marie-kondo-livro

Quando comprei esse livro não sabia que já era um sucesso mundial e que tinha virado um hit. Me interessei pelo título e pelo que li na orelha. Sim, sou dessas que compra livro pelo título hahaha. Aí, comentei em um grupo de amigos que estava lendo e a Mônica do Ameixa me pediu uma resenha. Mas não queria simplesmente fazer uma crítica do livro, queria testar se as dicas da autora davam certo mesmo, qual era a tal mágica! E para minha surpresa não é que funcionou demais?

Quando você começa a ler o livro as coisas que ela fala não fazem muito sentido. Mas quando coloca na prática é surreal. Como a Marie diz não dá para organizar um guarda-roupa se não tem espaço para colocar as coisas no lugar. Então, antes de organizar tem que rolar um super desapego. Comigo foi difícil porque sempre acho que tenho pouca coisa, mas descobri que não tenho, sou praticamente uma acumuladora hahaha..

Não fiz fotos de antes e depois (sorry), mas segue a minha lista gigante de desapego:

- 2 sapatos de salto (um me aperta e o outro detesto porque não combina com meu estilo);

- 10 batons (descobri que tenho maquiagem demais e muitas estavam vencidas! No meio da bagunça não conseguia perceber. Tirando o Studio Fix da MAC (que uso diariamente) acho que posso comprar make só em 2017 e olha lá. Juro que não sou mega consumista de maquiagem, mas como ganho muita coisa de presente  fui acumulando..)

- 7 blusas (todas foram pouco usadas, mas percebi que foram compras erradas);

- 4 biquínis (meu corpo mudou e eles não me servem mais; dois quase não foram usados);

- 2 pijamas (um não me serve e o outro ganhei e nunca usei);

- 2 blusas de academia;

- Vários chinelos (no último ano várias amigas se casaram e TODAS deram chinelos. Sinceramente, havaianas demora demais para acabar, então please, pensem em outros brindes mais criativos).

- 9 livros – vários livros que não leio mais e não tenho apego nem vontade de ler. Ela diz que o que a gente compra e não lê é para jogar fora. Tenho uns dez livros que ainda não li, mas não tive coragem!

- 3 jaquetas/ casacos – uma o tecido está puído (apodreceu), a outra ganhei de presente e não tem nada a ver comigo e a outra da Adidas tá tão surrada que não dá para ir nem na academia!

- Brindes de empresas, lembrancinhas de aniversário, formaturas, batizados etc…joguei tudo fora! O que vou fazer com a taça de champagne que ganhei na formatura de Medicina do meu primo ou o que fazer com as 5 lembrancinhas do aniversário da minha sobrinha? Ninguém tem lugar para guardar isso e é um dinheiro que acaba no lixo! Puro desperdício!

- Cintos e lenços – tirei fora os que não uso e que estão estragados.

- Bijuterias – tirei todas que são muito antigas, as que não combinam comigo mais ou estão fora de moda. Deixei só as que uso mesmo!

 marie-kondo-fran-dornellas

 

Dicas da Marie que merecem nosso respeito:

- Forma de dobrar as roupas! Ajuda a otimizar espaço demais e faz milagres nas gavetas;

- Maneira de organizar os cabides – ela fala para separar por categorias: primeiro peças pesadas, blazers, vestidos, calças…. Outra coisa que dá certo é sempre colocar as peças mais pesadas da direita para esquerda.

- Avaliar o valor sentimental de cada peça– parece uma viagem louca, só que fez muito sentido para mim. Tem muita coisa que guardamos que está velha, não tem a ver com seu estilo mais, simplesmente não faz parte da sua vida…precisa desapegar!

- Organizar meias e meia-calça numa caixa! Ideia sensacional e mega prática!

- Livros por tema – sei que muita gente já faz isso e é o normal, né?

- Criar setores para as roupas, sentir o que é de cabide e o que é de gaveta. Meu guarda-roupa vivia bagunçado porque eu misturava as peças e colocava em lugares errados. Agora tudo tem seu lugar!

- Separar gavetas para blusas, calças, shorts e saias. Essa dica já aplicava, mas não funcionava porque ficava tudo embolado. Agora dobrando direito tudo se encaixa.

- Com toda a arrumação consegui mais espaço para sapatos uhuuu. Como tenho vários pares, sempre tive dificuldade em guardá-los. Então, coloquei todas as botas numa parte, sandálias de festa e saltos nas caixas e usei o sapateiro de porta para colocar os que uso no dia a dia.

*Dica da Fran: como moro sozinha e tudo fica no meu guarda-roupa aproveitei para organizar roupas de cama também. Usei uma dica da Santa Ajuda do GNT de colocar as peças de cada jogo de cama dentro da fronha. 

A Marie fala no livro que quando você organiza suas coisas a energia flui. Enquanto arrumava tive essa sensação a todo momento. Meu guarda-roupa ficou tão lindo que abri as portas, deitei na cama e fiquei admirando por horas. Parecia sonho! Como sempre fui meio desorganizada, achava que tinha nascido assim e nunca ia conseguir colocar as coisas no lugar.

Não sei se ela é uma bruxa, mas sei que seu método é realmente transformador. Ainda falta terminar de organizar a parte de papéis e fotografias. Ufa!! Ela fala que a gente não pode parar no meio do caminho, mas é muita coisa. Então, coloquei na cabeça que essa será uma segunda parte, que farei em breve!

 

Saiba mais:

Marie Kondo – A mágica da arrumação

Editora Sextante – 158 páginas

À venda nas melhores livrarias.

 

Por Fran Dornelas, jornalista e amiga querida de longa data. <3

 

 


julia-petit 0usando-heroine-da-mac

 

O batom vinho/roxo é tendência no outono/inverno 2015 (e eu, sinceramente, espero que não seja somente uma tendência passageira). O mais legal nessas cores é que elas caem bem em qualquer tom de pele e criam a ilusão de dentes mais brancos (um sorriso iluminado!).

O batom Heroine, da M.A.C. (R$ 66) é o queridinho das famosas e fashionistas em se tratando desse assunto. Existem versões lindas e mais acessíveis também como o 62, da Vult (R$ 14,90  você encontra nas Lojas Rede, Americanas e Araújo).

COFFEE (2)

 

Outro batom luxo para aquelas que se interessam por esses tons é o Diva, da M.A.C. (R$ 66,00), um vinho avermelhado intenso e que também pode ser encontrado em outras marcas e com outros preços camaradas tais como o Magenta Mate, da Contém 1g (R$ 38).

COFFEE

 

 

Maria Clara Buarque é consultora de moda e personal shopper. Viciada em moda e música e em se vestir bem. É formada em Consultoria de Moda pelo Senac e fica super feliz em ver suas clientes chiques, elegantes e de bem consigo mesmas ao acertarem o look certo para a ocasião certa.


Vanessa Galizzi no lavatório do Tif's. Foto: Bárbara Dutra
Vanessa Galizzi no lavatório do Tif’s. Foto: Bárbara Dutra

Excessos, resíduos de produtos, água mineral para enxaguar… as pessoas muitas vezes danificam os fios, mesmo sem saber. Confira as dicas do expert Eduardo Ribeiro, do salão Tif’s, que todos podem adotar em casa para garantir a saúde das madeixas.

 

1. Cuidado com o shampoo! Se usado de forma incorreta e em excesso pode causar ressecamento. Isso acontece por que muitas fórmulas, mais adstringentes, são usadas por pessoas que não necessitam desse tipo de shampoo e retiram a oleosidade natural dos fios. Por outro lado, aquelas que possuem o couro cabeludo muito oleoso têm a indicação desse tipo de produto que pode ser usado até mais de uma vez ao dia. Esse cuidado é extremamente importante, uma vez que o excesso de oleosidade pode causar queda. Portanto, é essencial que cada um consulte um cabeleireiro de confiança para fazer indicação do tipo de shampoo – e outros produtos que se façam necessários, de acordo com o diagnóstico individual – e de como utilizá-los.

2. Excesso de hidratação: também pode ser prejudicial. Produtos com silicone, por exemplo, acumulam nos fios, deixando o cabelo pesado e sem vida. Os tratamentos devem ser feitos com indicação de um especialista, de acordo com a real necessidade de cada cabelo. Algumas pessoas acreditam que deixar a máscara de tratamento por mais tempo nos fios vai otimizar sua ação o que é outro erro. A tecnologia está a nosso favor e devemos obedecer as instruções de uso. Normalmente esse tipo de produto age entre 3 e 10 minutos e deixá-los por mais tempo não fará diferença. Aplicar e ir para os sol também não é correto. Para isso existem produtos específicos com protetor solar, que protégem o cabelo e evitam danos. Ainda falando sobre máscaras e condicionadores, é importante salientar que o enxágue total é muito importante. Não deixe resíduos. Produtos do tipo “Leave-in” são indicados e específicos para essa função.

3. Fazer a higienização dos cabelos utilizando água quente: existe um mito que devemos lavar os cabelos com água fria afim de obter mais brilho. Na verdade, a água pode ser fria ou morna, mas, em hipótese alguma, a água pode ser quente! Esse hábito causa ressecamento excessivo dos fios e do couro cabeludo. Isso acarreta numa maior (leia-se anormal) produção de óleo pela pele e, consequentemente, a raiz fica oleosa. Outro mito que deve ser esclarecido em termos de higienização é utilizar água mineral. Ao contrário do que muitos acreditam, a água deve ser desmineralizada. Os minerais se depositam no fio e impedem que outras substâncias, hidratantes ou de tratamento, penetrem nos mesmos.

4. Não enxaguar completamente o shampoo, condicionador e máscara: é importante salientar que o enxágue total desses produtos é fundamental. Não deixe resíduos que podem acumular e prejudicar o fio. Produtos do tipo “Leave-in” são indicados e específicos para essa função.

5. Desembaraçar o cabelo molhado com escova: o ideal é usar um pente com dentes largos. Os fios, quando estão molhados, têm menos elasticidade e tendem a quebrar com maior facilidade. A escova não desfaz os nós e sim quebram a fibra. Outro ponto importante é que deve-se começar a desembaraçar à partir das pontas e não o contrário.

6. Utilizar o secador ou outras ferramentas térmicas sem antes aplicar um protetor térmico: Muitos acreditam que este produto não é necessário, mas o uso sistemático dele é fundamental. O protetor, como o próprio nome já diz, evita danos e ressecamento causados pelo calor.

7. Dietas radicais: o cabelo precisa dos nutrientes que obtemos através de uma alimentação balanceada, por isso é preciso prestar atenção na dieta, para garantir cabelos, pele e corpo saudáveis.

8. Prender os cabelos com elásticos inadequados: os elásticos indicados são aqueles que não puxam os fios, ou seja, não podem ser de borracha, silicone ou ter aquela pecinha de metal que encontramos em alguns deles. Outra coisa extremamente danosa é o prendedor estilo “bico de pato” que causa quebra.

Serviço – Tif’s Cabeleireiros
Tif´s Mangabeiras: (31) 3287-3132 Av. Bandeirantes 1536
Tif´s Alameda: (31) 3589-5555 Alameda da Serra, 1369
Tif´s Savassi (31) 3225-8085 Rua Inconfidentes, 615

Na coluna de hoje você vai conhecer dois truques para o cabelo que ajudam muito nessa época em que a gente acaba danificando os fios, expostos ao sol, areia, calor, mar…

unnamed-1

O primeiro deles é o Healing Smooth da L’Anza. Esse líquido deve ser borrifado no cabelo antes do uso de secadores, chapinhas, baby liss, enfim…. ele serve para proteger os fios do calor e da umidade. Promete durar durante todo o dia e controlar o frizz, além de dar brilho. Eu usei e aprovei! eu borrifo do meio até as pontas dos cabelos antes de secar com o difusor, para dar ondas. Achei que ele até ajuda a segurar mais o ondulado. Pode ser aplicado no cabelo molhado (antes do secador) ou seco, antes da prancha, baby liss, etc.

O finalizador que estou usando agora é esse da Paul Mitchell Smoothing Super Shinny Serum. Ele ajuda também antes do uso do secador… facilita e acelera o processo de secagem, controla o frizz e também dá brilho. Ele é bem concentrado e pode ser usado no cabelo molhado, começando das pontas, até o topo da cabeça. (Mas atenção! Bem pouquinho pois ele é um óleo e pode ser um desastre se aplicado em grande quantidade!!! ) . Eu uso como reparador de pontas no cabelo seco, Basta uma pequena gotinha para espalhar nas mãos e “amassar” os fios para dar movimento. Eu amei! E espero que você também goste \o/

Thaís Azze é jornalista apresentadora de TV e maquiadora profissional. Apaixonada por cultura e viciada em moda e beleza, garimpa dicas, técnicas e produtos beauty para te deixar por dentro das últimas tendências.


b83a5120a8971d681d032f7b7c614d80

Durante o verão, o cabelo acaba ficando naturalmente mais ressecado. Para diminuir essa sensação, existem formas naturais de hidratação que devem ser seguidas. A mais simples delas, mas muitas vezes esquecida, é beber água. De acordo com o beauty artist do spa urbano Bella Donna, Washington Rodrigues, não só a pele precisa de água para ficar mais hidratada, mas também o cabelo. “Ingestão de uma dieta rica em proteínas, vitaminas e minerais também ajudam a manter o aspecto saudável dos fios durante a estação mais quente do ano”, pontua.

Um cuidado especial que as pessoas precisam ficar atentas é o uso de filtro solar ou alguma proteção para o cabelo quando exposto por um período prolongado ao sol, já que ele recebe tanta quantidade de raios solares quanto o restante do corpo, às vezes até mais.

O beauty artist sugere outra dica simples, que pode ser feita em casa. Trata-se de um tratamento noturno com algum tipo de óleo. O mais indicado é o de argan, mas até mesmo o óleo de amêndoas, que todo mundo possui em casa, serve para esta hidratação caseira. “Basta estar com o cabelo seco, o ideal é que ele não esteja muito limpo, ter lavado pela manhã ou no dia anterior, e aplicar uma colher (de sopa) do óleo escolhido do comprimento até as pontas, evitando a raiz, antes de dormir. No dia seguinte, ao acordar, lave com xampu e condicionador. Este tratamento é indicado para cabelos ressecados e deve ser feito de 15 em 15 dias”, afirma.

Para quem quiser fazer tratamentos com produtos especiais, Washington Rodrigues indica o Wella SP Luxe Oil, que é uma máscara de tratamento intensivo para todos os tipos de cabelo, principalmente os fracos, danificados e secos. Ele sugere também o Wella SP Luxe Oilage, para reconstrução das fibras capilares. A fórmula conta com ingredientes que nutrem e hidratam, para que a textura dos fios fique sedosa e macia, com brilho e vitalidade. “O importante é manter o cabelo bem hidratado em todo o ano, e ter um cuidado especial nesse período de calor intenso”.