CCBB_herois-uma-pausa-para-david

“Heróis: Uma Pausa Para David” é um espetáculo idealizado, escrito e dirigido por Paulo Azevedo e interpretado e colaborado pela atriz Samira Ávila (ambos fundadores e ex integrantes do premiado Grupo Espanca!). Inspirado livremente nas muitas vidas e músicas de David Bowie, David Gilmour, Bob Dylan e outros astros da cultura rock dos anos 70, a montagem toca a sensibilidade do espectador ao abordar valores submersos no cotidiano contemporâneo, como a busca da identidade, a anestesia dos afetos e o respeito pelas diferenças.

David é um astro do rock no auge da fama.Está esgotado pelas demandas de ser um mito.No caminho para mais um ensaio com sua banda, ele depara com uma formiga. Esse encontro inesperado provoca uma crise. Entre as tentativas de seguir em frente, ele cria breves pausas para realizar seus desejos mais íntimos. O roteiro original cria um panorama do rock dos anos 70 com lendárias canções de David Bowie, Lou Reed, Rolling Stones, Pink Floyd, entre outros. Com isso, aborda o tempo como matéria vital e questiona os mitos em torno do artista, sob o olhar perspicaz de um homem esgotado pela busca de uma razão para seguir em frente. Exposto ao seu próprio cansaço nos bastidores, David expõe questões como “Por que eu levo esse tempo?”, “Em que momento eu crio?”, “Por que as pessoas admiram um artista?” e “Vale a pena ser um herói?”.

SERVIÇO

Heróis: Uma Pausa Para David

Até 07 de Março

Horário: 20h

CCBB – BH – Praça da Liberdade

Mais informações aqui!

E já que falamos de David Bowie, deixo aqui a homenagem que o Brit Awards 2016 fez a ele com direito a apresentação da Lorde:


bowie

A mostra Cinema e Rock’n Roll volta ao Cine Humberto Mauro de hoje (27.03) a 9 de abril. São 14 dias de exibições com filmes cujas temáticas permeiam o universo musical, cultural e estético de diferentes gerações do rock.

Com a curadoria de Bruno Hilário e Philipe Ratton, a mostra exibe documentários como O lixo e a fúria, de Julien Temple, retratando a história dos Sex Pistols e do movimento punk na Inglaterra dos anos 70. Além disso, estão na programação docshows como Um filme sobre Jimi Hendrix, de Joe Boyd e Ziggy Stardust and the Spiders from Mars, de D.A. Pennebaker, sobre David Bowie.

Alguns dos filmes da mostra escolhem um caminho diferente: apropriam-se da música para criar uma narrativa ficcional, como é o caso de Tommy, de Ken Russell, baseado no disco homônimo da banda britânica The Who. Todas as sessões são gratuitas.

Cinema e Rock’n Roll – III

De 27 de Março, Sexta a 09 de Abril, Quinta

Local: Cine Humberto Mauro | Palácio das Artes - Avenida Afonso Pena, 1537 

CONFIRA A PROGRAMAÇÃO COMPLETA 

SINOPES DE TODOS OS FILMES


 

 

unnamed-1

A música brasileira em seus mais diversos ritmos e estilos. Um espaço para conhecer o novo, relembrar grandes clássicos da nossa música e homenagear os nomes que fizeram história pelos palcos do Brasil. O projeto é vencedor do Edital de Ocupação do Galpão 1 da Funarte MG 2014.

Entre os artistas que já se apresentaram estão: Lafayette & Os Tremendões (RJ),

Canastra (RJ), Érika Martins (BA), Autoramas (RJ) e Tavinho Moura (MG). Neste fim

de semana, o #CCBD recebe:

unnamed-2

Dinamites (DF)

Sexta, 17/10 às 20h

Os Dinamites invadem os palcos desde 2007, e vêm se destacando pelo seu rockabilly explosivo e original, que conta com clássicos dos anos 50 até suas divertidas composições românticas-canastronas flambadas a Whiskey. No palco, sempre um show muito energético, dançante e divertido, regado a puro rock’n’roll. No começo do ano de 2010 eles reinventaram a fórmula, Lucas Billy deixou de lado seu baixo elétrico e no lugar assumiu o contra baixo acústico (rabecão), instrumento lendário nas bandas de rockabilly de todo o mundo. Juntamente com isso, chamaram um saxofonista para dar o charme que faltava. A combinação rendeu uma química perfeita e no ano seguinte a banda lançou seu segundo trabalho, um EP com 5 músicas intitulado “Legal”. Em BH, o Dinamites fará um fará um show especial com repertório inspirado em Elvis Presley, Chuck Berry e Stray Cats.

DOIDIVINAS divulgação1 (300 DPI)

As Doidivinas (RJ)

Sexta, 17/10 às 22h

As Doidivinas são uma banda carioca de girlie garage punk com pitadas de psychobilly, pop 60’s e música de cabaré. Fundada por Fávia Couri (baixista e vocalista do Autoramas), as Doidivinas também contam com Luciana Morozini e Helga Balbi. O trio fez seu show de estreia em 2006 e nesse mesmo ano ficaram

entre as cinco bandas finalistas da etapa carioca do LG Music Festival. O primeiro CD intitulado “Envenenada” foi lançado em 2009 e ganhou um videoclipe com direção do cineasta Vinícius Guerra. A banda também participou de projetos como “Beatles 69 Vol. 2 – O outro lado da Abbey Road”, do jornalista Marcelo Fróes e do tributo à Yoko Ono. Esta será a primeira oportunidade de conferir as meninas ao vivo em BH num show que promete levantar o público.

unnamed-3

The Dead Rocks (SP)

Sábado, 18/10 às 21h

Em 10 anos de carreira o Dead Rocks conseguiu colocar seu nome entre os grandes da música jovem mundial, deixando o Brasil e a América Latina em destaque entre os apreciadores do rock instrumental, além de proporcionar aos mais exigentes colecionadores o som aveludado das antigas gravações em discos de vinil de alta fidelidade. O conjunto já levou seu repertório a países como França, Inglaterra, Alemanha, Itália, Luxemburgo, Bélgica e Argentina. Com 4 long-plays laçados, alem de participações em coletâneas, EPs e singles em Portugal, Estados Unidos, Alemanha e Inglaterra, o Dead Rocks vem provando que são exímios intérpretes e compositores. E agora, eles sobem ao palco do #CCBD para lançar o disco “Surf explosão”e tocar um som requintado, divertido e de alta qualidade.

rats (alta)

Riot at the Ship (RJ)

Domingo, 19/10 às 19h

Tripulada por músicos bem rodados da cena carioca, o RATS (Riot Aboard The Ship) começou a nascer no inicio de 2011 a partir de uma proposta de Fernando Oliveira ao seu amigo Bruno Pinella (Te Voy a Quebrar) para formar uma banda de irish punk Em 2012 o barco começou a içar velas, quando os marujos Kito Vilela (De’La Roque) Bernardo Pança (Eight Microwave) e Fernando Bastos (Go East Orkestar) se juntaram ao motim. Com esta formação o RATS passou por tradicionais casas de rock e pubs irlandeses, festas de St. Patrick’s Day, e o Rock in Rio de 2013; onde foram considerados uma das boas surpresas do festival. Com repertório formado por tradicionais musicas irlandesas interpretadas com pegada rock n’ roll, a banda divide o set list com clássicos nacionais e internacionais do punk rock/hard core, todos revistos com arranjos e instrumentos folk. Em 2014 lançaram seu 1o EP de 6 faixas Para a sorte dos inúmeros e carentes simpatizantes do irish punk e suas vertentes os bons ventos do sucesso fizeram o RATS levantar suas âncoras para desbravar os 7 mares com um show original e empolgante, fazendo todo mundo bater forte o pé no chão e entoar coros uníssonos com suas canecas ao ar.

Serviço:

Circuito Cultural Brasil Diverso

De 03 de outubro a 30 de novembro

Sextas, sábados e domingos

Funarte MG

Rua Januária, 68 – Centro

Ingressos: R$5 (meia) e R$10 (inteira)

Informações: https://www.facebook.com/CircuitoBrasilDiverso

OBS1: A venda dos ingressos ocorrerá apenas uma hora antes de cada apresentação,

na bilheteria da Funarte.

OBS2: Ingressos sujeitos à disponibilidade do teatro (140 lugares).