Carolina Herrera.JPG1

Estava eu, na última sexta-feira, 25 de Outubro, passeando pela Sacks da Fifth Ave, olhando as coleções e aprendendo um pouco. E eis que me deparo com uma grande mestra. Isso mesmo, Carolina Herrera em pessoa.  Nossa que alegria! Afinal de conta, sou admiradora de seu trabalho.

Naquele dia a Sacks, abria suas vitrines com a coleção de Carolina, e ela em pessoa, havia ido a loja verificar como tudo tinha ficado. Carolina, além de talentosa, é super elegante, fina e educadíssima. Não se recusou a cumprimentar as pessoas, cumprimentava a todas com apertos de mãos.

Após fazer seu trabalho, disse que ia passar no oitavo andar da famosa loja para ver os calçados, prova que antes de mais nada, ela como toda pobre mortal, mulher, ela também ama sapatos.

Nascida María Carolina Josefina Herrera Pacanins, marquesa de Torre Casa, mais conhecida como Carolina Herrera, em Caracas no dia 8 de janeiro de 1939 é uma estilista venezuelana radicada nos Estados Unidos. Carolina possui 4 filhas, nascidas de 2 casamentos. Ela veste muitas atrizes famosas, mas uma de suas clientes mais famosas foi Jaqueline Onassis que nos últimos 12 anos de sua vida vestiu-se com Madame Herrera.

Aproveitando a oportunidade, fotografei a coleção de verão da designer que já encontrava-se exposta no espaço que a mesma possui dentro da Sacks.
Espero que gostem.

Carolina Herrera

Carolina Herrera.JPG2

Carolina Herrera.JPG7

Carolina Herrera.JPG6

Carolina Herrera.JPG5

Carolina Herrera.JPG4

Carolina Herrera.JPG3

Por Andrea Fraguas, consultora de moda e imagem


Central Park na Primavera.JPG2

O primeiro parque urbano dos EUA possui 843 acres e iniciou-se sua construção em 1857, após longo período de discussão onde seria construído. Sob o comando de Frederick Law Olmsted e o arquiteto Calvert Vaux começou então a construção do parque que inicia-se nas imediações da rua 59 e extende até a rua 110, bem no coração de Manhattan. A intenção da época era criar um parque ao modo dos parques europeus para que a classe rica pudesse socializar-se e serem vistos, enquanto que, para os desafortunados seria um local onde poderiam respirar ar puro, ter um pouco de lazer. Existe uma estimativa que mais de 35 milhões de pessoas visitam o parque anualmente. Pois é, este e o famoso Central Park. Atualmente, ele está simplesmente divino, com a chegada da Primavera, as cores explodem para todos os lados. Amarelos, brancos, rosas em diversas tonalidades. O perfume das flores que exalam. Os pássaros e esquilos que alegres estão com a temperatura um pouco mais elevada alegram o parque com seus cantos e peripécias. Sem dúvida é uma época muito convidativa para visitar Nova York

Espero que a beleza destas fotos possam trazer muita cor e alegria ao seu dia!


Central-Park-na-Primavera.JPG23-e1366736470458

Central Park na Primavera.JPG12

Central-Park-na-Primavera.JPG24-e1366735736731

Central Park na Primavera.JPG1

.

.
.
Andrea Fraguas, colaboradora do Ameixa, é consultora de imagem e está numa temporada nova iorquina.


Algum tempo atrás assisti ao filme “Outono em NY” com Richard Gere e Wynona Rider. E fiquei com ele gravado em minha memória. O filme era tão lindo! Tão romântico e com maravilhosas paisagens. O tempo passou, a vida deu volta, e olha eu aqui passando um outono em NY. Sem sombra de dúvida, é uma época em que a cidade fica mais bonita ainda… O clima é ameno, e uma explosão de cores acontece pela cidade.
Para nós brasileiros que não temos as estações do ano muito bem definidas, ver árvores com suas folhas que vão do verde de todos tons, passando pelos vermelhos, amarelos, dourados e marrons, é simplesmente maravilhoso! Parece que a luz do sol nessa época do ano é especial, e a folhagem iluminada por ela é uma benção para os nossos olhos.

 

.
.
.
Andrea Fraguas, colaboradora do Ameixa, é consultora de imagem e está numa temporada nova iorquina.


Andy Warhol é considerado o mais influente artista plástico dos últimos 50 anos. E é dentro dessa linha que o Metropolitan Museum of Art em NYC apresenta a exposição Regarding Warhol: Sixty Artists, Fifty Years. A exibição possui obras de Andy Warhol, assim como de outros artistas que foram, ou são, influenciados pelo famoso artista que nasceu em 1928 em Pittsburgh, EUA e faleceu em 1987. Ele iniciou sua carreira como ilustrator de revista, como Vogue, New Yorker, e para publicidade em geral.
O simples desenhista caiu no gosto da sociedade da época, ganhando o mundo. Além de suas obras , onde o assunto principal são produtos como Coca-Cola ou latas de sopa Campbells, ele também se destacou pelos portraits de famosos, entre eles, Jackie Onassis, Marylin Monroe, Elvis Presley, Basquiat e Liz Taylor. Essa exposição iniciou-se no dia 18 de Setembro e termina no dia 31 de Dezembro. Se você esiver passando por NY neste período, não deixe de visitar o Metropolitan e ver com seus próprios olhos, obras que mudaram, em parte, a visão da sociedade.
Sei que quando chegamos em NY ficamos vidrados com as lojas, e principalmente com os preços, afinal, o valor aqui é que está certo, é no Brasil que tudo é muito caro, é claro que queremos comprar tudo que vemos pela frente, mas lembrem-se que NY é considerada a capital do mundo. As possibilidades de arte e cultura aqui são enormes. Então, mesmo com as compras, ache um tempo para deliciar com o que a cidade pode oferecer em termos de cultura.
.
.
.