O projeto Laboratório A Joia Expandida faz parte de uma pesquisa que começou em 2013 quando a Lis Haddad era integrante do Dharma, coletivo de empreendedorismo social que atua no Complexo da Maré – RJ. Período em que a Lis questionou o sentido da joia, seu papel como objeto de diferenciação, a relação entre corpo e objeto, e tudo isso a despertou um desejo enorme de quebrar paradigmas de valoração. Todo esse questionamento e experiência da artista motivaram a criação de um workshop sobre os assunto que acontece esse mês em BH.

curso2

E SE…
rompermos com as fronteiras da joalheria?
E se desvincularmos joia de valor econômico e formos livres para construir os nossos sentidos de preciosidade? E se luxo for apropriar-se das próprias referências, repertório, percurso e perceber o corpo como o mais incrível suporte da face da terra (and redondezas)?

O QUE É?
Um Laboratório de provocações e trocas que articulam outras noções de preciosidade além de valor econômico.
E a gente aproveita para:
- Virar a chave e romper com o clichê ‘joia ostentação’
- Vivenciar o fazer, o percurso criativo, o tempo analógico;
- Profanar a joia, subvertê-la através do afeto;
- Investigar as potências estéticas e táteis de materiais vulgares.
Juntos vamos pensar, trocar, conversar, investigar e produzir joias.

PARA QUEM?
PARA TODOS!
A riqueza desse projeto está na diversidade de experiências compartilhadas. Não precisa trabalhar com joia ou design ou arte ou artesanato ou pintar ou costurar ou…
Se te interessam processos criativos, seja muito bem vindo!

QUANDO, QUANTO?
18 de abril – 10:00 às 16:00
25 de abril – 10:00 às 17:00

Investimento R$250,00
Aceitacartão de crédito.
(valor total para 2 dias de workshop)

 

Captura de Tela 2015-04-15 às 17.08.21

Informações:
www.lishaddad.com
contato@lishaddad.com
31 7153 1064


bazar-casa-mangabeiras-hospital-mario-pena

De 04 a 07 de março, a Casa Mangabeiras propõe uma ação de ressignificação ao Dia Internacional da Mulher: o 1º Bazar Beneficente Casa Mangabeiras e Instituto Mário Penna será promovido por um seleto grupo de estilistas e formadores de opinião que foram convidados a trazer peças de seus acervos pessoais para venda aberta ao público e, o melhor, com renda revertida para as mulheres em tratamento de câncer de mama.

“Ëstamos recebendo não apenas roupas femininas, masculinas e infantis, mas também bijouterias e até objetos para casa. Nossos convidados são pessoas não apenas extremamente talentosas em suas áreas, mas também muito generosas. Por isso, abriram seus armários para rechear nosso bazar com tanta coisa incrível, de extremo bom gosto e qualidade”, conta Leo Gomes, diretor da Casa Mangabeiras.

A parceria com o Hospital Mário Penna foi buscada pelo reconhecimento ao trabalho sério que desenvolve, sendo referência no tratamento ao câncer. Bruno Viana, também diretor da Casa Mangabeiras, ressalta que “a ideia foi mesmo aproveitar esta data especial para sensibilizar as pessoas sobre esta importante luta que afeta tantas mulheres e suas famílias – e que, por isso, deve ser uma luta de todos nós”.

Alguns dos convidados que já confirmaram presença e estarão com suas peças no bazar:

- os estilistas Bhárbara Renault (Jardin), Luiza Borges (Potti Romã), Márcia, Fernanda e Maria Luiza Queiroz (Printing), Mary Arantes (Mary Design), Ronaldo Fraga & Ivana Neves, Susana Bastos (Alva, Coven);

- os blogueiros Ana Letícia (Anita Bem Criada), Gui Poulain (Moldando Afeto), Jéssica Cirino (Blog da Jay), Leonardo Azevedo (Blog Armário Masculino), Natália Dornellas (ND), Rodrigo Lavalle (Conexão Paris), Romina Ferreira (Creme de la Creme);

- os stylists André Miamoto, João Paulo Durão, Mari Cezário;

- os empresários Lorena Borges (Galerie), Fábia Lima, Leo Gomes e Bruno Viana (Casa Mangabeiras), Renata Alves (AAssessoria Boutique).

Para mais informações, favor entrar em contato: (31) 3564.8111 / 9225.9192 (Bruno Viana)

 

Serviço:

1º Bazar Beneficente Casa Mangabeiras e Instituto Mário Penna

Dias: de 04 a 07/03/2015

Horário: De quarta a sexta, de 9h às 19h; sábado, até 14h.

Local: Casa Mangabeiras – Av. Bandeirantes, 2000, próximo ao Minas II. Bairro Mangabeiras, Belo Horizonte, MG.

Fone: (31) 3564.8111

www.casamangabeiras.com.br

www.facebook.com/casamangabeiras


inscricoes-para-bau-bazar

O CentoeQuatro está com inscrições abertas para designers e artesãos interessados em expor seus produtos e trabalhos na 1ª edição do Bazar de Artes e Utilidades (BAU) de 2015. O evento acontece no dia 08 de março (domingo), de 10 às 18 horas. As inscrições podem ser feitas pelo formulário http://bit.ly/1a8OgEM. Os valores dos estandes são R$ 120 (corredor principal) e R$ 100 (outros setores).

A proposta do BAU é viabilizar negócios criativos e autônomos, reunindo designers, artistas e artesãos independentes para expor e comercializar produtos feitos à mão. Móveis, objetos de decoração, bijouterias, joias, bolsas, artigos de papelaria, desenhos, fotografias, pinturas são alguns produtos que podem ser encontrados no bazar.

A 1ª edição do evento foi realizada em 2012 e os produtos passam por um olhar atento à criatividade, ao cuidado no processo de produção e à originalidade. São produtos exclusivos e originais reunidos em um espaço agradável.

Outros atrativos – Durante o BAU, o Café 104 funciona com um cardápio com opções para almoçar, petiscar ou lanchar.


SERVIÇO
1º BAU 2015 {Bazar de Artes e Utilidades}
Data: 08 de março (domingo) = Dia Internacional da Mulher
Horário: 10 às 18 horas
Local: CentoeQuatro
Praça Ruy Barbosa, 104 – Centro – BH
Valores dos estandes por edição:
R$ 120,00 (Cento e vinte Reais) estandes posicionados no corredor principal;
R$ 100,00 (Cem Reais) estandes localizados em outros setores.
Mais informações sobre o BAU em http://bit.ly/1MOy1f4


s2 divulgação almofada

Quando eu vi essa almofada, fruto de um projeto incrível da querida (e talentosa) amiga Sabrina Abreu, pensei: foi feita pra mim, rs. Como conta a própria Sabrina, “o coração de toda pessoa é frágil. Sem exceção, no mundo todo. Se houvesse uma etiqueta que alertasse para essa vulnerabilidade, talvez alguns corações partidos pudessem ser poupados. Será? Valia a pena tentar”.

Foi com esse pensamento em mente que, desde maio deste ano, Sabrina passou a espalhar pelas ruas de Belo Horizonte cartazes com corações desenhados, sobre os quais se lia a palavra “frágil”, em português, inglês, hebraico e japonês. A diversidade dos idiomas apontava para a universalidade do tema e, meses depois, cartazes com os mesmos dizeres foram vistos em intervenções urbanas noutras cidades, como Jerusalém, Roma e Sydney.

s2 5 s2 7

Agora, Sabrina uniu-se à Juliana Porfírio, designer do Quarto de Costura, e juntas criaram novos produtos com o mesmo conceito e traço dos lambe-lambes afixados em postes e pendurados em estátuas de BH. O primeiro lançamento, em novembro, traz almofadas decorativas e pôsteres que pretendem disseminar, dentro das casas, a mensagem que ganhou as ruas.

O lançamento do #S2Frágil acontece amanhã (terça-feira, 18) no Café com Letras da Savassi, a partir das 19h.