festival-liberte-bh

Até o dia 17 de julho, Belo Horizonte está em clima francês para celebrar o Festival Liberté, que reúne palestra, teatro, cinema, fotografia e encerra com música e gastronomia típica na Festa Francesa, já tradicional na capital mineira. Confira a programação!

 

12/07 - Apresentação do espetáculo teatral em francês “Mort et Vie Sévérine” (Morte e Vida Severina).

Horário: 20 horas

Local: Teatro de Bolso Júlio Mackenzie – Sesc Palladium.

Entrada franca.

13/07 a 16/07 - Mostra Liberté Brasil*

Local: MIS Cine Santa Teresa.

Entrada franca.

14/07 a 29/07 - Exposição Fotográfica Studio Harcourt/Paris.

Local: Circuito Cultural Banco do Brasil.

Entrada franca.

festa-francesa-bh-2016

17/07 - Festa Francesa

Local: Praça José Mendes Júnior – Savassi (ao lado da Praça da Liberdade).

Horário: das 10 às 21h

Entrada: Um quilo de alimento não perecível. Postos de troca: Duke ‘n’ Duke, Wals Gastropub, Tasting Roon Cervejaria Wals e Stadt Jever

 

* Programação da Mostra Liberté Brasil

DIA 13/07 – Quarta-feira

16h00 – À beira do mundo (Claus Drexel / França / 2013 / Documentário / 98 min).

20h30 – Contraplano (Leonardo Good God / Brasil / 2015 / Ficção / 13 min).

E as coisas se encostam (Fabiano Araruna / Brasil / 2015 / Ficção / 14 min).

Os olhos de Cecília (Victor Hugo Fiuza / Brasil / 2015 / Ficção / 19 min).

A moça que dançou com o diabo (João Paulo Miranda Maria / Brasil / 2015 / Ficção / 14 min).

OBS.: sessão seguida de debate com os diretores Leonardo Good God e Fabiano Araruna.

DIA 14/07 – Quinta-feira

16h00 – Landes (François-Xavier Vives / França / 2013 / Comédia dramática / 82 min).

20h30 – Jovens donzelas (Flavio Sardinha / Brasil / 2016 / Ficção / 14 min).

Deixa a chuva cair (Juscelino Ribeiro / Brasil / 2015 / Documentário / 26 min).

O céu sobre teus ombros (Luiz Maximiliano / Brasil / 2015 / 14 min).

DIA 15/07 – Sexta-feira

16h00 – O intruso (Claire Denis / França / 2004 / 119 min).

20h30 – Sorte e fortuna (Fernando Leal de Souza / Brasil / 2015 / Ficção / 15 min).

Luz Clara (Alexandre Melo / Brasil / 2015 / Ficção / 15 min).

Tudo que você ama lhe será arrebatado (Lucas Tomaz Neves e Leonardo Granado / Brasil / 2015 / Ficção / 15 min).

O canto do claustro (Gustavo Minho / Brasil / 2015 / Ficção / 12 min).
DIA 16/07 – Sábado

17h00 – Coisa-Malu (Paula Cintra Ferreira e Tobias Rezende / Brasil / 2015 / Ficção / 24 min).

Rodrigo Hermann: vida e obra (Elisa Hermann / Brasil / 2015 / Documentário / 17 min).

Domingo (Alan Leonel / Brasil / 2015 / Ficção / 13 min).

1206 (Mia Mozart / Brasil / 2015 / Ficção / 13 min).


pinhole_day_2015

 

No dia 26 de abril, o CentoeQuatro recebe mais uma edição do “Pinhole Day – Dia Mundial da Fotografia com Câmera de Orifício”. O evento que é simultâneo acontece em mais de 90 países e realizado sempre no último domingo de abril. Neste dia as pessoas em diferentes partes do mundo celebram a data fotografando e produzindo atividades relacionadas a esse tipo de fotografia.

“Pinhole”, “estenopeica” ou ainda, “fotografia com câmera de orifício” são nomes dados a um processo fotográfico de captura de imagens através de uma câmera sem lentes. Em seu lugar existe apenas um pequeno orifício, que cumpre o mesmo papel da lente, ou seja, levar uma cena iluminada ao interior de uma câmara escura, projetando lá dentro a imagem latente.

pinhole_day_2015_bh

Em BH, tradicionalmente, quem acompanha o Pinhole Day desde a primeira edição (estamos na 13ª) é o NiL – Núcleo Imagem Latente, um coletivo coordenado pelos fotógrafos Cleber Falieri e Tibério França, que promove na cidade oficinas e mostras para um público de aproximadamente 200 pessoas.

Este ano, o evento acontece, pela 4ª vez, acolhido pelo CentoeQuatro, onde acontece ao longo do domingo oficinas práticas, nas quais os participantes terão a oportunidade de conhecer os princípios básicos da fotografia, podendo também vivenciar as experiências de revelação dentro de um laboratório.

 

As oficinas acontecem em vários horários: 9, 10, 12, 14 e 16 horas.

Inscrições pelo telefone 31.9601.5337, de segunda a sexta-feira, de 9 às 17 horas.

Valor: R$ 25,00 e R$ 50,00 (com camiseta comemorativa e câmera pinhole).

 

pinhole_day_2015_03

 

 

Mais informações:

Núcleo Imagem Latente – estenopeica@gmail.com - Cleber Falieri – 31.9601.5337

 


Uma dica importantíssima e lindíssima para quem adora moda. A fotógrafa  belo-horizontina Ana Valadares, precursora da fotografia de moda mineira, expõe “Uma Vida iluminada”  no Memorial Minas Gerais Vale com curadoria de Tibério França. A mostra fica em cartaz do dia 4 de fevereiro ao dia 3 de maio no Café do Memorial.

A exposição conta com 120 fotografias projetadas em vídeo e 18 impressas, totalizando 138 imagens que retratam personalidades como Adélia Prado, Elke Maravilha, Camilo Paoliello, entre outras, além de fotografias de natureza e ensaios de moda.

Ana Valadares nasceu em Belo Horizonte em 1952. Autoditada, aos 14 anos conheceu um laboratório fotográfico e apaixonou-se pela fotografia. Comprou sua primeira câmera três anos depois e começou a fotografar plantas e flores. Fez alguns cursos em São Paulo e Rio de Janeiro para se aprimorar e passou a se dedicar exclusivamente à moda e publicidade aos 19 anos, tendo especial interesse pelos retratos. Na época, eram poucas as mulheres fotógrafas e o mundo da moda era exclusivamente masculino. Lembra que no começo da carreira sofreu certo tipo de preconceito, afinal, uma jovem mulher competindo com homens era algo muito pouco natural.

SONY DSC

“Uma Vida iluminada” de Ana Valadares
Data: 4 de fevereiro a 3 de maio
Endereço: Praça da Liberdade, s/n, esq. Gonçalves Dias
Horário de funcionamento do Memorial: Terças, quartas, sextas e sábados, das 10h às
17h30 com permanência até as 18h. Quintas, das 10h às 21h30 com permanência até as 22h.
Domingos, das 10h às 15h30 com permanência até as 16h.


Com o intento de mostrar a versatilidade da peça mais democrática do vestuário, a M’ADRI investiu no olhar de dois jovens talentos da fotografia. Por meio das lentes de Carmine Furletti Terceiro e Mariana Rodrigues, o item mais presente em qualquer guarda-roupa ganha status artístico com imagens de moda primorosas. O resultado poderá ser conferido em uma exposição na Galeria Orlando Lemos, no Jardim Canadá, neste sábado (07).

Ah, e o som fica por minha conta, tá?!  ;)

244295_470712_save_m_adri

244295_470729_m_adrid_camisetas1

244295_470708_m_adrid_camisetas2

SERVIÇO
Exposição M’ADRI sob lentes
Data: 07 de fevereiro
Horário: 17h as 21h
Local: GALERIA ORLANDO LEMOS – Rua Melita, 95, Jardim Canadá – BH
Telefone:(31) 3224-5634

M’ADRI – SAC – (31) 3245-3272 / 8422-7011
IG: @madricamisetas
As T-shirts da M’ADRI são vendidas em pequenos happenings e eventos de moda.