Não tem jeito, o mundo está se rendendo ao PLUS.

please-plus-me-alexandre-herchcovitch-e-clementine-desseaux-reproducao

Para dar um spoiler de uma editoria que em breve estará com força total no Ameixa Japonesa, o clique é da divulgação da (bela!!!) modelo francesa Clémentine Desseaux para a marca All Curves.

(Reprodução)

No mercado desde 1999, a marca tem um conceito super bacana que já nos deixou curiosas para conhecer tudo e, claro, colocar roupitchas novas no armário.

All-curves

Marca que respeita diversidade de corpos e trabalha com pesquisa a gente já curte! A All Curves acaba de lançar coleção plus size assinada por, simplesmente, Alexandre Herchcovitch.

Aguarde! #PleasePlusMe vem aí!


Em sua segunda parceria com a rede, o estilista apresenta clássicos da marca em versões mais que democráticas, revisitando looks inspirados em seu DNA, que há 20 anos ajuda a contar a história da moda brasileira. Para todos os gostos e idades, tamanhos e ocasiões, peças para um armário completo que dialogam com o universo urbano e com o estilo de vida jovem de homens e mulheres do país.  Sua impecável alfaiataria é a grande aposta para a coleção, aliada ao primor dos aviamentos e precisão nas simetrias. Junte a isso seu inconfundível xadrez, listras e risca de giz, padrões que acompanham o trabalho bem sucedido do estilista à frente da HERCHCOVITCH;ALEXANDRE. Outro best-seller de sua carreira, as caveiras aparecem estampadas nas camisetas e casacos de moletons para homens e mulheres e prensadas em totem bags de couro em verde militar.

CeA_HERCHCOVITCH_ALEXANDRE_05_03_2016_211796_RGB CeA_HERCHCOVITCH_ALEXANDRE_05_03_2016_212072_rgb CeA_HERCHCOVITCH_ALEXANDRE_05_03_2016_211919_rgb CeA_HERCHCOVITCH_ALEXANDRE_05_03_2016_211863_RGB

A coleção HERCHCOVITCH;ALEXANDRE para C&A estará à venda a partir de 12/04 em todas as lojas do Brasil, e também na loja virtual (www.cea.com.br).


Quer saber o que rolou de melhor nos desfiles do Minas Trend? O Ameixa preparou um resumão para você ficar por dentro das tendências do próximo inverno!

Minas Trend Outono/Inverno - 2015

A Faven, neste Inverno 2015, traduziu sua essência “afeto, carinho e aconchego”nas tramas de tricô, na mistura de texturas, estampas, transparência e cores. A cartela começa em tons mais neutros, como nude, cinza, azul marinho e verde, passeia pelo laranja até chegar ao vermelho e o bordô.

A proposta da coleção da mineira Fabiana Milazzo foi a roupa como uma joia! Na passarela, muitos vestidos com modelagem super feminina e bordados maravilhosos. A cartela de cores foi inspirada em pedras preciosas: diamante, esmeralda, rubi e safira.

Alessa veio com proposta parecida, a estamparia da coleção se inspira no repertório clássico da joalheria rebuscada com exóticas joias em forma de coqueiros, barquinhos de papel, crucifixos do Santo Antônio, leopardos, amuletos, moedas antigas e preciosas. O preto & branco com ouro dourado veio acompanhado de tecidos fluídos que deram todo um charma à coleção

O inverno da Vivaz trouxe o glamour dos anos 70 para a passarela. Vestidos com shapes femininos e sensuais foram o destaque da coleção, com decotes “v” profundos, fendas e tecidos fluídos. Adorei!

 

Minas Trend Outono/Inverno - 2015

“The mountains are calling and I must go”, frase de John Muir foi a inspiração do inverno da Plural. As viagens do ambientalista e sua paixão pelas montanhas foram representadas pelos maiores picos nevados do mundo: Himalaia, Rochosas e Andes. Se me pedissem para resumir em uma só palavra a coleção: conforto.

Já o Inverno 2015 de Lucas Magalhães teve inspiração bem brasileira: a cultura e diversidade do nordeste. Luis Gonzaga, Lampião e Maria Bonita, mandacaru, cordéis, a xilografia e a obra de Ariano Suassuna foram os guias utilizados pelo estilista. O resultado foram as estampas lindas (destaque da coleção) e cores fortes acompanhadas de shapes super femininos. A cada desfile, gosto mais do trabalho do Lucas!

Estreando no Minas Trend, Alexandre Herchcovitch apresentou parte da sua coleção prêt-à-porter que será desfilada no SPFW. O preto, que é uma marca do estilista, predominou a coleção. Mas a cartela de cores foi além, com azul, cinza, vermelho e amarelo. A modelagem acinturada, tanto para vestidos como para casacos, foi um dos destaques do desfile.

A coleção de Mabel Magalhães veio inspirada na mulher contemporânea que é feminina, forte e que valoriza o conforto. O azul, violeta, verde água, preto e pink foram as cores regeram o Inverno da estilista. Um dos destaques da coleção ficou por conta  da mistura de diversos materiais e texturas.

Minas Trend Outono/Inverno - 2015
Patrícia Motta trouxe para a passarela uma mistura de alfaiataria + modelagem ladylike (a palavra do momento, nem eu estou conseguindo fugir dela! rs). As estampas foram inspiradas na natureza e cartela de cores apresentou mel, leite, vinho, café e rosa. Como outros desfiles também mostraram, o midi e o longo permanecem no próximo Inverno.

A coleção “Habitantes Invisíveis”, de Rogério Lima, foi inspirada na rotina de homens e mulheres que moram nas ruas das grandes cidades. As referências para a a escolha de texturas e cores vieram de materiais convencionalmente são tratados como lixo. Texturas: couros lisos, croco e monograma RL, ráfia de pet preta e branca. Cores: amêndoa, chocolate, preto e branco. Das cores das ruas: os metalizados verde (da lata de guaraná), azul (da Pepsi), vermelho (da Coca Cola) e bronze (das garrafas de cerveja). A B. Bouclé, convidada a desfilar com Rogério Lima, partiu da mesma inspiração. Saias longas, casacos, capas e vestidos assimétricos serviram de base para montar looks em camadas. Na cartela de cores, preto, cinza, toques de branco e o verde das garrafas pet.

O Inverno 2015 da Jardin veio inspirado nos grandes centros urbanos ao redor do mundo. As formas e recortes da coleção foram inspirados na paisagem de concreto, asfalto e arranha-céus. Já a cartela de cores e a estamparia vieram dos luminosos, das luzes do trânsito e das janelas dos edifícios que compõem das noites das grandes cidades. Assim como falei do Lucas Magalhães, a cada coleção da Jardin, gosto ainda mais do trabalho da Bhárbara Renault!

O ponto de partida para a coleção de Raquel Mattar foi o impacto causado pelas estampas Blend e Blossom. Blossom revela peças delicadas, femininas e clássicas, com estampas florais e trabalhando com tons off white, preto, nude e pink.. Em contrapartida, a estampa Blend traz elementos invernosos, barrocos, com um toque rock, moderno e mais ousado. As cores trabalhadas foram: off white, preto, vinho, verde espectro e marrom.

Imagens: AGÊNCIA FOTOSITE


Para comemorar seus 20 anos de carreira, o estilista Alexandre Herchcovitch criou uma pequena coleção para celebrar a data e trouxe de volta algumas peças ícones apresentadas em suas últimas coleções. Ao todo, são 35 peças reeditadas, originalmente lançadas entre 2000 e 2012, como tops, paletós, vestidos, saias, calças, camisas e camisetas. Atenção para o “caveirismo”, marca registrada do estilista.

213393_376057_screen_shot_2014_01_14_at_4.33.39_pm 213393_376056_screen_shot_2014_01_14_at_4.35.08_pm 213393_376055_screen_shot_2014_01_14_at_4.36.06_pm 213393_376052_screen_shot_2014_01_14_at_4.22.02_pm 213393_376053_screen_shot_2014_01_14_at_4.29.38_pm 213393_376054_screen_shot_2014_01_14_at_4.35.40_pm (1) 213393_376050_screen_shot_2014_01_14_at_4.21.01_pm 213393_376051_screen_shot_2014_01_14_at_4.20.33_pm


Mais uma vez a Chilli Beans fecha parceria com alguns estilistas e apresenta as Linhas Assinadas para esse verãoDessa vez, são 35 peças, entre óculos, relógios e armações de grau dos estilistas, cada um com seus traços e influências marcantes.

A coleção chega hoje nas lojas e traz  peças assinadas por Alexandre Herchcovitch, Ronaldo Fraga, Isabela Capeto e A Mulher do Padre. Os preços sugeridos são de R$258 para as armações solares, R$298 para as de grau e relógios, a partir de R$358.

Tem vários modelos que adoramos, e pra você que quer conhecer melhor confira o que cada estilista reservou para a sua linha:

A mulher do padre
A Chilli Beans tem uma relação antiga com a AMP, desde quando as duas grifes dividiam o mesmo espaço no Mercado Mundo Mix e seus donos tinham uma banda de rock. E depois de muitos anos, muita música e história, a Chilli Beans anuncia seu primeiro cobranding com A Mulher do Padre, que tem a frente, o estilista Vinicius Campion. A coleção traz referências do mundo do rock, com peças cheias de atitude e design. Destaque para os relógios com pulseira de metal com um ar retrô e visores exclusivos sem ponteiros.
Alexandre Herchcovitch
Por mais um ano, a estilista carioca traz toda a bossa e charme de sua grife homônima, com peças que remetem aos enfeites da casa de Isabela Capeto, seus acessórios pessoais – pulseiras e brincos, como a estampa de oncinha no apoio do nariz e nas hastes internas de alguns modelos ou o revestimento de couro de algumas armações. “Para mim, é muito importante o detalhe, cada pesponto, cada costura, tudo enriquece a peça”, explica Isabela.
Alexandre Herchcovitch
Parceiro da Chilli Beans desde 2010, Herchcovitch apresenta uma coleção com referências marcantes de seu trabalho, como as caveiras, a madeira e o mundo navy, que aparecem tantos nos óculos como nos relógios.
As peças navy têm o nó de marinheiro na haste e armações imitando corda. Já as caveiras aparecem no mostrador do relógio, enquanto a reprodução de madeira ganha destaque nas armações solares e mostradores dos relógios

 

Ronaldo Fraga
O estilista mineiro traz para essa coleção, um perfume do final dos anos 60 e do início da década de 70, com peças poderosas, oversized em cores vibrantes e detalhes divertidos nas armações. Destaque para os óculos de grau com formato redondo, que vem com o clip de encaixe das lentes de sol, uma febre na nos anos 70. “Óculos são a roupa do rosto e, mais do que isso, é um jeito de enxergar o mundo de um modo só seu”, diz Fraga.