festifrance-mostra-francesa-de-cinema

A segunda edição do FESTiFRANCE – Mostra Francesa de Cinema começa hoje (19.10) no Sesc Palladium. Além da mostra de filmes longas, médias e curtas-metragens que exibirá quase 70 produções, a programação conta com um workshops, oficinas e debates.

FESTiFRANCE – Festival de Cinema Francês
Data: 19 a 30 de outubro
Entrada Gratuita
Local: Sesc Palladium (Av. Augusto de Lima, 420 – Centro)
Programação: www.festifrancebrasil.com

 

mostra-cine-bh

Nesta quinta tem a abertura da 10ª edição da mostra CineBH – Mostra Internacional de Cinema de Belo Horizonte, com a pré-estreia do filme “Elon não acredita na morte”. O longa é um dos destaques da produção cinematográfica mineira atual e vencedor do prêmio de melhor ator no festival de Brasília deste ano para Rômulo Braga. O evento que acontece no teatro Sesiminas, às 20h, é aberto ao público e gratuito com retirada de ingresso uma hora antes.

A mostra CineBH vai de 20 a 27 de outubro com exibição de 57 filmes nacionais e internacionais, em pré-estreias e retrospectivas, de 13 países e nove estados brasileiros com destaque e debate a efervescente produção de Portugal, além de premiações, oficinas, workshops e seminários. A mostra também convida 21 profissionais da indústria audiovisual de 12 países que estarão na capital mineira para encontros de coprodução e negócios com o cinema brasileiro.

10ª  CineBH – Mostra Internacional de Cinema de Belo Horizonte
Data: 20 a 27 de outubro de 2016
Entrada Gratuita
Locais: Palácio das Artes, Cine 104, Teatro Sesi Minas, Sesi Museu de Artes e Ofícios, Sesc Palladium e MIS Cine Santa Tereza
Programação: www.cinebh.com.br

 

100-melhores-filmes-brasileiros

Acontece hoje (19.10) no Cine Santa Tereza o lançamento do livro “100 melhores filmes brasileiros” com a exibição do filme  ”O beijo da mulher aranha” (1985), dirigido por Hector Babenco. O Grupo Editorial Letramento e os críticos da ABRACCINE, Renato Silveira, Pablo Villaça e Paulo Henrique Silva, também promovem um bate papo sobre o livro “100 melhores filmes brasileiros”, onde comentarão as obras cinematográficas e ensaios que compõem o exemplar.

Lançamento do livro “100 melhores filmes brasileiros”
Local: MIS Cine Santa Tereza
R. Estrela do Sul, 89 – Santa Teresa, Belo Horizonte.
Entrada: Gratuita
Horário: 19h30


As edições de dezembro do BAU {bazar de arte e utilidades} tem uma programação especial.  Nos dias 08, 15 e 22 de dezembro acontecem sessões gratuitas de curtas-metragem no Cine 104. Para a edição deste domingo (08), foi feita uma seleção de curtas franceses e alemães com o apoio da Cinemateca da Embaixada da França e da da German Films – centro nacional de promoção de filmes alemães – e da AG Kurzfilm – associação alemã de curtas. Haverá também apresentação de curtas mineiros realizados em 2012 através do edital Ofícios em Belo Horizonte que registram atividades especializadas de trabalho ou meios de vida relacionadas à identidade de grupos sociais e articulados com o espaço da capital.

Curtas_no_BAU

BAU {bazar de arte e utilidades} é um evento de negócios autônomos e criativos que oferece  atividades que transitam entre design, moda, artesanato, gastronomia e música. A ideia da mostra é aproximar o público do universo dos curta-metragens.

:: Domingo, 08 de dezembro
Sessões às 12h, 13, 14h e 15h
Entrada gratuita com retirada de ingressos a partir das 11h
CentoeQuatro | Praça Ruy Barbosa, 104 | (31) 3222.6457
www.centoequatro.org | www.facebook.com/centoequatro


tele-gaucho

Estava ansioso para ir ao cinema quando assisti ao trailer do filme francês “Anos Incríveis” (2012) que continua como pré-estreia em Belo Horizonte. A pressa me fez concluir que o filme tratava de uma televisão clandestina formada por reacionários franceses de esquerda. Achei e interessante e resolvi ir ver.

Depois de alguns minutos de filme, vi que não estava errado, porém, percebi que havia apenas identificado o pano de fundo do longa. Na verdade, o filme é uma comédia que mostra a busca de Vitor (Félix Maoati) por seu sonho de se tornar um diretor de cinema..

Ao sair do filme me senti leve e nostálgico. A primeira sensação se deve ao fato de ter dado algumas sinceras gargalhadas durante a exibição. A segunda foi porque lembrei daquela fase no início da juventude em que os sonhos e ideais parecem tão fáceis de alcançar que a palavra obstáculo começa a não fazer sentido.

tele-gaucho_447565_21267

Em “Anos incríveis”, durante 112 minutos, o amor e crença do personagem principal são o gás do roteiro que somado as cenas hilárias – com destaque para a atriz Sara Forestier – fazem dessa comédia um bom programa para este sábado à noite – até que ele estreie definitivamente por aqui.

Apaixonado pela profissão que escolheu, Vinícius Lacerda é jornalista e acredita que literatura e cinema são, além de entretenimento, uma prazeroso meio de autoconhecimento.

Dica de filme para o final de semana pra quem gosta de filme fofo!

Sinopse: “Jean-René, dono de uma fabrica de chocolate e Angélique, especialista em chocolate, são dois românticos. E também extremamente tímidos. O amor pelo chocolate os aproxima, mas eles terão que vencer a timidez e as mais inusitadas situações para viver essa grande paixão.”


Ontem assisti “Mulheres Diabólicas” e adorei! Ele faz parte da Mostra Sandrine Bonnaire que está acontecendo no cine Humberto Mauro, pra quem gosta de cinema francês #ficadica! ; )

Revelada em 1983, por Maurice Pialat, no filme “Aos Nossos Amores” (A nos amours), a adolescente ávida de liberdade foi recompensada com um César de melhor revelação feminina. Sandrine Bonnaire é uma atriz de destaque no cinema de autor: já foi dirigida por Jacques Doillon, André Téchiné, Claude Sautet, Patrice Leconte, Agnès Varda, Jacques Rivette e Claude Chabrol. Ao longo de sua trajetória, a atriz interpretou papéis fortes em filmes de diretores exigentes. A Mostra em homenagem a Sandrine Bonnaire conta com o documentário, dirigido por ela: “O Nome dela é Sabine” (Elle s’appelle Sabine), que mostra um olhar sensível sobre o mundo dos autistas, selecionado na ‘Quinzaine des réalisateurs’, em 2007. Também serão exibidos outros dois filmes: “Poderá ser amor? ” (Je crois que je l’aime), de Pierre Jolivet e o drama sensível “A Puritana” (La Puritaine), de Jacques Doillon.

Programação completa aqui!