, para mim não foi surpresa nenhuma, porque fica bem claro que ela se diverte com o que veste e tem um estilo único que combina muito bem com sua personalidade. As roupas são sempre coloridas, com mix de tudo: cores, estampas, texturas. Tudo isso, misturado com meias e sapatos super diferentões. (Parece meio roupa de “a tia louca dos gatos”, mas eu juro: funciona. Os looks tem um styling incrível, que sempre conversam muito bem com os penteados, estes que também não ficam para trás no quesito “irreverência”.)

 

1

 

2

 

3

 

4

 

tumblr_o2o0xtIbn21uxb9ydo6_400

 

tumblr_o8bd5gbh5Y1vwe3s6o1_540

tumblr_o8bd5gbh5Y1vwe3s6o2_540

 

tumblr_o87kd1NINx1ulesryo1_500

 

tumblr_o6mnh46HOM1ulesryo1_500

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Devo confessar que não achei nenhum dos meus looks preferidos em foto para esse post. Mas, quando vocês forem assistir, lembrem de mim quando virem as roupas que ela usa no jantar de aniversário, tá? Também tive a impressão de que, do início até o final do filme, as produções da personagem principal foram ficando mais “limpos”. É uma metáfora para alguma coisa, será? Quem assistiu e tiver uma teoria, fala comigo!

Juro que fiquei bem inspirada em todo o figurino, viu? Já até voltei a usar minhas meias estampadas e coloridas! Uma ótima pedida para incrementar aquele look sem graça de inverno. Mais diversão na hora de se vestir já! <3

ASSINATURA-LUIZA-GODOY

 


13115914_1102434573154656_7431338747976229256_o

 

Acontece amanhã (14) a segunda edição da Feira Singular. Consumir com consciência é o lema da feira, por isso eles reúnem artistas independentes, empreendedores criativos, marcas que se preocupam com o meio ambiente, produções feitas à mão. Conheça as marcas participantes na página do evento!

Quando? 14 de Maio, sábado, de 10 às 18h

Onde? The Plant – Rua Grão Mogol, 662

a-cerejeira-e-o-tempo

A Exposição A Cerejeira e o Tempo – Reflexões sobre moda, pessoa e consumo aborda questões essenciais para ao universo da moda, sua relação com o indivíduo e a sociedade.Por que consumimos tanto? São as roupas descartáveis? O fazer moda e suas técnicas necessitam de tempo para serem duráveis?

Quando? Até 15 de Maio

Onde? Centro de Referência de Moda – Rua da Bahia, 1149 – Centro

Informações: fanpage do evento

feira-imaginaria-2

Domingo (15) é dia da 2a edição da Feira Imaginária . Além da feira com produtores locais de moda, design, acessórios e comidinhas… a Casa Imaginária terá uma extensa programação durante todo o dia e piscina liberada! Confira a programação na fanpage do evento.

Quando? 15 de Maio, domingo – de 10 às 20h

Onde? Casa Imaginária - Rua Cristina, 1261 – Santo Antônio

love3d-passoubatido

Uma seleção de filmes recentes, ainda inéditos em Belo Horizonte, ou que ficaram pouco tempo em cartaz na cidade, chega ao Cine Humberto Mauro de 13 de maio a 15 de junho, em uma nova edição da mostra Inéditos/Passou Batido. Clique aqui para ver a programação completa e sinopse dos filmes!

Quando? Até 15 de Junho

Onde? Cine Humberto Mauro – Avenida Afonso Pena, 1537

santa-tereza-mercadoO Mercado Distrital de Santa Tereza recebe no domingo (15) o projeto Mercado Vivo + Verde com feira de alimentos agroecológicos, orgânicos e artesanais, economia solidária, rodas de conversa,  gastronomia e intervenções artísticas (Música, Dança, Circo, Artes Visuais).

Quando? 15 de Maio, Domingo – de 10 às 18h

Onde? Mercado Distrital de Santa Tereza – Rua São Gotardo, 273

 


bf8452a0-cc90-4b97-8186-9aabe76b2d5f

 

No ano em que comemora 15 anos de história, a Mostra de Cinema Permanente Curta Circuito fecha a programação do primeiro bimestre com duas sessões para lá de especiais. A primeira acontece na próxima segunda-feira, dia 25 de abril, às 20h, como de costume, no Cine Humberto Mauro onde será exibido o documentário Moscou (Eduardo Coutinho, 2009), seguido de bate-papo com os atores Chico Pelúcio e Inês Peixoto, integrantes do Grupo Galpão. A segunda sessão, que acontece pela primeira vez na Benfeitoria, mistura cinema e música, com apresentação da banda Djalma Não Entende de Política e exibição do filme O Filhos de João, Admirável Mundo Novo Baiano (Henrique Dantas, 2009), na quarta-feira, dia 27 de abril, a partir das 19h. Tudo, como sempre, com entrada franca.

Dando continuidade a temática Cinema e Teatro, trabalhada nas primeiras sessões de 2016, o Curta Circuito apresenta Moscou, documentário dirigido pelo grande cineasta Eduardo Coutinho, falecido em 2014. O filme registra três semanas de ensaio do Grupo Galpão durante a montagem da peça “As Três Irmãs”, de Anton Tchekhov, que premeditadamente nunca chegaria aos palcos. Lançado em 2009 em meio à várias polêmicas, Moscou transborda as barreiras do documentário e leva o diálogo entre o real e o fictício para um novo patamar. (Leia mais sobre o filme no texto anexo do crítico de cinema Francis Vogner).

d7d14124-87f8-4132-82e7-0039d2455a6c

Moscou |Eduardo Coutinho, RJ, 2009, 78’
Em Belo Horizonte, o Grupo Galpão e o diretor de teatro Enrique Diaz se dispuseram a enfrentar o desafio de “montar”, em três semanas, a peça “As Três Irmãs”, de Anton Tchekcov. O filme é composto de fragmentos dos workshops, improvisações e ensaios de uma peça que não teve e nem terá estreia.

Sessões na Benfeitoria_ Recordar é Viver
Dentro das comemorações de aniversário da mostra, que não poderia passar batido, o Curta Circuito fará sessões especiais na Benfeitoria com o tema: Recordar é viver. A ideia é trazer de volta alguns dos filmes que passaram pela programação durante esses 15 anos de trajetória. O primeiro escolhido é Filhos de João, o admirável mundo novo baiano, que retrata a história dos Novos Baianos e a relação de Pepeu Gomes, Moraes Moreira e o resto do grupo (exceto Baby do Brasil que não autorizou a exibição de seu depoimento) com o músico João Gilberto. O documentário, dirigido por Henrique Dantas, levou o Prêmio Especial do Júri e Prêmio do Júri Popular no Festival de Brasília. O filme será exibido às 20h (o local abre às 19h), seguido da apresentação da banda Djalma não Entende de Política, em formação especial, tocando apenas Novos Baianos. A entrada é gratuita. O convite é para o público entrar no clima da Tropicália e ir à caráter. A melhor caracterização de Novos Baianos vai ganhar brindes do Curta Circuito e um shot especial da Benfeitoria.

 

novos-baianos-curta-circuito
Filhos de João, o admirável mundo novo baiano| Henrique Dantas, RJ, 2009, 75′
Um panorama da música popular brasileira dos anos 60 e 70 através do grupo musical Novos Baianos, que marcaram a música popular brasileira utilizando-se de vários ritmos musicais que vão de bossa nova, frevo, baião, choro, afoxé ao rock n’ roll. Uma retrospectiva do estilo de vida comunitário adotado por seus integrantes e a influência sofrida pelo grupo do cantor João Gilberto.

Sobre o Curta Circuito – Cinema de Afeto
Com o tema Cinema de Afeto, o Curta Circuito completando 15 anos de atividade em 2016 e tem muito o que comemorar. Durante sua trajetória, a Mostra de Cinema Permanente, que exibe exclusivamente filmes nacionais, sempre com entrada franca, conseguiu reunir um público de mais de 70 mil pessoas, que estiveram presentes em quase cinco mil sessões. A mostra, que a partir deste ano é dirigida por Daniela Fernandes, da Le Petit Comunicação Visual e Editorial, é uma das referências em Minas e no Brasil como ação de formação qualificada de público, espaço de reflexão, debates sobre a cultura audiovisual e todos os aspectos que a envolvem, sejam técnicos, narrativos, estéticos, culturais e políticos. Tendo já atuado em 18 cidades de Minas Gerais, São Paulo, Bahia e Pará, a mostra hoje foca no público belo-horizontino e tem como “sede” de suas exibições o Cine Humberto Mauro. Já passaram pelo projeto convidados como Nelson Pereira dos Santos, Zé do Caixão, Sidney Magal, Othon Bastos, Antônio Pitanga, entre outros. O Curta Circuito atua também na preservação e memória do cinema brasileiro, trabalhando no restauro de filmes, em parceria com a Cinemateca do MAM RJ. A iniciativa recebeu Mention do D’Hounner em Milão, em 2013, pela restauração do filme “Tostão, a fera de Ouro”, da década de 1970.

 

Filme | Moscou + bate-papo com Chico Pelúcio e Inês Peixoto
Data | 25 de abril (segunda-feira)
Local | Cine Humberto Mauro | Palácio das Artes
Horário|20h
Entrada gratuita_ Sujeito a lotação do espaço
Classificação Indicativa| 16 anos
Capacidade da Sala | 129 lugares (ingressos poderão ser retirados meia hora antes da sessão)

Filme | O Admirável Mundo Novo Baiano + Djalma não entende de política
Data | 27 de abril (quarta-feira)
Local | Benfeitoria _ Rua Sapucaí, 153
Horário|19h (abertura do local)
Entrada gratuita_Sujeito a lotação do espaço
Capacidade | 130 pessoas