Idealizado pela estilista Carolina Herszenhut, O Cluster pretende reunir o que há de melhor na cena mineira. A proposta dos realizadores é trazer para a capital mineira um olhar curatorial  sobre a atual produção, reunindo representantes de diversos segmentos criativos como moda, gastronomia, arte e design, proporcionando ao público um mix de experimentações e de relacionamento com os criadores.

 o-cluster-casa-atelier-bh

Sucesso no Rio de Janeiro desde 2012 – ano em que foi criado, o evento propõe seguir na contramão do consumo desenfreado, procurando abrir espaço para o novo, possibilitando uma integração multicultural, de diversas áreas. Um convite ao inédito, ao inusitado e ao surpreendente, os eventos O Cluster recebem criações de novos estilistas, deliciosos e exclusivos pratos preparados por chef´s de cozinha, feiras de vinis, além de intervenções e performances artísticas. O Cluster se consolidou como um espaço onde é possível encontrar o que há de mais novo na moda carioca, se posicionando como um evento onde todas as experimentações são permitidas e fazendo essa ponte entre os criadores e o público. Em 3 anos, reuniu em 13 edições mais de 50.000 pessoas ávidas por novidades, registrando em média um público de 4.000 pessoas por edição envolvendo aproximadamente 50 marcas e mais de 100 pessoas trabalhando indiretamente.

O Cluster Belo Horizonte 

Para compor a edição da capital mineira, marcada para o dia 22 de novembro, a equipe de organizadores está garimpando o mercado criativo da capital para descobrir por meio de uma criteriosa seleção os participantes e também as atrações artísticas. A proposta é destacar o melhor do rico cenário da cidade. O local escolhido para sediar O Cluster em Belo Horizonte é a Casa Atelie(Rua Gonçalves Dias, 3.182).  No Rio de Janeiro, o evento é abrigado em um charmoso casarão no bairro Botafogo, com edições bimestrais. A ideia é que Belo Horizonte também passe a sediar edições regulares do evento. 

Entre as marcas e criadores confirmados para O Cluster Mineiro estão:

 

Moda

 

O designer Daniel Alvim domina com maestria diferentes materiais, objetos e conceitos. Graduado no politécnico de Milano, Daniel adquiriu experiência em colaboração com grandes empresas e designers, mas desenvolveu sua técnica e criatividade também em vários projetos pessoais. Sua visão empreendedora culminou na criação de sua própria marca, a “Alvim Jóias”, que representa as qualidades de seu criador: Força, solidez, sensibilidade, qualidade e criatividade. Daniel eleva a palavra “metal”, material e gênero que conectam os acessórios a cultura e identidade. São peças que geralmente tem destinos misteriosos, podem viver tanto em delicados dedos femininos de socialites ou pulsos musculosos e tatuados de roqueiros. O segredo desta multifuncionalidade está na qualidade. Os anéis, pulseiras, brincos e colares são executados com atenção minuciosa, arquitetados unindo materiais puros e extrema dedicação ao projeto e à sua execução.

 

Com formação em Design de Moda pela universidade Fumec e especializações na Central St Martins e London College of Fashion; foi finalista do protejo btobe e desfilou em 2014 sua coleção de graduação na 36ª casa de criadores. No início desta temporada, foi escolhida entre os 22 melhores jovens designers internacionais para desfilar a sua nova coleção no projeto Mittelmoda na Itália. A marca Ana Barros resgata a tradição de alta costura mineira pelo avesso e amarra-a em traços fortes e intrigantes, numa dualidade entre o rígido e delicado. As peças propõem uma experiência marcante em cada aspecto de sua confecção – na constante busca por novos tecidos, o trabalho único com a mescla de texturas, bordados , qualidade de acabamento e cartela de cores curta – contemplando desejos únicos de um público feminino que quer se destacar e inspirar .

 

A LED é um projeto que surgiu em Belo Horizonte com o objetivo de trazer frescor e jovialidade a consagrada moda mineira. A marca propõe unir aos shapes tradicionais da moda feminina, com seus vestidões, saias rodadas e comprimentos elegantes, a um twist descolado com elementos joviais: muita cor, materiais irreverentes, decotes e fendas atrevidos e descompromissados. A LED se pauta na jovem que consome moda segundo seu feeling, independente do que dita a blogueira favorita ou a revista. Ela preza por peças atemporais, que funcionem tanto hoje como daqui a dois anos, incluindo vez ou outra um hit do momento. Além de roupas, a marca inclui uma curadoria em acessórios que é feita cuidadosamente pelo estilista que inclui em suas produções aquilo que de fato ama.

 Molett - Crédito O Cluster_Divulgação

Molett vem ao mundo com uma importante missão: queremos te abraçar com cada peça, levando a você uma roupa estilosa, mas com alma, porque a sua moda não precisa ser descartável. Molett é roupa fácil, mas imprevisível. Preguiçosa e ousada. Prática, e também estilosa. Para nós, e para vocês.

 

A Musthavee é uma loja virtual com uma proposta inovadora. Com foco em mulheres antenadas na moda, que sabem o que querem, a cliente pode ser atendida em qualquer lugar do Brasil. Com roupas exclusivas, de modelagens diferentes e estilo focado nas principais tendências. O cliente recebe os looks escolhidos em sua residência ou no local escolhido, usufruindo da comodidade e economizando com estacionamentos, deslocamento, sem falar no tempo gasto no trânsito e shoppings lotados.

 

Marca de lingeries colecionáveis da mulher que não abre mão de charme, conforto e diversão. Com um estilo único e criativo, suas calcinhas são Pimentas, seus sutiãs são Chocolates e suas coleções: Minicoleções exclusivas.Todos os modelos são criados por Luiza Borges – estilista e proprietária da Potti.

 

  • Mínima Acessórios

A MÍNIMA propõe um novo universo para os acessórios, que envolve design e materialidade. Dessa forma, a marca preserva o conceito e distinção, fugindo da supervalorização do mercado. Os acessórios são desenvolvidos por um processo manual com a utilização do concreto como matéria prima básica. Estes por sua vez, carregam a essência do Béton Brut, e refletem a beleza inserida no próprio concreto. Além disso, procuram fornecer ao usuário novas experiências, que estão, intimamente ligadas a originalidade e ideia de algo raro no produto. Um objeto que carrega força, estilo e personalidade.

 

 jardin-o-cluster-mineiro

A semente da Jardin veio do sonho de criar uma moda com personalidade, composta por peças que traduzem as necessidades da mulher contemporânea em toda a sua dinâmica e sua forma multifacetada. O conceito da marca se apoia em materiais modernos e de primeira qualidade, corte e acabamento impecáveis e um caimento que valoriza a silhueta, sem marcar o corpo. A Jardin acredita que a sofisticação vem da simplicidade e nos deixa livre para adaptar composições, não só de acordo com a ocasião, mas também imprimindo notas pessoais. Esta é a proposta da marca: uma moda casual chique e, ao mesmo tempo, extremamente versátil – curingas ou peças-chave cheios de personalidade que, dependendo da produção, cabem no cotidiano e nos diversos papéis da mulher atual. A estética de elementos da cultura asteca com a geometria são as inspirações para a coleção de verão 2016 da Jardin, intitulada Geo-étnico. A marca mineira apostou na moda easy, e a partir de uma pesquisa de imagens, investiu nestes elementos para compor as padronagens dos tecidos. Bem colorida, a estamparia cheia de grafismos atualiza as referências étnicas, com um toque moderno e urbano.

A Miau é uma marca feminina de t-shirts e basics com o toque lúdico e uma pegada californiana, que tem como objetivo alegrar a vida, não só de quem compra, mas também de crianças e jovens carentes. A cada peça de roupa que é vendida, uma é doada para jovens órfãos, que dentre as milhares de dificuldades pelas quais passam, também sofrem de carência de autoestima. E é incrível o poder que uma peça de roupa tem, de fazer alguém sorrir. O maior objetivo é conquistar um sorriso de cada vez. Acreditando na capacidade individual de mudar o mundo, pouco a pouco. Acreditando no amor e na empatia. Acreditando que com um pequeno gesto é possível mudar uma vida, ou pelo menos o dia de uma pessoa. E assim, de sorriso em sorriso, criar um mundo do qual se tem orgulho de fazer parte.

  • Regina Misk 

Reconhecida pelas técnicas de tricô, Regina Misk resgatou a essência que moveu o início da sua carreira. Com uma inusitada mistura de tramas, texturas e cores, as peças se destacam pelo seu forte apelo artesanal. A inspiração veio dos azuis dos painéis de Portinari, dos grafismos gestuais em P&B e de elementos étnicos. Tops, blusas e vestidos em grandes blocos de cores trazem contemporaneidade ao crochê. Através das cores, proporções, volumes, texturas e tato, a designer cria um diálogo entre a energia das ideias e a moda atemporal.

  • Misfit

A MISFIT é uma marca de acessórios que desde 2013 surpreende aliando um design moderno a uma mística ancestral. Transformando cristais em joias artesanais exclusivas, nenhuma peça MISFIT é comum, cada pedra é única e além da beleza, leva influências positivas a quem usa. A personalidade original e marcante, o poder de transformar e harmonizar energias, as coleções exclusivas e as edições limitadas são a essência da Misfit, que nas mãos das sócias Teca e Mayara segue ousando e se diferenciando cada vez mais.

  • Hayla

A Hayla surgiu através de um sonho, uma energia intuitiva que precisava se concretizar. Idealizada por Marcela Santiago, a marca valoriza cada pessoa como única e capaz de ser sua própria interferência. De maneira orgânica e intuitiva, viaja pelo tempo em busca de novas referências, pois acredita que as possibilidades trazidas pelos acessórios permitem que estes tenham a liberdade de serem atemporais, respeitando o consumo consciente. Todo trabalho é realizado manualmente e valoriza cada pessoa envolvida no processo de criação.

 

  • Mashup

A Mashup convida todos vocês a carimbar o passaporte e ir direto para a Califórnia! Um verão Californiano, mas com um toque todo brasileiro, todo verde e amarelo. Abacaxis e flamingos reinam nas primeiras estampas exclusivas, dando ainda mais charme por onde elas passam. A Mashup é para quem é dona do seu próprio estilo, um mundo de mistura, sem preconceito: mistura como expressão de um espírito da contemporaneidade.

 

  • NUU Shoes

NUU é o nome que assina os calçados criados pelas designers Marcela Torres e Marina Lerbach. Com sede em Belo Horizonte, a NUU acredita na moda como forma de interação entre os diferentes stilos de vida contemporâneose a expressão individual. O deslocamento entre espaço e tempo são conceitos que norteiam o desenvolvimento dos produtos, tendo um apelo que não é somente estético, mas também de mobilidade. Misturando extremos, sem regras, busca equilíbrio a partir do olhar próprio para o que é comum e até mesmo ordinário. Além de resgatar referências estéticas nos campos da arte, arquitetura, design e da moda, recontextualizadas, resignificadas e atualizadas, resultando em um produto original e único.

 

  • Benedita

Lado B de beachwear. Lado B de Benedita. A Benedita nasceu de um desejo antigo da estilista Camilla Torres de criar uma coleção de biquínis e maiôs que respeitasse e valorizasse o corpo da mulher. Depois de algum tempo de experimentação a marca lança sua primeira coleção. Alegre, descolada, chique, a cara do nosso verão.

 

  • Box 19

Box 19 é uma marca de acessórios que preza pela simplicidade das linhas, criando peças despojadas, em busca da elegância delicada e atemporal.Todas as peças são produzidas em pequenas séries, feitas a mão, valorizando o design e mão de obra local. As peças são desenvolvidas para quem está a procura de um produto autentico, original e exclusivo.

 

  • Casa Nanda

Adota a filosofia da joalheria autoral, em que a jóia, tratada como uma peça de arte, apresenta simbolismos poéticos e culturais. Também desenvolve desenhos e peças exclusivas. Com produção limitada e personalizada, elas são elaboradas e fabricadas pelo próprio autor de forma artesanal, por isso, o nome do seu atelier: CASA NANDA.

 

  • Anjuum 

A anjuum acredita em criar experiências inovadoras para mulheres de personalidade. Desde 2008, a marca oferece um estilo forte com elementos que sugerem uma elegância arrojada. As peças anjuum são produzidas em pequena escala para quem gosta de exclusividade.

  • Rue 

A rue é a cara da menina urbana, cosmopolita e cool, que se inspira no streetstyle e ousa nas misturas do hi-lo. A marca une a exclusividade e a originalidade do atelier com as tendências do streetstyle, o vintage com o inovador, o rock com o romance, o couro com a seda.

Gastronomia

Seccos & Molhados

Inspirada nos armazéns antigos a Seccos & Molhados propõe um resgate simbólico de uma vida mais saudável, tranquila e mais consciente com o planeta e o consumo. Cada produto é elaborado artesanalmente, com ingredientes selecionados e de pequenos produtores. Durante OCluster o público poderá encontrar opções de granolas doces e uma salgada, além de um sal marinho aromatizado.

 

Ah-Rá

A proposta da Ah-Rá, marca que será lançada durante O Cluster Mineiro, é de comercializar delícias em caixinhas. Cada caixinha será vendida lacrada e os compradores serão surpreendidos com  um doce surpresa.  O sabor será revelado apenas após a compra.

 hamburguer-vegetariano-o-cluster

Hamburguer Vegetariano

A ideia de fazer um hambúrguer vegetariano surgiu depois que o Chef argentino Pablo Sersewitz após trabalhar em vários restaurantes entre o Rio e Buenos Aires, decidiu fincar raízes em solo carioca. Cansado de só encontrar soluções “trash” para comer nas ruas da cidade, começou a pesquisar as opções existentes para aqueles que não comiam carne. Depois de rodar bastante decidiu optar pelos hambúrgueres. O Chef oferece um Hambúrguer de lentilha com aveia e ervas finas, queijo, num pão multigrãos, com molho de tomate defumado e maionese vegana, a base de cenoura. Atualmente, Pablo também investe na produção de conservas, elaboradas a partir de uma receita de família. Nos potes que poderão ser levados para casa estão legumes e verduras em conservas, que variam de acordo com os produtos da estação.

 

Dilis

A DILIS une a paixão pela mistura de temperos, cores e sabores com as infinitas possibilidades de transformar, cada vez mais, o saudável em delicioso. Os ingredientes são todos “do bem”, frescos e selecionados cuidadosamente. Não utilizam nenhum tipo de aditivo químico ou conservantes, e tudo é feito artesanalmente e com muito carinho.

Mirabolando

Quadrado ou redondo, recheado ou com cobertura. Por que não inovar? Aquilo que começou com uma pequena ideia, aos poucos foi ganhando formato e ingredientes especiais e hoje convido a todos para conhecer essa grande novidade. A Mirabolando lembra as antigas receitas de avó, aquelas que sempre dão certo e acordam lembranças deliciosas, acompanhadas do cheirinho de bolo quente e as apresenta com uma cara nova, ao mesmo tempo sofisticada e divertida. Prove esse novo gostinho e reúna todos em volta da mesa mais uma vez.

Na Cumbuca

A empresa Na Cumbuca foi criada em fevereiro de 2015, por Julia Lanna, que já atuava no ramo alimentício. Juntamente com sua sócia Nathália Soares, elas concretizaram o que já estava planejado. O objetivo é trazer praticidade e um estilo diferente de comer: na cumbuca. A princípio, a ideia era servir apenas massas, mas o cardápio foi ampliado com outras opções para melhor atender o cliente. São servidos caldos, estrogonofe, macarrão na chapa, massas, mexido, polenta, risoto, tropeiro, petiscos ou o que quiser colocar na cumbuca.

O Cluster Mineiro

Data:  22 de novembro – domingo

Horário: das 13h às 21h

Local: Casa Ateliê – Rua Gonçalves Dias, 3.182 – Belo Horizonte – MG

Entrada Franca

Informações: www.ocluster.com.br e contato@ocluster.com.br


Durante todo o mês de outubro aconteceu em 11 estabelecimentos de BH o primeiro concurso Cocktail Salinas, evento promovido pela tradicional marca de cachaça mineira. O objeto do concurso era a criação de drinks onde a cachaça fosse a grande estrela. E o resultado não poderia ter sido melhor: drinks originais e inusitados sempre com a preocupação de valorizar o produto nacional.

Além de promoverem a utilização da cachaça, o Cocktail Salinas tinha também outro objetivo: a valorização dos bartenders. Eles foram os responsáveis pela criação dos sensacionais drinks que tivemos a oportunidade de experimentar. Os bartenders tiveram carta branca para ousarem! E o que mais chamou nossa atenção é que todos partiram de suas memórias de infância, os produtos da região que foram criados para elaborarem suas artes. Sim, artes! O capricho, a história por trás de cada drink e sua apresentação são verdadeiras obras de arte.

Mineirinho Pé de Cana. Foto: Gustavo Andrade
Mineirinho Pé de Cana. Foto: Gustavo Andrade

Nossa primeira parada foi no Butchery BBQ & Drinks (Rua Gonçalves Dias, 1922), onde o bartender da casa, Charles Kbeça nos esperava com o Mineirinho Pé de Cana. O drink é composto pela cachaça Salinas, mel e limão siciliano, tudo muito bem dosado onde a cada momento sentíamos determinado sabor. Natural de Manhuaçu, Charles contou que a inspiração veio das festas do interior, onde tomar pinga com mel é super normal.

Obaik. Foto: Gustavo Andrade
Obaik. Foto: Gustavo Andrade

De lá partimos para o Alma Chef (Rua Curitiba, 2081), onde a curiosidade só aumentava pois iríamos provar um drink que leva quiabo e formiga! Pois bem, foi uma experiência de sensações. Criado pela bartender, Laís Esther, o Obaik, é um drink totalmente inspirado no cerrado brasileiro, desde os seus componentes até a sua cor remete a este cenário geográfico. O drink leva em sua composição a Salinas Cristalina, nêsperas, que é um tipo de ameixa conhecida do cerrado, physalis, outra fruta da região e notas de quiabo. Para acompanhar uma simpática formiga içá, um dos três tipos comestíveis encontrada no Brasil e um filete de quiabo caramelizado, que dá o toque ao drink. Para Laís, a intenção foi “criar um cocktail quente, como é o cerrado brasileiro e ao mesmo tempo refrescante. Seria um típico cocktail da roça”, define a criadora.

Rosemary. Foto:Gustavo Andrade
Rosemary. Foto:Gustavo Andrade

Nossa parada final foi no Olga (Rua Curitiba, 2.202) e o seu cocktail Rosemary, criado pela bartender Fabiana D’Alcântara. Mais um drink inspirado nas sensações e recordações de sua criadora. O drink utiliza a Salina Mix, xarope de mel de laranjeira, borrifação de café, cuja infusão foi a frio e, para dar um charme, ramos de alecrim tostados na hora. Especificamente neste drink houve uma supervalorização da cachaça onde os demais elementos que o compõe servem como notas finais para fechar o drink com chave de ouro. Para Fabiana, a intenção era justamente essa. “a cachaça Salinas tem que ser a grande estrela do cocktail, assim como no dry Martini ou no Manhattan, drinks mundialmente conhecidos. Sendo assim, todos os demais elementos ficam em segundo plano, mas sem perderem sua importância na degustação”, explica.

O resultado do concurso sairá no inicio de novembro e todos os drinks criados pelos estabelecimentos deverão permanecer em suas cartas de bebidas. A iniciativa da Salinas em valorizar a cachaça como um produto nacional por excelência destacando sua versatilidade possibilitou aos bartendes participantes criarem a partir desse sabor tão singular, cocktails fantásticos, não ficando atrás de nenhuma outra bebida, e sempre valorizando as culturas regionais brasileiras. “A cachaça é muito versátil e possibilita várias misturas, por isso, quanto mais os profissionais desse segmento trabalharem com tal matéria-prima, maiores serão as possibilidades de utilização e também de valorização do produto”, finaliza o premiado mixologista e jurado do concurso, Felipe Brasil.

Pierre Menezes é chef de cozinha e jornalista. Quer acompanhar todas as dicas do Pierre? Acesse: cozinhasocialclub.com

 


mooca-bh

Sozinho ­ isolado, despovoado, desamparado, desprotegido, só. Esses são só alguns dos sinônimos que encontramos para a palavra sozinho. Até bem pouco tempo atrás as pessoas deveriam ser respeitadas como indivíduo. Mas os limites foram ultrapassados e uma onda de individualismo foi instaurada. A felicidade do eu se tornou mais importante. Se destacar no meio da multidão passou a ser objetivo de vida.

Mas aí acontecem momentos extraordinários. Um time de futebol ganha um campeonato mostrando um excelente resultado de trabalho em equipe. Um estranho te ajuda a trocar o pneu do carro. Um grupo de produtores locais se une para criar produtos em conjunto. E é aí que percebemos que as pessoas são realmente boas ­ em todos os sentidos da palavra ­ e que o poder de um grupo pode triplicar suas possibilidades.

A Mooca iniciou suas atividades em outubro deste ano com um propósito claro, empoderar a economia criativa local. Durante o mês todo, as sócias Fabi Soares e Marina Montenegro uniram 49 produtores para cocriarem produtos. Dentre eles estão o Gui Poulain do Moldando Afeto, Pil do Dizeres Imperfeitos e o Santo Hype, todos com produtos exclusivos. Simultaneamente, esses talentos locais receberam informações valiosas na área de finanças e precificação, mergulharam na busca pelo propósito de cada um e aprenderam a comunicar a proposta de suas respectivas marcas para o mercado.

E talvez, o mais importante, aprenderam o sentido literal da palavra colaboração ­ cooperação, contribuição, assistência, auxílio, solidariedade. Aprenderam que momentos em comunidade são ricos. E que é possível sim tornar metas a longo prazo reais em pouco tempo, basta confiar no poder das pessoas.

Quer conferir o resultado concreto desse mês intenso de trabalho? Dia 10 de novembro de 2015, às 19h, a Mooca abrirá as portas da sua pop up store que funcionará até o natal. O mix de produtos do espaço é bem diverso. Os visitantes podem encontrar desde shapes para skates, produtos infantis, moda feminina e masculina até mobiliário para casa. A loja fica na rua Antônio de Albuquerque, 458, no coração pulsante da Savassi.

Os produtores você conhece aqui: http://bit.ly/ProdutoresS1 e aqui: www.medium.com/produtores-mooca-s1


walls-gastropub

A Cervejaria Wäls, que vem se destacando com premiações nos principais eventos cervejeiros do mundo, inaugura sua primeira casa em Belo Horizonte. A marca  brinda o público mineiro com um espaço único, onde cervejas e carnes nobres são as grandes atrações. A inauguração será no próximo dia 27 de outubro, na Rua Levindo Lopes, 358, na Savassi, onde antes funcionava o CCCP. A casa será administrada pelo Grupo GaD.

O Wäls Gastropub terá quinze torneiras de chope com todos rótulos da Wäls, além de outras marcas da Ambev e cervejarias artesanais convidadas. O pub também terá lançamentos exclusivos,blends de estilos e uma carta especial com drinks de cerveja. Outro diferencial, serão as tábuas de degustação harmonizadas, onde o cliente terá oportunidade de conhecer as cervejas da marca acompanhadas de petiscos selecionados.“Nossa proposta foi baseada nos Gastropub’s ingleses, mas sem deixar de lado a nossa brasilidade,” explicam os sócios José Felipe e Tiago Carneiro.

O menu da casa será assinado pelo chef Renato Quintino e terá como especialidade cortes nobres de carne, cuidadosamente grelhados. E para acompanhar as melhores cervejas do mundo, uma grande variedade de petiscos, que utilizam ingredientes locais e regionais. A casa funcionará todos os dias, no almoço, happy hour e à noite. Durante a semana, o almoço terá ainda um buffet de saladas.

Vale citar também que o Wäls Gastropub terá uma sonorização especial, com som ambiente que passeia pelo jazz, blues, MPB, rock, eletrônico e world music, numa mistura para trazer um clima sofisticado, mas longe de ser careta, como acontece em todas as casas do Grupo GaD.

SERVIÇO:

WALS GASTROPUB

Rua Levindo Lopes, 358, Savassi


Captura de Tela 2015-10-20 às 15.14.00

Nesse calor que anda fazendo em BH, manter as crianças em casa no fim de semana com toda aquela energia acumulada não é tarefa fácil. Uma boa pedida é levar os pequenos para se refrescar ao ar livre e curtir o dia na praça. Neste domingo (25/10) vai rolar o Dia da Alegria, uma festança cheia de atrações – bem ao estilo maratonista da Virada Cultural – na Praça Floriano Peixoto, no bairro Santa Efigênia. Promovido pela Aletria, instituto cultural e editora de livros infantojuvenis (quer conhecer mais sobre a Aletria? Clique aqui!), o evento começa às 10h e vai até às 19h, com programação totalmente gratuita.

pequenopaje

Vai ter piscina de plástico, banho de mangueira (para alegria da nação!), contação de história, mini biblioteca, oficinas de jardinagem e de cupcake, brincadeiras de rua e até um karaokê para os meninos, gente! A gente até treme de emoção ao pensar nas músicas que essa galerinha vai cantar.

thiago_mazza

Mas se engana quem pensa que só a criançada vai se esbaldar com as brincadeiras e atrações. Para nós, que já passamos da infância, mas que também sabemos nos divertir, vai ter Feira de Vinil, Feira de Publicações Independentes da A Zica, DJ Fael, comidinhas gostosas de foodbike, live painting com o artista plástico Thiago Mazza e samba no show de lançamento do disco Universo Carapuça, do músico Lucas Flainblat.

rosana

É de graça, é na rua e é pra todo mundo!

 

Programação:

  • 10h às 12h – Oficina de cupcake para crianças com Liliane Furman (inscrições: aletria@aletria.com.br)

  • 10h às 13h – Lançamento livros da Aletria

  • 10h às 13h – Oficina de jardinagem para crianças com a Viver o Verde  (inscrições: aletria@aletria.com.br)

  • 10h às 16h – Minimaratona de contação de histórias

  • 10h às 18h – Feira de Vinil e Feira de Publicações Independentes  A Zica

  • 10h às 19h – Dj fael

  • 10h às 19h – Livepainting com Thiago Mazza e Clara Valente

  • 13h às 16h – Karaokê Loungequinha, com Guto Borges

  • 14h às 16h – Brincadeiras de rua com o grupo Pequeno Pajé

  • 16h30 às 18h – Lançamento do disco Universo Carapuça, de Lucas Fainblat e Marcos Frederico