chanel-5-giselle

A Chanel soltou o vídeo-campanha estrelado por Gisele Bündchen. O comercial foi dirigido pelo cineasta Baz Luhrmann e tem como trilha sonora uma versão incrível de You’re The One That I Want”, do filme Grease. Assista!

 

Alguém tinha dúvida que Gisele divaria mais uma vez?!


Quer saber o que rolou de melhor nos desfiles do Minas Trend? O Ameixa preparou um resumão para você ficar por dentro das tendências do próximo inverno!

Minas Trend Outono/Inverno - 2015

A Faven, neste Inverno 2015, traduziu sua essência “afeto, carinho e aconchego”nas tramas de tricô, na mistura de texturas, estampas, transparência e cores. A cartela começa em tons mais neutros, como nude, cinza, azul marinho e verde, passeia pelo laranja até chegar ao vermelho e o bordô.

A proposta da coleção da mineira Fabiana Milazzo foi a roupa como uma joia! Na passarela, muitos vestidos com modelagem super feminina e bordados maravilhosos. A cartela de cores foi inspirada em pedras preciosas: diamante, esmeralda, rubi e safira.

Alessa veio com proposta parecida, a estamparia da coleção se inspira no repertório clássico da joalheria rebuscada com exóticas joias em forma de coqueiros, barquinhos de papel, crucifixos do Santo Antônio, leopardos, amuletos, moedas antigas e preciosas. O preto & branco com ouro dourado veio acompanhado de tecidos fluídos que deram todo um charma à coleção

O inverno da Vivaz trouxe o glamour dos anos 70 para a passarela. Vestidos com shapes femininos e sensuais foram o destaque da coleção, com decotes “v” profundos, fendas e tecidos fluídos. Adorei!

 

Minas Trend Outono/Inverno - 2015

“The mountains are calling and I must go”, frase de John Muir foi a inspiração do inverno da Plural. As viagens do ambientalista e sua paixão pelas montanhas foram representadas pelos maiores picos nevados do mundo: Himalaia, Rochosas e Andes. Se me pedissem para resumir em uma só palavra a coleção: conforto.

Já o Inverno 2015 de Lucas Magalhães teve inspiração bem brasileira: a cultura e diversidade do nordeste. Luis Gonzaga, Lampião e Maria Bonita, mandacaru, cordéis, a xilografia e a obra de Ariano Suassuna foram os guias utilizados pelo estilista. O resultado foram as estampas lindas (destaque da coleção) e cores fortes acompanhadas de shapes super femininos. A cada desfile, gosto mais do trabalho do Lucas!

Estreando no Minas Trend, Alexandre Herchcovitch apresentou parte da sua coleção prêt-à-porter que será desfilada no SPFW. O preto, que é uma marca do estilista, predominou a coleção. Mas a cartela de cores foi além, com azul, cinza, vermelho e amarelo. A modelagem acinturada, tanto para vestidos como para casacos, foi um dos destaques do desfile.

A coleção de Mabel Magalhães veio inspirada na mulher contemporânea que é feminina, forte e que valoriza o conforto. O azul, violeta, verde água, preto e pink foram as cores regeram o Inverno da estilista. Um dos destaques da coleção ficou por conta  da mistura de diversos materiais e texturas.

Minas Trend Outono/Inverno - 2015
Patrícia Motta trouxe para a passarela uma mistura de alfaiataria + modelagem ladylike (a palavra do momento, nem eu estou conseguindo fugir dela! rs). As estampas foram inspiradas na natureza e cartela de cores apresentou mel, leite, vinho, café e rosa. Como outros desfiles também mostraram, o midi e o longo permanecem no próximo Inverno.

A coleção “Habitantes Invisíveis”, de Rogério Lima, foi inspirada na rotina de homens e mulheres que moram nas ruas das grandes cidades. As referências para a a escolha de texturas e cores vieram de materiais convencionalmente são tratados como lixo. Texturas: couros lisos, croco e monograma RL, ráfia de pet preta e branca. Cores: amêndoa, chocolate, preto e branco. Das cores das ruas: os metalizados verde (da lata de guaraná), azul (da Pepsi), vermelho (da Coca Cola) e bronze (das garrafas de cerveja). A B. Bouclé, convidada a desfilar com Rogério Lima, partiu da mesma inspiração. Saias longas, casacos, capas e vestidos assimétricos serviram de base para montar looks em camadas. Na cartela de cores, preto, cinza, toques de branco e o verde das garrafas pet.

O Inverno 2015 da Jardin veio inspirado nos grandes centros urbanos ao redor do mundo. As formas e recortes da coleção foram inspirados na paisagem de concreto, asfalto e arranha-céus. Já a cartela de cores e a estamparia vieram dos luminosos, das luzes do trânsito e das janelas dos edifícios que compõem das noites das grandes cidades. Assim como falei do Lucas Magalhães, a cada coleção da Jardin, gosto ainda mais do trabalho da Bhárbara Renault!

O ponto de partida para a coleção de Raquel Mattar foi o impacto causado pelas estampas Blend e Blossom. Blossom revela peças delicadas, femininas e clássicas, com estampas florais e trabalhando com tons off white, preto, nude e pink.. Em contrapartida, a estampa Blend traz elementos invernosos, barrocos, com um toque rock, moderno e mais ousado. As cores trabalhadas foram: off white, preto, vinho, verde espectro e marrom.

Imagens: AGÊNCIA FOTOSITE


Sou apaixonada pelos sapatos e bolsas da Luiza Perea! Bastou uma visitinha no site da marca paulista para desejar um monte de sapato e bolsa. Olha minha wishlist:

 

 

um de cada, por favor!
um de cada, por favor!

 

Luiza Perea é uma marca que nasceu na faculdade de Moda Santa Marcelina. Luiza especializou-se em joalheria e criação de sapatos. Desenha o que gosta e aperfeiçoa sua técnica no dia a dia, seja na loja-ateliê ou nas fábricas, junto aos artesãos. A designer em seus momentos de pesquisa e introspecção descobriu fibras naturais, diferentes couros, alguns exóticos, outros mais comuns e tecidos que pudessem resistir ao caminhar. O conceito da marca traduz o lifestyle da designer e da mulher urbana que não abre mão do conforto sem perder a imaginação. Os sapatos baixos são sua especialidade compondo a grande maioria de modelos de sua coleção.

Rua Girassol 157 – Vila Madalena – São Paulo
atendimento@luizaperea.com.br