A próxima edição do BH Music Station acontece no dia 29 de Novembro! \o/

BH MUSIC STATION

Shows: Rodrigo Amarante | Orquestra Imperial | O Lendário Chucrobillyman | Mustache e os Apache | Mauro Lauro Paulo | O Barulhista | Madamé Rrose Sélavy | Peluqueria | Brazcubazz | O Melda | Minimalista | Sara Não tem Nome | Briga de Galo| Iconili | Yellowtones | Tempo Plástico | Pequeno Céu

Orquestra Imperial para entrar no clima:.

Ainda não saiu preço dos ingressos, nem local de venda. Curta a fanpage do evento para acompanhar as novidades: facebook.com/bhmusicstation


Projeto vencedor do Edital de Ocupação do Galpão 1 da Funarte MG 2014. O Circuito Cultural Brasil Diverso reúne novos nomes da nossa música, artistas consagrados e um público diversificado que prestigia o que há de melhor na produção nacional. Veja a programação dessa semana!

Renato Goda credito Cia De Foto_Divulgacao

Renato Godá (SP)

Sexta, 31/10 às 20h

Após uma turnê sem grandes pretensões pela Europa, Renato Godá foi aclamado pela revista inglesa Timeout, e comparado aos ícones da música Serge Gainsbourg e Leonard Cohen. Seu CD “Canções para Embalar Marujos” traz um som autêntico e envolvente que mistura rock dos anos 1960 e 1970, jazz, folk, chansons francesas e músicas ciganas do Leste Europeu. No #CCBD o artista vai fazer um show acústico, executando suas músicas de uma forma mais crua e verdadeira. Íntima e cheia de alma, a apresentação irá contemplar as canções já conhecidas e as novas do recente

Manoel e Felipe Cordeiro

Manoel e Felipe Cordeiro (PA)

Sábado, 01/11 às 19h e 21h

O paraense Manoel Cordeiro nasceu em Ponta de Pedras na Ilha do Marajó (PA) em 1955. Tornou-se músico ainda muito jovem e participou de inúmeras bandas de baile nos anos 70, antes de assumir uma posição de liderança nos estúdios, em gravações de música popular dançante da Amazônia, que ficaram conhecidas, sobretudo, com o estouro da lambada no fim dos anos 80. Artistas como Alípio Martins, Banda Carrapicho, banda Warilou, Beto Barbosa e Roberta Miranda, contam com a colaboração de Manoel Cordeiro em seus discos, muitas vezes colaborações decisivas, que assinaram um som suingado e elaborado. A sonoridade do multi instrumentista Manoel Cordeiro tem como principal marca a influência da música de países como Guadalupe, Martinica, Suriname, Guiana Francesa e República Dominicana, mesclando-se às tradições musicais do Brasil. Assim, sua música tropical, com nítida influência do zouk, cacicó, soca, cúmbia e merengue, funde-se à todo hibridismo brasileiro. Seja na guitarra, no violão, nos teclados ou nos “truques de estúdio”, criatividade, suingue e virtuosismo são as marcas mais latentes deste músico que expressa um Brasil profundo de forma natural, alegre e pulsante. No #CCBD, Manoel vai contar com a participação especial do filho Felipe Cordeiro. O artista é reconhecido mundialmente por seu pop tropical que mistura merengue, guitarrada, carimbó e música digital em um trabalho pautado pelo resgate dos ritmos tradicionais com influências sonoras modernas.

DANIEL08

Daniel Groove (CE)

Domingo, 02/11 às 17h e 19h

Daniel Groove sobe aos palcos em um show cheio de novidades e performances vibrantes. O compositor e intérprete cearense apresenta seu primeiro disco solo “Giramundo”, lançado em 2013. Nos seus mais de 15 anos de música brasileira, Groove coleciona participações em festivais e shows pelas cinco regiões do país. Seu álbum traz vários ritmos, rock, brega e MPB, e é composto por canções que são verdadeiras crônicas da vida. O show de lançamento de “Giramundo” já passou por diversas cidades e o álbum tem recebido elogios de público e de crítica, sendo citado em algumas das principais listas de melhores discos. O músico iniciou sua trajetória em Fortaleza, onde dividiu o palco com O Rappa, Nação Zumbi, Los Hermanos, Pato Fu e Titãs. Entre 2011 e 2012 ganhou destaque no mapa Oi Novo Som e em outras publicações como revelação musical da região nordeste. A silhueta imponente de Groove esconde notas e poesia capazes de revelar, na voz suave de um homenzarrão, um dos artistas mais talentosos de sua geração. Atualmente, ele é um dos organizadores da Festa Odara e atua como diretor musical e compositor de trilhas originais para peças teatrais.

Serviço:

Circuito Cultural Brasil Diverso

De 03 de outubro a 30 de novembro

Sextas, sábados e domingos

Funarte MG

Rua Januária, 68 – Centro

Ingressos: R$5 (meia) e R$10 (inteira)

Informações: facebook.com/CircuitoBrasilDiverso