Foto: Daniel Chico
Foto: Daniel Chico

Amanhã, dia 15 de abril (quarta-feira), a Casa Mangabeiras e o atelier Crème de la Crème recebem convidados para uma cerimônia inusitada: um casamento entre as marcas, que celebrará a parceria entre eles. O casamento conceito, chamado Casa com Crèmè, pretende mostrar ao mercado um serviço de criação customizado, pensado exclusivamente para cada cliente, fugindo assim do lugar comum em produção de eventos da cidade. “Talvez na contramão de um mercado que trata até casamento como indústria, nossa aposta está na valorização dos encontros mais intimistas, acolhedores, com maior atenção aos detalhes e aos laços de afeto que realmente merecem ser celebrados”, explica Leo Gomes, diretor da Casa Mangabeiras.

“O atelier Crème de la Crème cresceu e agora ele também faz parte da família Mangabeiras. Assim posso melhorar ainda mais a qualidade das decorações sem perder o charme que tanto prezo”, conta Romina Ferreira. “Para a cerimônia de casamento que selará a união das marcas, foi resgatada a tradição das flores de laranjeira, que são um símbolo de amor eterno, pureza e fidelidade. Além de sua beleza e delicadeza, as flores de laranjeira são conhecidas pelo aroma agradável e pela crença de que trazem sorte no grande dia, além de bom pressagio para que os noivos sejam felizes para sempre – exatamente o que desejamos para nossa parceria”, complementa.

Como testemunhas, o Casa com Creme traz os melhores do setor: os cobiçados bolos do Gui Poulain, o inventivo buffet Chic Demais – mais uma criação dos sócios Mássimo Battaglini e Idel Yarochewsky, do Club do Chef, os maravilhosos doces da Leclantè Patisserie, a música belíssima de Celinha Braga, e muitos outros fornecedores de primeira linha, como Easy Ice, Oba Eventos, Val & Wander Fotos, Caramelo Vila Agridoce, Victory Eventos e ainda as criações multimídia da produtora de audiovisual Trem Chic.

Sobre a Casa Mangabeiras

A Casa Mangabeiras é um espaço multidisciplinar que traz conceito inédito à BH: reúne os serviços de planejamento e decoração de eventos, paisagismo e loja de objetos de design e presentes, em uma casa aberta para parceiros.

 

Sobre o Crème de la Crème

Formada em Design de Interiores pelo INAP, Romina descobriu sua paixão pelo mundo dos casamentos quando planejou o seu, em 2009. Em seguida criou o blog Crème de la Crème (http://ateliecremedelacreme.com) e após vários pedidos de leitoras decidiu desenvolver projetos de decoração personalizados para casais.

 

Serviço

Casa com Creme

Data: 15 de abril

Horário: de 18h as 21h

Local: Casa Mangabeiras – Avenida Bandeirantes, 2000 – Mangabeiras

 

 


Chega a primavera e a gente já quer encher a casa de flores, né?! Nossa inspiração do dia são as “paredes verdes”, também chamadas de jardins verticais.

As “paredes” podem ser com flores ou somente folhagens, sofisticadas ou bem simples. Essencial só mesmo ficar atento a escolha das plantas para cada tipo de espaço. E uma dica importante: a instalação  deve ser criteriosa para não trazer problemas futuros, como infiltrações. Na dúvida contate um bom profissional.

Os jardins verticais se tornaram uma excelente opção para espaços pequenos, lugares que, muitas vezes, a gente acha que não dá para fazer nada”, explica Leo Gomes diretor da Casa Mangabeiras.

Abaixo, um jardim vertical com assinatura da Casa Mangabeiras, utilizando material reciclado, o pallet:

 

pallet-casa-mangabeiras

 

Casa Mangabeiras

Endereço: Av. Bandeirantes, 2000, próximo ao Minas II. Bairro: Mangabeiras

Horário: de segunda a sexta, de 8 às 20h; sábados, de 10 às 18h; domingos, de 10 às 14h.

Crédito: Leandro Nascimento


Siá Mariana Salada Flor do cerrado

Se observarmos os nossos hábitos alimentares, não será difícil encontrar várias plantas das quais comemos as flores, como a couve-flor, alcachofra, brócolis e a cambuquira (flor da abóbora) entre outros. Mas existem algumas flores tradicionalmente conhecidas com uso ornamental em vasos e jardins, que invadiram a gastronomia. São flores, que dão cor e também sabor à mesa e viram moda nos mais variados estilos culinários. Entre as comestíveis mais procuradas por hotéis e restaurantes de luxo, estão o amor-perfeito, capuchinha, calêndula, begônia e rosas de cores diversas.

Abaixo uma lista com as principais flores comestíveis e algumas sugestões de como usá-las em nossa culinária.

Capuchinha (tropaeolum majus) – estas flores perenes são as favoritas de saladas de verão. Fáceis de cultivar, elas trazem uma explosão de cor a qualquer salada. Elas são boas recheadas, cristalizadas ou como guarnição. Elas têm um gosto ligeiramente apimentado. As sementes são até usadas em substituição a pimentas tradicionais. A planta inteira é comestível.

Lavanda – Lavanda é ideal para vários usos culinários, que incluem chá, biscoitos, xaropes, bolos, cheesecakes, sorvetes, geléia, tortas, vinho, vinagrete – a lista é infinita. A lavanda dá seu próprio sabor, junto com alguns tons cítricos.

 Violetas – As violetas são perfeitas para adicionar a uma ampla variedade de alimentos, assim como servem a propósitos decorativos. Algumas ideias incluem doce de violeta, chá, bolo e xarope de violeta. Elas podem ser incluídas em saladas, geléias, manteiga ou para dar sabor ou guarnição. Procure pela variedade “viola odorata”.

Pétalas de rosas – Pétalas de rosas são renomadas pelos seus usos culinários, como em xaropes, decorações ou coberturas, sorvetes, guarnições, geléias, manteiga, gelo e muito mais. Água de rosas é um uso famoso de pétalas de rosas.

Amor-Perfeito – flores delicadas que são boas para adornar saladas. Outros usos incluem flutuar sobre a sopa, decorar sobremesas e guarnição para pratos. Não negligencie seu papel em saladas de frutas ou qualquer outro tipo de salada. Amor-perfeito têm um sabor ligeiramente adocicado.

Hibiscos – apropriado para saladas e para fazer xaropes e algumas bebidas alcoólicas. Existem algumas notas cítricas e frutadas no hibisco, mas ele é ligeiramente ácido, logo use com moderação.

Pierre Menezes é chef de cozinha, jornalista e todas as terças está no Ameixa falando de Gastronomia. Contato: pierremenezes@gmail.com


A nova coleção de verão da Farm, batizada de À Brasileira,  é uma homenagem ao jeito irreverente e colorido de ser da brasileira. As estampas em azulejo e as estampas DNA (cheias de cores, com flores e borboletas, de padronagem média a grande, com barrado ou localização diferente) prometem ser o hit do verão da grife carioca, junto com a dupla saia midi com blusa cropped. Confira!

12 23 26 29 42