Já tá em clima de Carnaval? Nós também! Pensando nisso, descobri as tiaras maravilhosas da designer Endora Mello. Difícil foi escolher a seleção das mais lindas para colocar aqui. Estou completamente apaixonada. Quer fantasia mais linda que investir no make e usar uma dessas coroas lindas para cair na folia?

Confira outros modelos na página By Endora.

Para quem se interessar em comprar em BH, vai rolar o Bazar Todas as Cores nos dias 31/01 e 01/02 (sáb. e dom.), de 10h30 às 17h30, no Caiçara – R. Minerva 328. Vamos?

10891942_420061038147921_956659904115466572_n

10917468_420436378110387_6958103444429486850_n

10920916_420436221443736_934472786247522667_n

10923205_420436354777056_8975296091561803498_n
10931310_421224011364957_4867785133391108346_n


JF140805_251 JF140805_263

Morrendo de amores por esses modelos da colab do Caio Braz com a marca gaúcha Perky, que transformou as estampas do artista em espadrilhes, sneakers e mocassins que são a cara do verão. Nesta coleção, Caio segue viajando pelo mundo e homenageia a “Arte de Viajar pelas Cinco Regiões do Brasil”, com estampas que retratam a flora e a fauna destes lugares. Olha que linda a estampa do Sudeste, cheia de frutinhas <3

450xN

O que eu curti também, além dessas estampas maravilhosas, é que servem tanto para homens e para mulheres, já que a numeração vai do 33 ao 44 (ótimo para mim que calça 40/41). Meus pés agradecem, rs!

As peças estão à venda na loja virtual do Caio Braz.


norm4[1]

Não posso deixar de negar que os excessos me incomodam, assim como a falta. O equilíbrio, com certeza, deveria ser nosso objetivo. É possível que as pessoas precisem experimentar os extremos para chegar ao caminho do meio.

Na moda atual, tenho que confessar que os excessos têm me incomodado bastante. Quando se vê na  TV, nas revistas e nas mídias sociais, mulheres com excesso de maquiagem, corpos excessivamente malhados, cabelos com muita química, etc, etc, etc. São o que NÃO são. Capazes de colocar a própria vida em risco, injetando no corpo substâncias “mágicas”que vão deixar seu abdomêm mais malhado ou as coxas mais torneadas. Botox, preenchimentos em abundância, plásticas deformantes. Deixo claro que não sou contra procedimentos estéticos, desde que feitos de maneira inteligente, respeitando em primeiro lugar o ser humano.

Quando comecei a ler sobre a nova tendência do mercado fashion, a normcore, confesso que fiquei feliz, não que goste de tudo da tendência, como a silhueta, pois gosto de uma silhueta mais feminina, mas, pela filosofia da mesma. Segundo Sean Monahan, do super escritório de forecasting, K-Hole, criador desta tendência, declara: “normcore é um desejo de ser anônimo”, numa sociedade em que todos querem aparecer mais e mais nas mídias sociais, com selfies e looks do dia, a normcore pode trazer um sopro de equilíbrio a atual sociedade egoísta e ao mesmo tempo tão carente. Também gostei da declaração de Glorinha Khalil :”Qual foi o fashionista que nunca saiu de casa de jeans e camisa – ou camiseta? Ou de legging e camisetão? Ou de roupa de ginástica? Ou botou qualquer coisa toda preta para ir ao cinema?”

Steve Jobs, com suas camisetas com gola olímpica e jeans, e o comediante Jerry Seinfeld são dois ícones desta tendência.

Steve-Jobs-Android-celebrity[1]

“No Brasil, a moda , de maneira geral, ainda se manifesta como intenção de exibir status e sensualidade, provocando emoções e sensações em sintonia com o desejo de sair do anonimato- e aparecer. Esta é uma declaração de Constanza Pascolato, para revista Vogue. Vindo de quem vem, acho que deveria ser levada com mais consideração.

E que peças e looks caracterizam a tendência normcore? Jeans confortáveis, tênis, sandálias birkenstoke, sweaters de cashmere, camisetas brancas básicas.

Normcore

Richard Nicoll, diretor criativo de uma marca americana, diz que a nova tendência transmite uma memsagem de que eu tenho alma e sou inteligente. Jeremy Lewis, fundador e editor da Garmento, escreve que tudo se tornou tão exagerado, que a normcore tenta trazer um pouco mais de identidade.

Mas como tudo, há controvérsias. Isham Sardouk, da toda poderosa WGSN, afirma que a normcore, já acabou. Bem, se já acabou ou não, acredito que ela vem trazer novos ares à moda, e principalmente, uma nova visão ao ser humano. A perda da identidade nos deixa tristes. ninguém deve copiar ninguém, ou vestir aquilo que não lhe cai bem. Pense nisso.

Nós consultores de imagem trabalhamos dessa forma, buscando a identidade de nossos clientes, deixando-os confortáveis e felizes como são, sem exageros.

Tendências à parte, o importante é ser feliz.

E para terminar compartilho com vocês um texto de minha amiga e professora de Consultoria de Imagem e Semiótica da Belas Artes/SP, SENAC/SP, IED Jô Souza que nos faz pensar:

“E qual será a tendência para 2015?

Seguindo o site VIDA , o maior site especializado em tendência, a Felicidade deverá abalar as passarelas nacionais e internacionais. A questão não é o look do dia, pois o valores pessoais são mais importantes do que a nova roupa da moda.

Antes de saber se vestir, aprenda a se despir!

Vestir para aparentar pressupõe que tudo dentro de nós está organizado.

Será?

Vamos apostar em novos paradigmas e na cartela de cores da reinvenção do lugar.”

 

Por Andrea Fraguas, consultora de moda e imagem
Fotos: Vogue Brasil, Vogue Americana, NYMagazine


Farm e Kibon_Picolé Mate com Limão

Farm e Kibon_Picolé Mate com Limão (1)

A Farm não é apenas mais uma marca. Desde sua criação, ela transmite mais do que simplesmente a venda e sim um lifestyle carioca que só ela consegue, e a gente é apaixonada. É por isso que ela conseguiu inovar e criou mais uma ideia incrível para o próximo verão. Para comemorar o aniversário de 450 anos da cidade do Rio de Janeiro e a chegada da estação mais quente do ano, a marca se uniu à Kibon em parceria inédita para lançar um novo sabor de picolé: Mate com Limão.

IMG_0002-2
“Para a embalagem, escolhemos a estampa maxi chita, um floral muito emblemático nosso, para que as pessoas que conhecem a FARM nos identifiquem logo de cara. Esperamos que seja um super sucesso e tem tudo para ser!”, conta Kátia Barros, diretora criativa da FARM.
Farm e Kibon_Picolé Mate com Limão (2)
“A Kibon e a FARM têm uma relação muito forte com a cidade do Rio de Janeiro e tudo o que ela representa para quem vive ou passeia pela cidade. Pensando nisso, resolvemos unir cores e sabores para criarmos algo exclusivo e tipicamente carioca”, afirma Katia Ambrosio, diretora de marketing da Kibon.

Os pontos de venda da Kibon espalhados nas regiões Sul e Sudeste do Brasil terão a novidade durante todo o verão, ao preço base de R$ 2,75. Já pode guardar a embalagem pra fazer coleção?


s2 divulgação almofada

Quando eu vi essa almofada, fruto de um projeto incrível da querida (e talentosa) amiga Sabrina Abreu, pensei: foi feita pra mim, rs. Como conta a própria Sabrina, “o coração de toda pessoa é frágil. Sem exceção, no mundo todo. Se houvesse uma etiqueta que alertasse para essa vulnerabilidade, talvez alguns corações partidos pudessem ser poupados. Será? Valia a pena tentar”.

Foi com esse pensamento em mente que, desde maio deste ano, Sabrina passou a espalhar pelas ruas de Belo Horizonte cartazes com corações desenhados, sobre os quais se lia a palavra “frágil”, em português, inglês, hebraico e japonês. A diversidade dos idiomas apontava para a universalidade do tema e, meses depois, cartazes com os mesmos dizeres foram vistos em intervenções urbanas noutras cidades, como Jerusalém, Roma e Sydney.

s2 5 s2 7

Agora, Sabrina uniu-se à Juliana Porfírio, designer do Quarto de Costura, e juntas criaram novos produtos com o mesmo conceito e traço dos lambe-lambes afixados em postes e pendurados em estátuas de BH. O primeiro lançamento, em novembro, traz almofadas decorativas e pôsteres que pretendem disseminar, dentro das casas, a mensagem que ganhou as ruas.

O lançamento do #S2Frágil acontece amanhã (terça-feira, 18) no Café com Letras da Savassi, a partir das 19h.