De vez em quando vou trazer alguns ícones de estilo que eu gosto e que eu pego como referência para adaptar aos meus looks. Lembrando que imitar as pessoas não é nada legal. Estilo cada um tem o seu, e cabe a você descobrir (com dicas ou não) como moldar ele para reafirmar a sua identidade com o que veste.

Hoje eu mostro um cara que na minha opinião é sensacional. Nickelson Wooster tem 55 anos e é um dos caras mais influentes em moda masculina de quase todos os portais que fazem cobertura das semanas de moda de Nova Iorque, Milão, Paris, etc. Ele já foi diretor criativo da Raph Lauren, comprador na Barneys, diretor de moda da Neiman Marcus, dentre outras coisas.

Nick Wooster4

Nick Wooster tem um estilo próprio. Sempre muito bem vestido, parece que tudo o que ele coloca fica bom. As principais características no estilo de Nick são: muitos blazers, estampas diversas, peças em alfaiataria, parkas, shorts, sapatos e muitos óculos. Ele tem a mania de fazer composições as vezes com duas estampas diferentes, o que é muito difícil trabalhar isso harmonicamente em um look.

Nick Wooster2

Sou apaixonado com as estampas camufladas (quem me conhece sabe que eu morro por qualquer peça de roupa que seja camuflada) que ele usa, as florais e com todos os blazers dele, seja o rosa, o camulado, o de estampa de coqueiro ou o xadrez madras e não esquecendo de um dos meus favoritos, o de poá.

Nick Wooster Nick Wooster3

Quem quiser saber mais sobre o Nick, entra no site dele e segue o cara no Instagram: www.nickwooster.com / @nickwooster

 

Célio Alves tem 22 anos, é fotógrafo de moda e retrato. Cinéfilo, ama tecnologia, sushi, pipoca e Heineken. Ah, e escreve aqui no Ameixa sobre moda masculina, é claro!


Nos últimos anos é cada vez maior o número de meninas e mulheres  que tiveram suas vidas devastadas pela divulgação e proliferação de fotos e vídeos íntimos. Para debater e alertar sobre esta violência, a agência Master criou a campanha “Mulheres Incompartilháveis” para a Secretaria da Mulher da Prefeitura de Curitiba.

Com o mote “Se não é pra você, é melhor nem ver”, a ação consiste em diversas fotos e quatro vídeos para WhatsApp que funcionam como iscas. “Estudamos o funcionamento dessas publicações e percebemos que a imagem borrada que aparece na tela do aplicativo, antes de as pessoas fazerem o download do vídeo, é muito provocativa e desperta a curiosidade. Resolvemos usar isso a nosso favor”, diz Marcelo Romaniewicz, VP de Planejamento da Master.


unnamed-1

unnamed

O objetivo é que a mensagem das imagens e vídeo sirva de alerta para que a população entenda que o autor das imagens e pessoas que compartilham essas peças podem ser responsabilizadas pela prática, além de incentivar a denúncia.

Gostaram da Campanha? A gente Adorou! 

 

FICHA TÉCNICA:

Diretor de Criação: Felippe Motta

Diretor de Arte: Rafael Guth

Redator: Lucas Borba

RTV: Vanessa Arruda e Ana Carolina Fernandes

Produtora de Vídeo: Destilaria

Diretor: Lucas Negrão e Rodrigo Cook

Produtora de áudio: Level

VP de Planejamento: Marcelo Romaniewicz

Diretor de Atendimento: Cícero Rohr

Atendimento: Isadora de Mali

Aprovador: Paulo Vitola, Marcos Giovanella e Álvaro Borba

 


A linha de tênis do cantor Pharrell Willians para a adidas chega às lojas brasileiras no dia 12 de junho, em 11 cores diferentes, custando R$ 299.90. As peças estarão disponíveis na loja da adidas Originals da Oscar Freire, em São Paulo, em lojas parceiras selecionadas e no ecommerce da marca: www.adidas.com.br/adidasoriginals

As 11 cores que chegam ao Brasil
As 11 cores que chegam ao Brasil
A coleção completa tem 50 cores
A coleção completa tem 50 cores

A nova coleção da Frau Bondan foi feita em parceria com o projeto Chão Que Eu Piso, criado pelas belo-horizontinas Paola Carvalho e Raíssa Pena. Os produtos (latas de cookies e de tartufo, estojinhos e nécessaires com barras de chocolate, aventais, jogos americanos e bolsas) são estampados com os ladrinhos encontrados no  conjunto arquitetônico da Praça da Estação. O ladrilho geométrico em preto, vermelho e branco é um clássico mundial que faz parte da história do Edifício Alcindo da Silva Vieira, um dos primeiros prédios do hipercentro da capital e atual Centro Cultural da UFMG. O segundo desenho faz referência ao rebuscado ladrilho que cobre o chão da antiga Estação Central, por onde chegaram os moradores da nova capital de Minas e onde hoje funciona o Museu de Artes e Ofícios.

Frau Chão 2_web

As próximas coleções percorrerão uma trajetória até a Praça da Liberdade e, por isso, a parceria já foi batizada de Frau Bondan + Chão Que Eu Piso: Da Estação à Liberdade.

Frau Chão 3_web

Frau Chão 6_web

Os produtos podem ser encontrados nos shoppings DiamondMall e Pátio Savassi, na Casa Fiat de Cultura e na loja da Rua Espírito Santo, 1909, em Lourdes.