Liniker e Os Caramelows 01_Foto - t

É no dia 20 de Outubro que a Festa Agosto vai trazer Liniker e os Caramelows para um baile luxuoso, no Mercado Distrital do Cruzeiro em BH, a partir das 21h. A festa promete muita agitação, música boa e shows incríveis. Liniker e os Caramelows farão um show esbanjando musicalidade com uma banda de primeira e uma voz poderosa. A Festa Agosto terá ainda shows com Arthur Melo, que levará como convidado o Teago Oliveira (Maglore – BA), Dj Zubreu, Zero (RJ) e os Tambores de Ifá.

A oportunidade é perfeita para ver a Liniker, que este ano participou do Rock In Rio no show do Johnny Hoocker, cantando seus inúmeros sucessos contemporâneos e empoderados. Assim como conhecer, rever e/ou escutar os outros shows num dos mercado mais interessante e diversificado de Belo Horizonte.

FIQUEM LIGADOS NO NOSSO SORTEIO

O Ameixa Japonesa fará um sorteio de 1 (um) par de ingressos para a Festa Agosto. Entre no nosso perfil do Instagram, procure a foto oficial e as regras de participação. Boa sorte e bom baile!

Serviço:

Festa Agosto:

 Liniker e os Caramelows

 Arthur Melo convida Teago Oliveira (Maglore – BA)

 Zero (RJ), Dj Zubreu e os Tambores de Ifá

Sexta, 20 de outubro, 21h

Local: 

DISTRITAL – Mercado Distrital do Cruzeiro – Rua Opala s/n° – Cruzeiro
Referência: ao lado da universidade FUMEC.

Ingressos :

LOTE PROMO 1 – R$ 25,00
1º LOTE – MEIA – R$ 30,00 / 1º LOTE – INTEIRA – R$ 60,00
2º LOTE – MEIA – R$ 35,00 / 2º LOTE – INTEIRA – R$ 70,00
3º LOTE – MEIA – R$ 40,00 / 3º LOTE – INTEIRA – R$ 80,00
4º LOTE – MEIA – R$45,00 / 4º LOTE – INTEIRA – R$ 90,00

Venda Online: www.sympla.com.br

Pontos de venda:

Laicos – R. Ceará, n 1580, Savassi

80 Bar – R. Paraíba, n 1338, Savassi

DISTRITAL – Mercado Distrital do Cruzeiro

Classificação 18 anos


Parece inacreditável que o vovô do rock progressivo esteja de volta a BH quase 30 anos depois da primeira apresentação na cidade, que aconteceu no Mineirinho em 1988, celebrando 20 anos de carreira. Ian Anderson, alma da banda inglesa Jethro Tull, chega à cidade no dia 11/10 para relembrar clássicos como”Aqualung”, “Thick as a Brick” e, esperamos que muito, muito mais (os fãs agradecem!).

ian01

Com uma carinha de maluco e uma flexibilidade invejável, Ian torna-se inesquecível pelos acordes e peripécias com sua flauta transversa nas mãos. A pessoa pode não curtir o som, achar que é “música de duende”, mas a sonoridade impacta e impressiona. A todos. Uma das músicas mais conhecidas da banda é “Bourée”, que, na verdade, é uma versão de uma composição clássica de Johann Sebastian Bach.

Em BH, uma das bandas responsáveis por apresentar o trabalho do Jethro Tull ao público mineiro nos anos 90 foi a banda Cálix. O flautista (compositor, cantor e multiinstrumentista) Renato Savassi não perde em nada para o flautista inglês e a banda conseguiu sair do cover e trilhar caminhos autorais bem interessantes.

mont

Desta feita, Ian Anderson (flauta, voz e guitarra acústica), se apresenta ao lado de Florian Opahle (guitarrista), Scott Hammond (baterista),  John O’Hara (piano, acordeão e voz), e David Goodier (baixo e vocais).

Os ingressos para o show em Belo Horizonte ainda se encontram disponíveis para venda. Os valores variam de 90 a 260 reais, e podem ser comprados na bilheteria do Km de Vantagens Hall, ou no site www.ticketsforfun.com.br.

Quem é Jethro Tull?*
O nome curioso da banda foi uma “homenagem” (ou um bulling) a um fazendeiro do interior do Reino Unido. Foi em 1967 que em Luton (sul de Londres), John Evan Band e McGregor’s Engine, uma formação que desapareceu assim que começou, lançou as bases para Ian Anderson, Mick Abrahams, Glen Cornick e Clive Bunker para criar Jethro Tull. Tudo começou no famoso Marquee Club London, onde se tornaram o novo rosto do blues subterrâneo britânico.

O sucesso os acompanhou e lançando-se em toda a Europa e nos Estados Unidos, deixando Abrahams, Cornick e Bunker no caminho. O Jethro Tull possui 60 milhões de álbuns vendidos e já realizou 2.500 concertos em 40 países. Conhecida por misturar diversos ritmos como blues, música clássica, hard rock, jazz e folk, criando um estilo único marcado pela sonoridade da flauta de seu líder Ian Anderson, a banda marcou seu nome na história do rock mundial.

*Em uma das cenas do filme Armaggedon (1988) durante o teste psicotécnico, um dos candidatos a astronauta que salvaria o mundo de uma colisão com um asteróide faz uma referência à banda: “A coisa que mais me deixa louco é quando as pessoas pensam que Jethro Tull é o nome de um cara da banda!”. E o psiquiatra responde: “Quem é Jethro Tull?”.

 

 

SHOW BEST Of JETHRO TULL BY IAN ANDERSON
Quarta-feira, dia 11 de outubro de 2017
 22h – Km de Vantagens Hall BH (Av. Nossa Senhora do Carmo, 230 – São Pedro)
Realização: TIME FOR FUN
Capacidade: 3.831 lugares
Ingressos: de R$ 90 a R$260
Classificação etária: De 12 a 14 anos: permitida a entrada acompanhados dos pais ou responsável legal. De 15 anos em diante permitida a entrada desacompanhados.
Acesso para deficientes | Ar-condicionado | Estacionamento (terceirizado): R$ 40
Site: www.t4f.com.br

 


Jazzinho #4 - Túlio Mourão + Renato Saldanha © Flávio Charchar

Entre os dias 08 e 15 de outubro, o Savassi Festival – maior evento de jazz do Brasil – promove oito shows de música instrumental criados especialmente para os pequenos, na Praça Floriano Peixoto e no CCBB-BH. 

Ao longo do evento, poderão ser conferidos shows com orquestras (como os espetáculos “Pixinguinha para Crianças”, com Orquestra Já te Digo e “Cantigas de Bem Querer”, com Orquestra Ouro Preto) e releituras de consagradas composições da cultura pop (presente nos espetáculos “Clássicos do Cinema”, com Matheus Barbosa; e “Domingo com Pink Floyd e sua Turma”, com Túlio Mourão e Renato Saldanha). O evento ainda reunirá outros músicos renomados, como Toninho Ferragutti, Salomão Soares, Silvia Negrão e  Matheus Barbosa. Pela programação, temos certeza que os shows agradarão os adultos também!

Programação Jazzinho – Jazz para Crianças

Jazz na Rua

8/10/domingo

Palco Instituto Unimed-BH

Praça Floriano Peixoto, Santa Efigênia

16h00 | Clássicos do Cinema Infantil, com Matheus Barbosa

17h30 | Pixinguinha para Crianças, com Orquestra Já te Digo

 

Palco Centro Cultural Banco do Brasil

12 de outubro, quinta-feira

11h00-12h00 | Cantigas do Bem Querer, com Orquestra Ouro Preto

Centro Cultural Banco do Brasil – teatro 1

13 de outubro, sexta-feira

17h00-18h00 | Brincando com as Teclas – Toninho Ferragutti e Salomão Soares

Centro Cultural Banco do Brasil – Pátio Interno

14 de outubro, sábado

17h00-18h00 | Vovô Tom Jobim completa 90 anos!, com Sílvia Negrão
Centro Cultural Banco do Brasil – Pátio Interno

15 de outubro, domingo

17h00-18h00 | Domingo com Pink Floyd e sua turma, com  Túlio Mourão e Renato Saldanha (e percussionista)

Centro Cultural Banco do Brasil – Pátio Interno

 


 

natiruts-bh

É neste sábado, dia 30 de setembro, no festival Estação Primavera, a partir das 17h, que a banda Natiruts apresentará a turnê do novo álbum de inéditas “Índigo Cristal”. Depois de passar com a atual turnê pela América Latina, a banda escolheu Belo Horizonte para a estreia nacional.

O novo álbum, lançado em 4 de agosto, canta a positividade e a esperança de superar tempos difíceis como os da atualidade. “O que o Natiruts entrega de melhor são músicas que elevam o astral, que mudam a energia, que trazem positividade mental e corporal”, disse Alexandre Carlo, vocalista e compositor. “Índigo Cristal” tem uma sonoridade rica em referências, tais como jazz, black music, músicas jamaicanas e indiana, reggae roots e muito mais.

 

O festival Estação Primavera estreia em Belo Horizonte com muito reggae e rap, e promete agitar a Esplanada do Mineirão. Apresentarão também no festival: Digitaldubs; Rael e Haikaiss.

 

SERVIÇO

 

Estação Primavera apresenta Natiruts – Lançamento do disco “Índigo Cristal”

Quando. 30 de setembro de 2017 (sábado), das 17h às 0h

Onde. Esplanada do Mineirão (Avenida Abrahão Caram,1.001, Pampulha)

Quanto. R$ 140 (inteira) e R$ 70 (meia-entrada); R$ 160 (camarote open bar). Ingressos antecipados pelo Sympla

Mais. www.facebook.com/events/411144192613778


rock_in_rio_2017_ameixa_japonesa_2

Nos dias 15 e 16 de Setembro, nós fomos ao Rock In Rio desfrutar do maior festival de música do mundo. Em meio a grande organização e dezenas de shows, a gente conta para vocês nossas considerações e dicas para quem vai se divertir na próxima semana de festival.

O QUE LEVAR?

Comidas leves como barras de cereais, biscoitos, frutas. Protetores solar são importantíssimos. Uma garrafinha para abastecer de água nos diversos bebedouros espalhados pela cidade. Um canga, ou toalha para forrar o chão. E não se esqueçam de levar uma blusa de frio leve para a volta do evento. Caso leve seu celular ou equipamento de foto e vídeo, tenham muito cuidado quando estiverem no meio de muita gente. Prevenir-se é o essencial para não estragar sua diversão.

TRASLADO E ENTRADA NO EVENTO

Este ano o próprio evento incentivou a chegada na cidade do rock por meio do transporte público. Experimentei no dia 15/09. O metrô e BRT funcionaram muito bem. Acesso ao metrô era fácil, e os ônibus brts saiam de minuto em minuto. A volta também foi tranquila. Enquanto um transporte oficial cobrava R$100,00 ida e volta, o transporte público cobra R$20,00. Basta irem a qualquer estação, comprar o cartão integração e abastecer com valor proporcional aos dias que vocês irão.

rock_in_rio_2017_ameixa_japonesa

NOVA CIDADE DO ROCK

A maior novidade do evento se mostrou mais ampla, confortável e diversificada. Na cidade olímpica, o evento conta com um maior número de postos de alimentações. Espaço maior com muito mais banheiros. Nos intervalos dos shows procurem os mais distantes do palco que vocês vão enfrentar menos filas. Há enormes hashtags espalhadas no ambiente que rendem lindas fotos. Não deixem de visitar a estrutura e assistir aos shows na rock street e africana. Estão lindas, coloridas e muito interativas.

Dica: se você gosta de sentar no intervalo de um show para o outro, evite sentar na área cimentada, pois ali é lugar para transitar. Tem muita grama sintética espalhada no espaço para isto. E por favor, pessoas sentadas nos ombros não é legal. Vimos muito disso nesta edição. Evitem. Sejam educados.

O QUE COMER E BEBER?

Além do que forem levar de casa, caso queiram comer algo, o espaço está com mais opções de comida. O destaque desta edição foram as coxinhas feitas na hora. Para beber tem cervejas, águas, sucos, picolés e sorvetes para refrescar. O evento conta, novamente, com pessoas vendendo no meio do show com placas indicativas bem grandes. Caso queiram consumir as comidas e bebidas de lá, levem uma boa quantia de dinheiro. Preferencialmente em doleiras ou mochilas bem seguros. Tudo lá é muito caro.

PARQUE DE DIVERSÃO

Maior número de brinquedos de diversão. Todos podendo agendar horários dando mais liberdade para o público de conhecer outras partes da cidade. A moda dos scapes também esteve presente no Rock In Rio. 15 minutos de desafio que pode ser agendado pela internet. Espaço amplo, sem afunilamentos, mais plano e com o chão menos acidentado. Outra novidade é a área para gamers. Uma super estrutura para saber das novidades e participar de torneios.

APP ROCK IN RIO

No aplicativo oficial do evento para celular, os visitantes tem acesso a toda a programação do festival, inclusive aos horários dos shows de cada palco. Ótimo para você criar suaa própria programação, selecionando os shows de maior interesse.

 iOS: https://itunes.apple.com/us/app/rock-in-rio-2017/id1270921532?ls=1&mt=8

Android:  https://play.google.com/store/apps/details?id=com.rir.brazil

Gostamos imensamente desta edição. Os shows foram incríveis! O palco sunset está com a musicalidade diversa e não deixou a desejar para o palco mundo. Não podem perder o show de tecnologia de drones no céu. Vale a pena chegar mais cedo e curtir tudo que tem direito. Fiquem ligados nos horários dos shows. E podem esperar surpresas no palco Itaú. Para acompanhar de casa, basta sintonizar no canal Multishow, no seu app, ou em seu site.